Menu
Busca sábado, 21 de abril de 2018
(67) 9860-3221

Douradenses são destaques nas Olimpíadas de Língua Portuguesa

21 dezembro 2012 - 16h45

Eduarda Rosa

A 3ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, organizada pelo Ministério da Educação (MEC) e pela Fundação Itaú Social, premia pela primeira vez participantes douradenses com medalhas de prata e bronze.

Carolaine Aparecida da Silva da Escola Estadual Presidente Vargas ganhou medalha de prata na final, que aconteceu em Brasília, com a crônica intitulada “Na sanfona do busão”. E Edilaine Chimenes Araújo da Escola Municipal Professora Efantina de Quadros foi premiada com uma medalha de bronze, na semifinal ocorrida em Fortaleza, com a poesia “Lugar Abençoado”.

A professora de língua portuguesa, Dora Ferreira de Souza, acompanhou as alunas em todas as etapas e conta que valeu a pena todos os momentos “são os resultados dos 14 anos de sala de aula e da formação que recebemos desde 2008, dos métodos de trabalho da Olimpíada de língua portuguesa ministrada pela Coordenadora Municipal da Olimpíada de Língua Portuguesa, Mariolinda Ferraz”, conta Dora.

A professora ressalta também que ganhar esses prêmios, a viagem e participar das oficinas e palestras do evento, são momentos marcantes para sua vida, “fica as experiências e a motivação, além de que o aluno se apropria do gênero estudado e nunca mais esquece”.

E foi isso que as alunas premiadas trouxeram na bagagem, elas participaram da semifinal em Fortaleza e Natal, onde puderam aperfeiçoar seus textos e conhecer autores famosos.

Carolaine Aparecida passou pela semifinal em Natal e foi classificada para a etapa final em Brasília, onde foi juntamente com a mãe, a professora e o Diretor da escola. Pôde conhecer pontos turísticos, além de ganhar um tablet e um livro com sua crônica publicada.

“Foi a primeira vez que participei da Olimpíada e realmente não esperava, foi uma grande vitória, participei das oficinas e trago para minha vida muitos aprendizados”, disse Carolaine, ressaltando que já está se preparando para a próxima edição, “daqui a dois anos é o gênero artigo de opinião e eu já comecei a preparar-me, inclusive na viagem conversei com finalistas deste gênero”.

Edilaine Chimenes aproveitou para andar pela primeira vez de avião e conhecer pessoas de diversas regiões do país, “voltei até com sotaque diferente (risos). Foi um evento emocionante, valeu muito a pena ter participado, foi inesquecível”, conta a aluna. Miriam Raquel Chimenes, mãe de Edilaine, disse que gostou muito da participação da filha, “ela teve uma oportunidade que eu nunca tive e é impressionante o interesse dela por poemas”, disse.

Carolaine teve um livro publicado com seu texto
Edilaine com a professora Dora no evento
Premiação de Carolaine
Escolas Homenagearam as ganhadoras - Foto: Eduarda Rosa

Deixe seu Comentário

Leia Também

AGENDA
Doenças raras e superação da violência são temas de audiências na ALMS
MS-164
Argentino é preso em MS tentando levar maconha até o Rio de Janeiro
BR-163
Dupla é presa tentando trazer veículos furtados até Dourados
BRASIL
Campanha de vacinação dos povos indígenas começa hoje
DOURADOS
Adolescente que comprava maconha no Paraguai para revender é apreendido
JARDIM GUANABARA
Homem é preso acusado de abusar de criança em Dourados
FAMOSOS
Thiago Fragoso se afasta de “O Outro Lado do Paraíso" por problemas de saúde
FUTEBOL
Quatro árbitros de MS são escalados para os Brasileiros das Séries C e D
DOURADOS
Demissões aumentam, mas acumulado do ano ainda é positivo
FERIADO
Comércio e shopping abrem normalmente neste sábado

Mais Lidas

SOLIDARIEDADE
Dourados inaugura a primeira geladeira solidária nesta sexta-feira
ABRIGO
Fazendeiro morto por pistoleiros já hospedou membro do Comando Vermelho
Morador da Rocinha foi preso com documento falso quando vigiava posto da PRF, na BR-463, uma das principais rotas do narcotráfico
POLÍCIA
Mulher é presa com crack do Paraguai na Rodoviária de Dourados
TRÊS LAGOAS
Homem procura delegacia após investir carro em bitcoin e não ter retorno prometido