Menu
Busca sexta, 19 de outubro de 2018
(67) 9860-3221

Douradenses são destaques nas Olimpíadas de Língua Portuguesa

21 dezembro 2012 - 16h45

Eduarda Rosa

A 3ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, organizada pelo Ministério da Educação (MEC) e pela Fundação Itaú Social, premia pela primeira vez participantes douradenses com medalhas de prata e bronze.

Carolaine Aparecida da Silva da Escola Estadual Presidente Vargas ganhou medalha de prata na final, que aconteceu em Brasília, com a crônica intitulada “Na sanfona do busão”. E Edilaine Chimenes Araújo da Escola Municipal Professora Efantina de Quadros foi premiada com uma medalha de bronze, na semifinal ocorrida em Fortaleza, com a poesia “Lugar Abençoado”.

A professora de língua portuguesa, Dora Ferreira de Souza, acompanhou as alunas em todas as etapas e conta que valeu a pena todos os momentos “são os resultados dos 14 anos de sala de aula e da formação que recebemos desde 2008, dos métodos de trabalho da Olimpíada de língua portuguesa ministrada pela Coordenadora Municipal da Olimpíada de Língua Portuguesa, Mariolinda Ferraz”, conta Dora.

A professora ressalta também que ganhar esses prêmios, a viagem e participar das oficinas e palestras do evento, são momentos marcantes para sua vida, “fica as experiências e a motivação, além de que o aluno se apropria do gênero estudado e nunca mais esquece”.

E foi isso que as alunas premiadas trouxeram na bagagem, elas participaram da semifinal em Fortaleza e Natal, onde puderam aperfeiçoar seus textos e conhecer autores famosos.

Carolaine Aparecida passou pela semifinal em Natal e foi classificada para a etapa final em Brasília, onde foi juntamente com a mãe, a professora e o Diretor da escola. Pôde conhecer pontos turísticos, além de ganhar um tablet e um livro com sua crônica publicada.

“Foi a primeira vez que participei da Olimpíada e realmente não esperava, foi uma grande vitória, participei das oficinas e trago para minha vida muitos aprendizados”, disse Carolaine, ressaltando que já está se preparando para a próxima edição, “daqui a dois anos é o gênero artigo de opinião e eu já comecei a preparar-me, inclusive na viagem conversei com finalistas deste gênero”.

Edilaine Chimenes aproveitou para andar pela primeira vez de avião e conhecer pessoas de diversas regiões do país, “voltei até com sotaque diferente (risos). Foi um evento emocionante, valeu muito a pena ter participado, foi inesquecível”, conta a aluna. Miriam Raquel Chimenes, mãe de Edilaine, disse que gostou muito da participação da filha, “ela teve uma oportunidade que eu nunca tive e é impressionante o interesse dela por poemas”, disse.

Carolaine teve um livro publicado com seu texto
Edilaine com a professora Dora no evento
Premiação de Carolaine
Escolas Homenagearam as ganhadoras - Foto: Eduarda Rosa

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Mariana Goldfarb relembra foto em que aparece nua na praia
ELEIÇÕES 2018
Jair Bolsonaro afirma que não vai a debates no segundo turno
FRONTEIRA
Homem de 43 anos e o filho de 11 são assassinados a facadas
DISPUTAS
Jogos Escolares e da Juventude iniciam confronto no fim de semana
LICITAÇÕES
Decretada emergência em três cidades por estragos de chuva
HOMICÍDIO
Juiz decide levar a júri popular réu que provocou acidente com morte
ECONOMIA
Riqueza das famílias brasileiras encolheu US$ 380 bilhões em 1 ano
ACADÊMICOS
UFGD é campeã estadual dos Jogos Universitários Brasileiros
JUSTIÇA
Concessionária e montadora são condenadas por problemas em moto
PARANAÍBA
Mulher descobre gravidez um dia antes do parto e perde bebê

Mais Lidas

MARACAJU
Empresário douradense e filho morrem em acidente na BR-267
DOURADOS
Afogamento de africano ocorreu após apostar garrafa de cachaça com colega
DOURADOS
Mulher é condenada a 12 anos de prisão pela morte do ex-marido
DOURADOS
Corpo de homem que morreu afogado em lago é encontrado