Menu
Busca sexta, 24 de maio de 2019
(67) 9860-3221

Ações da Saúde levam prevenção à comunidade

08 junho 2011 - 14h54

A Prefeitura de Dourados tem investido na saúde pública por meio do trabalho integrado entre os departamentos da Secretaria Municipal de Saúde. Em apenas dois meses foram realizadas 10.849 visitas domiciliares, organizadas como ação de vigilância pelo CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), que emitiu 834 notificações com base na Lei da Dengue e 73 conforme Lei de Controle Animal.



“Tivemos um número significativo de visitas domiciliares, além daquelas que são realizadas frequentemente. Temos adotado ações de gestão compartilhada com as Estratégias de Saúde da Família, o que possibilita um resultado prático e um avanço em prevenção à saúde”, afirmou Eduardo Arteiro Marcondes, diretor de Vigilância em Saúde.



No mesmo período, a Vigilância Sanitária fiscalizou 212 projetos para liberação de alvarás. Atendeu 59 denúncias, expediu 108 notificações, aprendeu 559 quilos de alimentos impróprios para consumo e realizou 27 palestras educativas.



“Além do trabalho em conjunto com as ESFs, a Vigilância Sanitária também tem atuado de forma coordenada com os demais órgãos de vigilância em saúde do município, o que contribuiu para reduzir o número de pedidos de alvará acumulados no núcleo. Sem falar na possibilidade de capacitar os profissionais de saúde que atuam nesse serviço”, destacou Eduardo.



Através de campanhas que levaram vacinas até os bairros, o setor de Imunização aplicou 718 doses e alcançou índices consideráveis de população imunizada.



A Vigilância Epidemiológica realizou palestras de capacitou aos agentes e profissionais da saúde para o enfrentamento à violência doméstica e os orientou sobre doenças que acometem os servidores da saúde e como preveni-las.



Já o Centro de Referência para Tuberculose e Hanseníase treinou 114 agentes para realização da busca ativa de casos suspeitos das doenças.



Para ampliar as ações de prevenção, o Programa de DST/AIDS distribuiu 3.864 preservativos diretamente para a população e 1.200 para estoque e distribuição regular nas unidades de saúde por meio das equipes de saúde da família.



“Foi realizada ainda ação educativa sobre doenças sexualmente transmissíveis, através de palestra e panfletagem, para pelo menos 450 adolescentes. Além disso, o programa promove reuniões com grupos de risco, como gestantes e jovens”, completou o diretor de Vigilância em Saúde.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Mantega virá réu na Justiça Federal por fraudes de R$ 8 bi no BNDES
POLÍCIA
Preso por estuprar sobrinha passa noite isolado em delegacia e orando
SAÚDE
Como tratar e prevenir a unha encravada
CIDADES
Vale Universidade divulga resultado final e convoca acadêmicos para assinatura de termo
FUTEBOL
Seleção feminina treina completa para a Copa do Mundo na França
RIO NEGRO
Olaria ilegal é fechada e proprietário multado em R$ 5 mil
FAMOSOS
"Verão 90" terá suborno, traição e flagra no clã dos Ferreira Lima
TRÁFICO
Polícia apreende caminhonete com mais de 1,5t de maconha
BRASIL
Prévia da inflação oficial é de 0,35% em maio
RIO DE JANEIRO
10 coisas (quase de graça) para se fazer no Rio de Janeiro

Mais Lidas

DOURADOS
Preso em operação estava sob monitoramento por assalto
DOURADOS
Vereadora vai à delegacia e diz ser vítima de atentado
DOURADOS
Ciclista atropelado na Marcelino morre após meses de tratamento
DOURADOS
Preso é encontrado morto na PED em mesmo raio onde ocorreu pente-fino
Rapaz estava enforcado em uma das celas da unidade penal