Menu
Busca terça, 20 de agosto de 2019
(67) 9860-3221

Ações da Saúde levam prevenção à comunidade

08 junho 2011 - 14h54

A Prefeitura de Dourados tem investido na saúde pública por meio do trabalho integrado entre os departamentos da Secretaria Municipal de Saúde. Em apenas dois meses foram realizadas 10.849 visitas domiciliares, organizadas como ação de vigilância pelo CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), que emitiu 834 notificações com base na Lei da Dengue e 73 conforme Lei de Controle Animal.



“Tivemos um número significativo de visitas domiciliares, além daquelas que são realizadas frequentemente. Temos adotado ações de gestão compartilhada com as Estratégias de Saúde da Família, o que possibilita um resultado prático e um avanço em prevenção à saúde”, afirmou Eduardo Arteiro Marcondes, diretor de Vigilância em Saúde.



No mesmo período, a Vigilância Sanitária fiscalizou 212 projetos para liberação de alvarás. Atendeu 59 denúncias, expediu 108 notificações, aprendeu 559 quilos de alimentos impróprios para consumo e realizou 27 palestras educativas.



“Além do trabalho em conjunto com as ESFs, a Vigilância Sanitária também tem atuado de forma coordenada com os demais órgãos de vigilância em saúde do município, o que contribuiu para reduzir o número de pedidos de alvará acumulados no núcleo. Sem falar na possibilidade de capacitar os profissionais de saúde que atuam nesse serviço”, destacou Eduardo.



Através de campanhas que levaram vacinas até os bairros, o setor de Imunização aplicou 718 doses e alcançou índices consideráveis de população imunizada.



A Vigilância Epidemiológica realizou palestras de capacitou aos agentes e profissionais da saúde para o enfrentamento à violência doméstica e os orientou sobre doenças que acometem os servidores da saúde e como preveni-las.



Já o Centro de Referência para Tuberculose e Hanseníase treinou 114 agentes para realização da busca ativa de casos suspeitos das doenças.



Para ampliar as ações de prevenção, o Programa de DST/AIDS distribuiu 3.864 preservativos diretamente para a população e 1.200 para estoque e distribuição regular nas unidades de saúde por meio das equipes de saúde da família.



“Foi realizada ainda ação educativa sobre doenças sexualmente transmissíveis, através de palestra e panfletagem, para pelo menos 450 adolescentes. Além disso, o programa promove reuniões com grupos de risco, como gestantes e jovens”, completou o diretor de Vigilância em Saúde.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS
Veículo com sinais de identificação adulterados é apreendido pela polícia
ESTUPRO
Homem é preso após dormir com a namorada de 11 anos
RIO DE JANEIRO
Sequestrador estava em surto psicótico e ameaçou incendiar o ônibus
LOGÍSTICA
Nelsinho vem com ministro Ernesto Araújo a MS e realiza palestra em evento sobre corredor bioceânico
LOTERIA
Prêmio da Mega deve pagar R$ 31 milhões amanhã
LEGISLATIVO
Cadastros de programas sociais terão informações sobre violência doméstica
DOURADOS
Seis projetos e dois vetos são aprovados pela Câmara
MÉTODO SUPERA
Como combater o nervosismo e a ansiedade ao falar em público
FLAGRANTE
Caminhões são apreendidos carregados com madeira ilegal
RIO DE JANEIRO
Governador comemora desfecho com morte do sequestrador

Mais Lidas

NO PARANÁ
Douradense morre ao ser prensado por caminhão em laticínio
DOURADOS
Acusado de participação no sequestro de família douradense se apresenta à polícia
DOURADOS
Em ato de filiação ao PSL, reitora temporária diz não ter prazo para deixar comando da UFGD
MS-376
Veículo fica completamente destruído e homem morre em acidente entre Vicentina e Fátima do Sul