Menu
Busca segunda, 24 de setembro de 2018
(67) 9860-3221

Ações da Saúde levam prevenção à comunidade

08 junho 2011 - 14h54

A Prefeitura de Dourados tem investido na saúde pública por meio do trabalho integrado entre os departamentos da Secretaria Municipal de Saúde. Em apenas dois meses foram realizadas 10.849 visitas domiciliares, organizadas como ação de vigilância pelo CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), que emitiu 834 notificações com base na Lei da Dengue e 73 conforme Lei de Controle Animal.



“Tivemos um número significativo de visitas domiciliares, além daquelas que são realizadas frequentemente. Temos adotado ações de gestão compartilhada com as Estratégias de Saúde da Família, o que possibilita um resultado prático e um avanço em prevenção à saúde”, afirmou Eduardo Arteiro Marcondes, diretor de Vigilância em Saúde.



No mesmo período, a Vigilância Sanitária fiscalizou 212 projetos para liberação de alvarás. Atendeu 59 denúncias, expediu 108 notificações, aprendeu 559 quilos de alimentos impróprios para consumo e realizou 27 palestras educativas.



“Além do trabalho em conjunto com as ESFs, a Vigilância Sanitária também tem atuado de forma coordenada com os demais órgãos de vigilância em saúde do município, o que contribuiu para reduzir o número de pedidos de alvará acumulados no núcleo. Sem falar na possibilidade de capacitar os profissionais de saúde que atuam nesse serviço”, destacou Eduardo.



Através de campanhas que levaram vacinas até os bairros, o setor de Imunização aplicou 718 doses e alcançou índices consideráveis de população imunizada.



A Vigilância Epidemiológica realizou palestras de capacitou aos agentes e profissionais da saúde para o enfrentamento à violência doméstica e os orientou sobre doenças que acometem os servidores da saúde e como preveni-las.



Já o Centro de Referência para Tuberculose e Hanseníase treinou 114 agentes para realização da busca ativa de casos suspeitos das doenças.



Para ampliar as ações de prevenção, o Programa de DST/AIDS distribuiu 3.864 preservativos diretamente para a população e 1.200 para estoque e distribuição regular nas unidades de saúde por meio das equipes de saúde da família.



“Foi realizada ainda ação educativa sobre doenças sexualmente transmissíveis, através de palestra e panfletagem, para pelo menos 450 adolescentes. Além disso, o programa promove reuniões com grupos de risco, como gestantes e jovens”, completou o diretor de Vigilância em Saúde.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ELEIÇÕES 2018
Lei da Ficha Limpa retira 174 candidatos das eleições de outubro
"SEBRAE INSPIRA"
Senai Empresa lança serviço de produção de marketing e moda
POLÍTICA
Pesquisa Ibope no Mato Grosso do Sul: Azambuja, 40%; Odilon 29%
JUSTIÇA
Companhia aérea deve indenizar cliente por prática de overbooking
OPERAÇÃO NEPSIS
PF ainda procura 11 integrantes da quadrilha de contrabandistas
LICENCIATURA
Curso de Educação Física inicia comemorações de seus 10 anos
ELEIÇÕES 2018
Ibope: Bolsonaro, 28%; Haddad, 22%; Ciro, 11%; Alckmin, 8%; Marina, 5%
BRASIL
Temer vai procurar sucessor para fazer reforma da Previdência este ano
MELHOR DO MUNDO
Modric bate CR7 e Salah e é eleito melhor do mundo
COTAÇÕES
Dólar avança e fecha a R$ 4,08 após três quedas seguidas

Mais Lidas

DOURADOS
Amiga de jovem encontrada morta é presa acusada por tráfico e por alterar a cena do crime
TEMPORAL
Chuva e ventos fortes derrubam árvores em Dourados
DOURADOS
Adolescente é encontrado baleado na rua e morre no HV
POLÍCIA
Presos em Dourados são transferidos para capital