Menu
Busca sábado, 21 de julho de 2018
(67) 9860-3221
DOURADOS

Ação leva atendimento de saúde à Aldeia Jaguapiru

08 novembro 2017 - 19h05

Na próxima sexta-feira (10), colaboradores, residentes, docentes e acadêmicos do Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados (HU-UFGD) e da UFGD realizam a primeira edição da ação Ebserh Solidária, iniciativa que tem por objetivo levar atendimentos em saúde a comunidades em situação de vulnerabilidade social.

Em Dourados, a ação será feita em parceria com a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), levando atendimentos à Escola Indígena Tengatui Marangatu e à Unidade Básica de Saúde Jaguapiru II, localizados na aldeia Jaguapiru. Estão envolvidos nas atividades cerca de 130 profissionais, 54 acadêmicos e 27 residentes.

De acordo com levantamento feito pela Sesai, foi identificada uma demanda por aproximadamente 600 procedimentos prioritários em fila de espera, entre consultas e exames, para moradores das aldeias Jaguapiru, Bororó, Panambizinho e de acampamentos próximos.

O objetivo, de acordo com a superintendente do HU-UFGD, Mariana Croda, é fazer dessa ação o impulso inicial para que o hospital intensifique sua assistência aos pacientes indígenas.

“Normalmente, grande parcela dos atendimentos realizados no HU já se refere a pacientes indígenas, chegando a 60% em setores como a Pediatria. Um dos objetivos dessa ação, portanto, é reforçar o compromisso do hospital para com essa população, criando mais caminhos que facilitem seu acesso à assistência”, afirma a gestora.

Atendimentos

A ação, que acontece das 8 às 17 horas, será feita em formato de mutirão e os atendimentos serão ofertados de duas maneiras: por agendamento (via regulação) e por demanda espontânea. Para algumas das atividades, por motivos de logística e infraestrutura, os pacientes já vêm sendo transportados ao HU desde segunda-feira (6).

Com base nos dados fornecidos pela Sesai, o HU-UFGD mobilizou profissionais para atender pacientes que já aguardavam por consultas reguladas em ginecologia, oftalmologia, otorrinolaringologia, cardiologia e cirurgia geral (consultas pré-operatórias).

Na área de diagnóstico, serão feitos exames laboratoriais e de imagem, entre eles ultrassonografia, raio-X, tomografia, além de eletrocardiogramas e ecocardiogramas. Também haverá atendimentos em odontologia e fonoaudiologia.

Por demanda espontânea – sem agendamento – serão realizadas coletas de sangue para exames de doenças sexualmente transmissíveis e PSA (identifica a existência de câncer de próstata), coletas de material para exame preventivo e análise nutricional, atividades que fazem parte do “Estudo multicêntrico em doenças infecciosas na população indígena da reserva de Dourados”, realizado por docentes e acadêmicos da UFGD e da Unigran.

Além disso, os moradores do local terão acesso a atividades educativas sobre o uso correto de medicamentos, posições que favorecem a evolução do parto, métodos não farmacológicos para alívio da dor e promoção do aleitamento materno. Haverá, ainda, ações especialmente preparadas para crianças, com recreação orientada por profissional de educação física e alunos da Residência Multiprofissional em Saúde e momentos sobre saúde bucal e higiene das mãos.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Dany Bananinha exibe suas curvas na ilha de Fernando de Noronha
DOIS IRMÃOS DO BURITI
Detentos tiram fotos e atualizam Facebook de dentro de presídio
MEDIDA PROVISÓRIA
Governo Federal cria fundo nacional de desenvolvimento ferroviário
ECONOMIA
Preço da gasolina sobe após 6 semanas seguidas de queda, diz ANP
ECONOMIA
Prazo para atualização do Cadastro Único é prorrogado até 17 de agosto
TRÊS LAGOAS
Retirada da carreta que tombou na BR-158 demorou mais de 5 horas
TECNOLOGIA
Whatsapp anuncia testes contra disseminação de fake news
NOVA ANDRADINA
Taxista tenta desviar de buraco e capota veículo na MS-134
ELEIÇÕES 2018
Solidariedade ameaça deixar 'Blocão' após se aproximar de Alckmin
BOAS PRÁTICAS
Grupo de Brasília visita o HU de Dourados e conhece assistência a indígenas

Mais Lidas

ALBINO COM A JOAQUIM
Músico morre quatro dias após acidente no Centro de Dourados
LAMA ASFÁLTICA
Puccinelli, filho e advogado são presos na Capital
DOURADOS
Vereador é assaltado por dupla armada ao chegar em casa
CAARAPÓ
Ação conjunta prende trio suspeito de roubo a joalheria