Menu
Busca quinta, 21 de junho de 2018
(67) 9860-3221
AÇÃO DA PM

Ação da PM e Semed leva continuidade do projeto DNC à escola Agrotécnica de Dourados

04 outubro 2017 - 13h50Por Da redação

Dando seguimento ao atendimento do projeto “Diga Não ao Crime” desenvolvido pelo 3º BPM, o Sargento Arguelho que é o idealizador e palestrante do projeto, juntamente com uma das equipes do Getam (Grupo Especializado Tático Motorizado), do 3º BPM, realizaram na manhã desta terça-feira (03), uma apresentação especial sobre carreira militares no Brasil e, em especial sobre a carreira de policial militar no Mato Grosso do Sul, aos alunos da escola Agrotécnica Padre André Capelli, localizada na zona rural de Dourados.

No mês de agosto, foi realizada a primeira palestra do projeto na escola agrotécnica visando inibir a iniciação criminal de adolescentes de 13 a 17 anos, que tem como propulsor o vício em drogas licitas e ilícitas. Já na segunda fase do projeto, foi apresentado aos 70 alunos, alternativas profissionais viáveis que podem nortear o futuro de cada adolescente, sendo apresentada as carreiras militares no âmbito federal que são as forças armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica) e no âmbito estadual que são as policiais e bombeiros militares.

Uma das equipes do Getam, comandada pelo Soldado Reis, fez uma apresentação dinâmica no pátio da escola, apresentando os materiais de uso diário, técnicas especiais utilizadas pelos policiais e também respondendo a inúmeros questionamentos dos alunos.

As palestras foram acompanhadas por professores da escola e por uma equipe da Semed (Secretaria Municipal de Educação), comandada pela professora Rosália, que tem feito um trabalho de assistência psicológica aos alunos da escola agrotécnica de Dourados.

A próxima fase do projeto será a interação com as atividades operacionais da PM, como visita aos projetos sociais e as unidades operacionais pertencentes ao 3º BPM. Para o Sargento Arguelho, essa interação com a comunidade gerará muitos frutos num futuro não muito distante.

“Essas palestras são de cunho estritamente preventivos, visando em primeiro plano que nossas crianças e adolescentes não caiam na armadilha das drogas e, nessa fase do projeto, apresentando carreiras vibrantes que possam fazer frente as ilusões provocadas pela mídia, onde promovem a idolatria de criminosos e “demonizam” os policiais e suas ações. Temos que mostrar e provar que somos e participamos do lado bom da comunidade e que essa comunidade pode e deve confiar em seus policiais”, conclui Arguelho.
 

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAUUUU!!
Esposa de Faustão ostenta corpão em viagem por Honduras
ECONOMIA
Caged: 33 mil novos empregos formais foram criados em abril
APROVEITAMENTO
Potencial para transformação de biomassa em energia é amplo em MS
PROCON
Pesquisa aponta variação de quase 40% no preço do diesel na Capital
EXÉRCITO
Prazo para alistamento militar termina em 30 de junho
BRASIL
Câmara aprova novo marco regulatório para transporte de cargas
LEILÃO
Com lances a partir de R$ 10 mil, governo leiloa oito terrenos amanhã
REDE ABEVÊ
Veja vídeo da entrega do carro 0km para ganhadora de promoção
INTERNACIONAL
Trump assina ordem para suspender separação de famílias de imigrantes
DOURADOS
UFGD seleciona empreendimentos para Incubadora de Tecnologias Sociais e Solidárias

Mais Lidas

MS-276
Acidente entre trator e caminhonete mata homem em Dourados
COMPLICAÇÃO APÓS CIRURGIA
Juiz aposentado e ex-diretor da Agepen, Ailton Stropa, morre em São Paulo
RESERVA INDÍGENA
Homem é flagrado nu sobre menina de 7 anos em Dourados
SÃO PAULO
Jovem desaparecido há duas semanas foi preso com 74 kg de cocaína