Menu
Busca terça, 20 de fevereiro de 2018
(67) 9860-3221
Clube Indaiá - Janeiro 2018
AÇÃO DA PM

Ação da PM e Semed leva continuidade do projeto DNC à escola Agrotécnica de Dourados

04 outubro 2017 - 13h50Por Da redação

Dando seguimento ao atendimento do projeto “Diga Não ao Crime” desenvolvido pelo 3º BPM, o Sargento Arguelho que é o idealizador e palestrante do projeto, juntamente com uma das equipes do Getam (Grupo Especializado Tático Motorizado), do 3º BPM, realizaram na manhã desta terça-feira (03), uma apresentação especial sobre carreira militares no Brasil e, em especial sobre a carreira de policial militar no Mato Grosso do Sul, aos alunos da escola Agrotécnica Padre André Capelli, localizada na zona rural de Dourados.

No mês de agosto, foi realizada a primeira palestra do projeto na escola agrotécnica visando inibir a iniciação criminal de adolescentes de 13 a 17 anos, que tem como propulsor o vício em drogas licitas e ilícitas. Já na segunda fase do projeto, foi apresentado aos 70 alunos, alternativas profissionais viáveis que podem nortear o futuro de cada adolescente, sendo apresentada as carreiras militares no âmbito federal que são as forças armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica) e no âmbito estadual que são as policiais e bombeiros militares.

Uma das equipes do Getam, comandada pelo Soldado Reis, fez uma apresentação dinâmica no pátio da escola, apresentando os materiais de uso diário, técnicas especiais utilizadas pelos policiais e também respondendo a inúmeros questionamentos dos alunos.

As palestras foram acompanhadas por professores da escola e por uma equipe da Semed (Secretaria Municipal de Educação), comandada pela professora Rosália, que tem feito um trabalho de assistência psicológica aos alunos da escola agrotécnica de Dourados.

A próxima fase do projeto será a interação com as atividades operacionais da PM, como visita aos projetos sociais e as unidades operacionais pertencentes ao 3º BPM. Para o Sargento Arguelho, essa interação com a comunidade gerará muitos frutos num futuro não muito distante.

“Essas palestras são de cunho estritamente preventivos, visando em primeiro plano que nossas crianças e adolescentes não caiam na armadilha das drogas e, nessa fase do projeto, apresentando carreiras vibrantes que possam fazer frente as ilusões provocadas pela mídia, onde promovem a idolatria de criminosos e “demonizam” os policiais e suas ações. Temos que mostrar e provar que somos e participamos do lado bom da comunidade e que essa comunidade pode e deve confiar em seus policiais”, conclui Arguelho.
 

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BR-262
Homens são flagrados transportando cocaína em rodovia
CAMPO GRANDE
MP quer prefeitura cumprindo ordem de manutenção de canteiro em avenida
SERÁ?
Chocolate dá espinha? Dermatologista explica mitos e verdades
NOVA ANDRADINA
Pente fino apreende celulares e armas em presídio
INTERNACIONAL
A cidade europeia que adora estrangeiros
NOS CINEMAS
Pantera Negra nos telões e na moda
DOCES
Bolo Farofa de Doce de Leite, Coco e Damasco
ESTADO
Divulgada lista dos selecionados em curso no Centro Cultural para participar de espetáculo teatral
JUSTIÇA
Revogada decisão que soltou presos da Ouro de Ofir no plantão
O OUTRO LADO DO PARAÍSO
Lorena depõe contra Vinícius e pede perdão a Laura

Mais Lidas

ITAQUIRAÍ
Contador é executado com cinco tiros em MS
POLÍCIA
Acidente com caminhão carregado com cigarros mata motorista na MS-339
DESAPARECIMENTO
Ação conjunta encontra adolescente desaparecida na fronteira
DOURADOS
Homem é preso após invadir carro e furtar aparelho de som