Menu
Busca sábado, 06 de junho de 2020
(67) 99659-5905

Acadêmicos vivenciam profissão durante OLIGRAN

23 maio 2011 - 07h36

Além dos acadêmicos de Educação Física, os estudantes dos cursos de Enfermagem e Fisioterapia vivenciam a prática profissional durante as Olimpíadas da UNIGRAN, a OLIGRAN. Durante a realização dos jogos, os alunos desses cursos prestam socorros aos esportistas que se machucam durante as atividades.

O supervisor das atividades do curso Fisioterapia Winicyus Nobre Bispo Pereira, professor da disciplina de Fisioterapia Desportiva, disse que a atividade é muito importante para os acadêmicos vivenciarem a prática do que estudaram em sala de aula. “A atividade é importante para os acadêmicos vivenciarem a prevenção de lesões e os atendimentos primários das lesões”, falou.

Para o supervisor de Estágio de Enfermagem da UNIGRAN, Rodrigo Alexandre Teixeira, o espaço é de grande valia para os acadêmicos. “Assim eles conhecem a parte pré-hospitalar, que também faz parte da realidade da profissão”, diz.

O professor explica que um grupo de acadêmicos fica de plantão na quadra durante a realização dos jogos e com vários materiais a disposição como “prancha rígida para imobilização, talas flexíveis para colocação em membros, gelo, faixas, colar cervical, ataduras, materiais de curativos e até alguns a mais como o material para punção”, aponta.

O enfermeiro Rodrigo conta que geralmente os acidentes que acontecem durante os jogos são ‘leves’. “Os casos mais comuns são os traumas esportivos das extremidades, muita contusão muscular e queda, nada grave”, esclarece. O professor diz, ainda, que caso ocorra algum incidente mais sério, a conduta é prestar os primeiros socorros, encaminhar ao Posto de Enfermagem da Instituição e, caso necessário, chamar a emergência, que leva o paciente ao Hospital.

Sidineis Alves da Silva, acadêmico de Enfermagem, diz que a ação “é muito importante pelo fato da gente colaborar com os colegas e aprender mais, o professor está sempre presente orientando o que vamos realizar”. Luiz Eduardo Pablos, estudante de Fisioterapia, diz que também é uma oportunidade de se “ter contato com o paciente”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE PÚBLICA
OMS revê recomendações sobre uso e segurança de máscaras
PANDEMIA
Senado iniciou teste da covid-19 para quem trabalha presencialmente
DOURADOS
Questionário realizado na UFGD irá subsidiar ações de planejamento e reorganização institucional
CORUMBÁ
Marido agride e esposa e diz a ela que não será preso por conta de pandemia
LUTO NA MÚSICA
Dulce Nunes, voz de 'Pobre menina rica' e dos anos 1960, morre no Rio
CORONAVÍRUS
Pandemia causa quase 400 mil mortes em todo o mundo
EDUCAÇÃO
Boletos do Enem devem ser pagos até o próximo dia 10
DOURADOS
Procon retoma atendimento ao público na segunda-feira
PANDEMIA
Em tempos de isolamento social, cuidados com crianças e adolescentes precisam ser redobrados
MUNDO
Campeões de ontem e de hoje, Holyfield e Joshua participam de protestos contra o racismo

Mais Lidas

PANDEMIA
Em disparada, casos de Covid-19 tem novo recorde diário e passam de 400 em Dourados
DOURADOS
Suspeito de apontar arma na cabeça de motoboy para roubar veículo é apreendido
DOURADOS
Empresário que vendeu gasolina sem imposto vê tributo mal usado no país
DOURADOS
Polícia descobre central que abastecia “bocas de fumo” e prende traficante