Menu
Busca quarta, 19 de junho de 2019
(67) 9860-3221

Acadêmicos vivenciam profissão durante OLIGRAN

23 maio 2011 - 07h36

Além dos acadêmicos de Educação Física, os estudantes dos cursos de Enfermagem e Fisioterapia vivenciam a prática profissional durante as Olimpíadas da UNIGRAN, a OLIGRAN. Durante a realização dos jogos, os alunos desses cursos prestam socorros aos esportistas que se machucam durante as atividades.

O supervisor das atividades do curso Fisioterapia Winicyus Nobre Bispo Pereira, professor da disciplina de Fisioterapia Desportiva, disse que a atividade é muito importante para os acadêmicos vivenciarem a prática do que estudaram em sala de aula. “A atividade é importante para os acadêmicos vivenciarem a prevenção de lesões e os atendimentos primários das lesões”, falou.

Para o supervisor de Estágio de Enfermagem da UNIGRAN, Rodrigo Alexandre Teixeira, o espaço é de grande valia para os acadêmicos. “Assim eles conhecem a parte pré-hospitalar, que também faz parte da realidade da profissão”, diz.

O professor explica que um grupo de acadêmicos fica de plantão na quadra durante a realização dos jogos e com vários materiais a disposição como “prancha rígida para imobilização, talas flexíveis para colocação em membros, gelo, faixas, colar cervical, ataduras, materiais de curativos e até alguns a mais como o material para punção”, aponta.

O enfermeiro Rodrigo conta que geralmente os acidentes que acontecem durante os jogos são ‘leves’. “Os casos mais comuns são os traumas esportivos das extremidades, muita contusão muscular e queda, nada grave”, esclarece. O professor diz, ainda, que caso ocorra algum incidente mais sério, a conduta é prestar os primeiros socorros, encaminhar ao Posto de Enfermagem da Instituição e, caso necessário, chamar a emergência, que leva o paciente ao Hospital.

Sidineis Alves da Silva, acadêmico de Enfermagem, diz que a ação “é muito importante pelo fato da gente colaborar com os colegas e aprender mais, o professor está sempre presente orientando o que vamos realizar”. Luiz Eduardo Pablos, estudante de Fisioterapia, diz que também é uma oportunidade de se “ter contato com o paciente”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Em cenário paradisíaco, Letícia Lima brinca: "estou insuportável"
CAMPO GRANDE
Mãe procura rapaz de 21 anos que desapareceu no último sábado
UEMS
Estão abertas as inscrições para o Programa de Mobilidade Nacional
JUSTIÇA
Homem é condenado por esfaquear mulher e terá que pagar R$ 8 mil
TRÂNSITO
Mais de 233 mil veículos devem passar pela BR-163 no feriado
POLÍTICA
Cinco partidos de oposição anuncia obstrução à reforma da Previdência
DIA 24
Luiza Brunet será empossada embaixadora do Mãos EmPENHAdas
RURAL
Plano Safra terá R$ 225,59 bilhões em créditos para agricultores
CAMPO GRANDE
Mulher vai ao salão de beleza e quando sai encontra veículo incendiado
POLÍTICA
Senado aprova parecer que pede suspensão dos decretos das armas

Mais Lidas

FATALIDADE
Corpo de douradense é encontrado no rio Aquidauana
DOURADOS
Perseguição na Coronel Ponciano termina com homem preso e apreensão de mais de 700kg de maconha
PARAGUAI
Homem escapa de sequestro, mas acaba executado por pistoleiros em posto
RESERVA INDÍGENA
Dois são presos suspeitos pelas mortes de tio e sobrinho em Dourados