Menu
Busca quarta, 26 de setembro de 2018
(67) 9860-3221
EDUCAÇÃO

Acadêmicos demonstram criatividade na produção de novos medicamentos

23 junho 2015 - 10h04

O estágio supervisionado no curso de Farmácia da Unigran é um momento crucial na formação do acadêmico. E um desafio é lançado para quem está no último ano da graduação: criar soluções inovadoras e criativas para problemas cotidianos enfrentados por quem precisa utilizar medicamentos.

A coordenadora do Estágio Supervisionado do curso de Farmácia, Cláudia Regina Baur Arfux explica que os acadêmicos se dividem em grupos e cada um recebe um princípio ativo. O objetivo é apresentar um medicamento inovador, com uma forma farmacêutica diferente do que já tem no mercado.

Os estudantes produzem o medicamento, desenvolvem a bula, a embalagem, a propaganda e todos os processos. “Com esta atividade, conseguimos avaliar o que foi aprendido durante todo o curso e em especial no estágio. Eles passaram seis meses só fazendo estágio em manipulação e saúde pública, então vemos o resultado do que foi aprendido pelo aluno”, afirma Cláudia Arfux.

Neste semestre foram criados medicamentos inovadores como o “Chocomeno”, que serve para menopausa em forma de chocolate diet; o “Appétit Kids”, uma goma que vai estimular o apetite das crianças, um antibiótico para inalação; o “Transamida”, gel transdérmico para impedir náuseas e vômitos; o “Ciclovir” trata a herpes utilizando um bastão anti-herpético, que normalmente são pomadas; o “Termo Shake” é um shake termogênico com uma composição diferente que vai acelerar a queima de gordura, para quem vai pra academia e repõe a energia.

Além de estimular a criatividade, a atividade propôs o trabalho em equipe. O grupo da acadêmica Marcela Ribeiro de Souza inventou o “Cookies Calm”, um biscoito com o princípio ativo de Metoclopramida com Prometazina, que são antieméticos e provedores da sonolência, que evitam náusea e promovem o sono.

“Nosso medicamento é voltado para cachorros de pequeno porte. Porque na hora do transporte tanto aéreo quanto térreo é muito difícil. A função é facilitar esse transporte, pensando no bem-estar e na saúde dos animais”, menciona Marcela de Souza. A estudante destaca que a atividade foi importante para o crescimento profissional.



Deixe seu Comentário

Leia Também

LOTERIA
Mega-Sena deve pagar prêmio de R$ 2,5 milhões nesta quarta-feira
SUICÍDIO
Fórum e caminhada fecham a programação do “Setembro Amarelo”
NOVA ANDRADINA
Após agredir e ameaçar matar mulher homem foge, mas acaba preso
SEU BOLSO
Empréstimo consignado com garantia do FGTS começa nesta quarta
DOURADINA
Homem diz ser segurança, mas é preso com arma de uso restrito
DOURADOS
Perto do fim do prazo, cartórios têm movimento tranquilo por 2ª via de título
TEMPO
Quarta-feira nublada com possibilidade de chuva em Dourados
UAU
Aline Riscado curte praia com amigas e impressiona com corpão sarado
UFMS
PF investiga denúncia de acadêmico que ameaçou professores e alunos
OPORTUNIDADE
CIN abre vagas a curso de comércio exterior em Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia encontra bilhete com “mula” e fecha entreposto de drogas no Estrela Porã
OPERAÇÃO REMAKE
Gaeco cumpre mandados e apura desvio de R$ 670 mil em sindicato
BR-163
Gol carregado com maconha é apreendido em Dourados
ÁGUA BOA
Homem armado invade casa e leva dinheiro da vítima