Menu
Busca domingo, 26 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221
ARTIGO

A relação com a mãe no período da Adolescência

15 janeiro 2020 - 07h42Por Denise Caramori

Tradicionalmente a adolescência tem sido pensada como período de crise, momento da vida marcado por conflitos na relação com o outro, especialmente aqueles outros que não fazem parte da turma, como a mãe, por exemplo.


Nos estudos da Constelação Familiar Sistêmica de Bert Hellinger, e nos estudos de Psicanálise de D.W. Winnicott e Françoise Dolto, vemos que a relação com a mãe é a primeira relação que experienciamos ao nascer, a mãe é a primeira provedora, a amorosidade, a aceitação, o acolhimento, o sucesso na carreira profissional e o sorriso fácil.

A conexão com a mãe diz muito sobre o êxito de uma pessoa em seus relacionamentos, mostrando se ela é capaz ou não, de aceitar as pessoas e acolhe-las como são. Adolescentes que que não possuem conexão com a mãe costumam ser grandes julgadores, não conseguindo acolher ou aceitar a realidade à sua volta. Costumam cobrar demais, dos outros, e de si mesmos. 

O ato de julgar a própria mãe é algo que limita a vida do ser humano, impedindo-o de experienciar uma vida feliz e em paz, e isso ocorre muito durante o período da adolescência. A arrogância por parte dos filhos acaba sendo sentida por estes mesmos numa vida com destinos difíceis. Na medida que um filho exige da mãe o que acredita que não recebeu, cria uma desordem na hierarquia, com o tempo, passa a não querer mais receber o que a mãe tem à dar, tornando-se uma pessoa amarga e dura consigo mesma e com as pessoas ao seu redor. 

A hierarquia é a ordem da paz, ela está à serviço da paz na família e na sociedade, está à serviço do amor e da vida, os filhos que julgam a própria mãe, normalmente não conseguem se colocar à serviço da vida, pois costumam pensar: “a minha mãe não me serviu”. Como a pessoa não consegue dar, ela está sempre cobrando, assim, costuma ter dificuldades nos estudos, na decisão sobre a carreira profissional e nos seus relacionamentos.

É importante levarmos em consideração e refletirmos que por mais desafiadora e complexa que seja a história de filhos adolescentes com suas mães, o que importa no todo e no dia a dia, não é necessariamente sobre - amar a mãe, mas sim aceitar sua mãe como ela é. Aceitar que mãe é um ser humano cheio de defeitos como qualquer outro, que possui uma história com suas dificuldades, e que nasceu mãe com o nascimento do filho, com a difícil e extraordinária missão de aprender a ser mãe. Aceitar a mãe traz muitas curas, é um sentir-se provido e acolhido. 

É surpreendente o efeito que se pode observar num adolescente, quando este se sente e se expressa em sintonia com a sua mãe, está ali tudo o que se precisa. Quando se consegue tomar a mãe, tal como ela é, como uma fonte de força, o amor e a alegria tornam-se tranquilos, como o respeito. Como dizia Bert Hellinger:  “O sucesso tem o rosto da mãe.”    

 

Denise Caramori

Psicopedagoga/Terapeuta

Equoterapeuta/Equitadora

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Dourados recebe palestra com técnicas para fugir da rotina na empresa
CHAPADÃO DO SUL
Por ‘ciúmes’, homem espanca e fere com facada namorada de 19 anos
SAÚDE
Dia Mundial da Hanseníase destaca importância do tratamento
ANAURILÂNDIA
Jaguatirica é atropelada e morre às margens da rodovia MS-395
REGIÃO
Clube reúne todos os descontos oferecidos aos servidores estaduais
VILA MATOS
Mulher é assaltada por homem armado ao sair de padaria
PRAZO
Inscrições para 960 vagas em cursos de graduação do IFMS terminam hoje
PEDRO JUAN
Polícia paraguaia prende mais um fugitivo de penitenciária na fronteira
SIDROLÂNDIA
Prefeitura encerra hoje seleção com 221 vagas para professores
DOURADOS
Jovem morre no Hospital da Vida após sofrer acidente na BR-262

Mais Lidas

DOAÇÃO
Órgãos captados em Dourados vão salvar vidas em três Estados
DOURADOS
Motociclista bate em caminhão da coleta de lixo e fica em estado gravíssimo
MS
Homem é acusado de colocar sedativo no leite para abusar de enteada
DOURADOS
Designação para escolas e Ceim’s acontece neste sábado