Menu
Busca quinta, 23 de maio de 2019
(67) 9860-3221

77 anos: Dourados se moderniza e cresce com qualidade de vida

19 dezembro 2012 - 12h31

Crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) em R$ 500 milhões e aumento da renda per capta em R$ 2,5 mil por habitante em um ano, 0,8550 de índice Firjan de Desenvolvimento Municipal, abertura de quatro empresas por dia, ganho de 150 empreendedores individuais por mês e criação de 350 vagas de empregos por mês são dados que mostram o crescimento permanente de Dourados e com qualidade de vida.

Ao chegar aos 77 anos de fundação neste 20 de dezembro de 2012, a cidade apresenta um ritmo de crescimento muito bom nos últimos 10 anos, mesmo tendo enfrentado dois anos de crises administrativas por conta dos escândalos políticos. Em 2011, quando o prefeito Murilo Zauith (PSB) assumiu a administração, a cidade ganhou novo rumo e a confiança dos investidores e os resultados são surpreendentes. Tanto que é projetada uma população de 300 mil habitantes já para 2020.

Um dos fatores que mostram o crescimento econômico de Dourados é a abertura de empresas. Tendo como base apenas o registro da Jucems (Junta Comercial de MS) de 14 de abril do ano passado a 3 de outubro deste ano – ou seja, em 18 meses – a cidade ganhou 2.321 novas empresas matrizes e filiais, chegando a 11.941. Isso representa a abertura de 128 empresas por mês ou 4,2 empresas por dia. O crescimento na abertura de empresas foi 24,12% na gestão do prefeito Murilo.

Outro dado interessante, também com base nas estatísticas da Jucems, é o crescimento extraordinário da formalização de negócios como microempreendedores individuais. O número de microempreendedores saltou de 839 em 21 de dezembro de 2010 para 3.840 em 3 de setembro passado. Em 20 meses, 3.001 pessoas se formalizaram, legalizando o seu trabalho e recolhendo impostos. A média na administração atual é de 150 formalizações por mês ou 5 por dia. O crescimento foi de 357,68%.

###EMPREGO
O resultado disso é uma ótima geração de emprego formal. De acordo com dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do MTE (Ministério do Emprego e Renda), de janeiro a setembro deste ano Dourados criou 3.184 novos empregos, resultado de 21.570 contratações contra 18.386 desligamentos.

O setor que mais gerou empregos é o de serviços, com 2.727 novos postos, seguido da indústria, com 310, e do comércio, com 105. São 350 novos empregos criados por mês, motivados pelo crescimento da economia, sem contar as outras formas de contratações.

###PIB
A economia aquecida tem feito crescer o PIB (Produto Interno Bruto). De 2006 a 2010 o crescimento foi de 84,2%, passando de R$ 1,9 bilhão em 2006 para R$ 3,543 bilhões em 2010, conforme divulgado pelo IBGE no mês passado. Para 2011, 2012 é esperado um crescimento bem maior, em função do novo impulso econômico vivido por Dourados nesses últimos dois anos.

O PIB Per Capita, que significa o valor médio do que cada morador recebe por ano, também cresceu bastante em Dourados. Somente de 2009 para 2010, o crescimento foi de 14,20%, saltou de R$ 15.826,58 para R$ 18.074,64. O crescimento da renda nominal por pessoa foi de R$ 2.248, o que significa a injeção de milhões de reais a mais por ano no comércio e serviços.

###ISS
Outro dado que mostra o crescimento econômico de Dourados é a arrecadação de ISSQN (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza). Durante todo o ano de 2010, a prefeitura arrecadou R$ 36,480 milhões com ISSQN. Já de 1º de janeiro a 21 de novembro deste ano foram recolhidos R$ 50,115 milhões com o imposto.

A arrecadação em 2012 foi 37,37% maior que a de 2010, o que significa uma maior movimentação econômica neste ano.

###IFDM
Dourados cresce economicamente e com qualidade de vida. O IFDM (Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal), divulgado no final de novembro, mostra que Dourados tem um dos melhores índices de emprego e renda do país.

O IDFM de Dourados é de 0,8550, numa escala que vai de 0 a 1. É o segundo melhor índice do Estado, atrás apenas de Campo Grande (0,8729) e na 83ª posição nacional. Os resultados colocam Dourados no grupo de cidades brasileiras consideradas de alto desenvolvimento socioeconômico. Esse grupo é formado por apenas 2,2% dos 5.565 municípios brasileiros.

O setor sucroenergético também começa a contribuir para o crescimento da região de Dourados.

No ano passado a prefeitura lançou, por iniciativa do prefeito Murilo, o Polo de Serviços do Setor Sucroenergético, um projeto que já está em execução, preparando as empresas locais e trazendo outras de fora, para prestar serviço às indústrias de álcool, açúcar e energia produzidos a partir da cana. São pelo menos 15 indústrias desse segmento no entorno de Dourados.


Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Flávia Monteiro se diverte em praia do Ceará: "minha alma é uma eterna criança"
NOVA ANDRADINA
Menor agride mãe, ateia fogo em móveis, se tranca em cômodo e é salvo pela PM
UEMS
Acadêmicos participam de amistoso de Futebol Suiço na Aldeia Jaguapiru
ITAQUIRAÍ
Casal é investigado por golpes contra idosos que somam mais de R$ 500 mil
NOVO DECRETO
Exército vai definir em 60 dias quais armas cidadãos vão poder comprar
ACIDENTE
Motorista pega no sono e bate caminhão na traseira de outro na BR-163
FUTEBOL
Fifa desiste de fazer Copa do Mundo do Catar com 48 seleções
CRIME AMBIENTAL
Ambiental fecha suinocultura instalada em área protegida de nascentes
JUSTIÇA
Banco é condenado a ressarcir cheque extraviado de R$ 29 mil
UEMS
Estão abertas as inscrições para a VI edição do Enepex

Mais Lidas

POLÍCIA
Após pescaria, marido encontra desconhecido na frente de casa e ameaça mulher com arma em Dourados
PEDRO JUAN
Seis morrem e uma criança fica ferida após ataque de pistoleiros na fronteira
PEDRO JUAN
Três suspeitos de chacina na fronteira são presos pela polícia paraguaia
DOURADOS
Tropa de Choque chega à PED após suspeita de túnel e motim