Menu
Busca segunda, 16 de julho de 2018
(67) 9860-3221

77 anos: Dourados se moderniza e cresce com qualidade de vida

19 dezembro 2012 - 12h31

Crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) em R$ 500 milhões e aumento da renda per capta em R$ 2,5 mil por habitante em um ano, 0,8550 de índice Firjan de Desenvolvimento Municipal, abertura de quatro empresas por dia, ganho de 150 empreendedores individuais por mês e criação de 350 vagas de empregos por mês são dados que mostram o crescimento permanente de Dourados e com qualidade de vida.

Ao chegar aos 77 anos de fundação neste 20 de dezembro de 2012, a cidade apresenta um ritmo de crescimento muito bom nos últimos 10 anos, mesmo tendo enfrentado dois anos de crises administrativas por conta dos escândalos políticos. Em 2011, quando o prefeito Murilo Zauith (PSB) assumiu a administração, a cidade ganhou novo rumo e a confiança dos investidores e os resultados são surpreendentes. Tanto que é projetada uma população de 300 mil habitantes já para 2020.

Um dos fatores que mostram o crescimento econômico de Dourados é a abertura de empresas. Tendo como base apenas o registro da Jucems (Junta Comercial de MS) de 14 de abril do ano passado a 3 de outubro deste ano – ou seja, em 18 meses – a cidade ganhou 2.321 novas empresas matrizes e filiais, chegando a 11.941. Isso representa a abertura de 128 empresas por mês ou 4,2 empresas por dia. O crescimento na abertura de empresas foi 24,12% na gestão do prefeito Murilo.

Outro dado interessante, também com base nas estatísticas da Jucems, é o crescimento extraordinário da formalização de negócios como microempreendedores individuais. O número de microempreendedores saltou de 839 em 21 de dezembro de 2010 para 3.840 em 3 de setembro passado. Em 20 meses, 3.001 pessoas se formalizaram, legalizando o seu trabalho e recolhendo impostos. A média na administração atual é de 150 formalizações por mês ou 5 por dia. O crescimento foi de 357,68%.

###EMPREGO
O resultado disso é uma ótima geração de emprego formal. De acordo com dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do MTE (Ministério do Emprego e Renda), de janeiro a setembro deste ano Dourados criou 3.184 novos empregos, resultado de 21.570 contratações contra 18.386 desligamentos.

O setor que mais gerou empregos é o de serviços, com 2.727 novos postos, seguido da indústria, com 310, e do comércio, com 105. São 350 novos empregos criados por mês, motivados pelo crescimento da economia, sem contar as outras formas de contratações.

###PIB
A economia aquecida tem feito crescer o PIB (Produto Interno Bruto). De 2006 a 2010 o crescimento foi de 84,2%, passando de R$ 1,9 bilhão em 2006 para R$ 3,543 bilhões em 2010, conforme divulgado pelo IBGE no mês passado. Para 2011, 2012 é esperado um crescimento bem maior, em função do novo impulso econômico vivido por Dourados nesses últimos dois anos.

O PIB Per Capita, que significa o valor médio do que cada morador recebe por ano, também cresceu bastante em Dourados. Somente de 2009 para 2010, o crescimento foi de 14,20%, saltou de R$ 15.826,58 para R$ 18.074,64. O crescimento da renda nominal por pessoa foi de R$ 2.248, o que significa a injeção de milhões de reais a mais por ano no comércio e serviços.

###ISS
Outro dado que mostra o crescimento econômico de Dourados é a arrecadação de ISSQN (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza). Durante todo o ano de 2010, a prefeitura arrecadou R$ 36,480 milhões com ISSQN. Já de 1º de janeiro a 21 de novembro deste ano foram recolhidos R$ 50,115 milhões com o imposto.

A arrecadação em 2012 foi 37,37% maior que a de 2010, o que significa uma maior movimentação econômica neste ano.

###IFDM
Dourados cresce economicamente e com qualidade de vida. O IFDM (Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal), divulgado no final de novembro, mostra que Dourados tem um dos melhores índices de emprego e renda do país.

O IDFM de Dourados é de 0,8550, numa escala que vai de 0 a 1. É o segundo melhor índice do Estado, atrás apenas de Campo Grande (0,8729) e na 83ª posição nacional. Os resultados colocam Dourados no grupo de cidades brasileiras consideradas de alto desenvolvimento socioeconômico. Esse grupo é formado por apenas 2,2% dos 5.565 municípios brasileiros.

O setor sucroenergético também começa a contribuir para o crescimento da região de Dourados.

No ano passado a prefeitura lançou, por iniciativa do prefeito Murilo, o Polo de Serviços do Setor Sucroenergético, um projeto que já está em execução, preparando as empresas locais e trazendo outras de fora, para prestar serviço às indústrias de álcool, açúcar e energia produzidos a partir da cana. São pelo menos 15 indústrias desse segmento no entorno de Dourados.


Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTEBOL
Brasileiro da Série D tem disputa semifinal nesta segunda
CORPAL OPEN DE TÊNIS
Dourados receberá torneio profissional de tênis
EMPRESARIADO
Feira do Empreendedor MS 2018 é lançada na Capital
EM JUNHO
Trânsito matou uma pessoa a cada 5 dias em Dourados
CAMPO GRANDE
Facção tentou contratar "Lúcifer" para matar inimigo em presídio
DINHEIRO PÚBLICO NO RALO
Abandonada pelo poder público, obra em parque vira "casa" de vândalos e cracolândia
BRASIL
Banco estatal alcança 76,8 milhões de contas poupança
MIRANDA
PMA leva conscientização ambiental durante a Feira Indígena
MS
Em sua 5ª edição, Batalha de Bandas abre inscrições para bandas autorais
CAMPANHA SEGUE
Dourados segue com vacinação antirrábica itinerante

Mais Lidas

ACIDENTE
Douradense morre horas depois de cair do cavalo em fazenda
RESIDENCIAL BONANZA
Homem atropela casal em Dourados após ser contrariado
DOURADOS
Homem é assassinado na porta da própria casa
DOURADOS
Homem é atropelado após “roletar” avenida com bicicleta motorizada