Menu
Busca terça, 13 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
NA LATA!

Exposição em MS leva deputados à delegacia

15 setembro 2017 - 06h13

Morto-vivo - A Vivo literalmente "morreu" entre a tarde e a noite de quarta-feira em Dourados. A falha no sinal deixou os usuários sem contato em toda a cidade. A operadora já foi motivo de ações no Ministério Público, Procon e outros órgãos competentes, porém, o serviço continua de péssima qualidade.

Enriquecimento - Diretor da Associação dos Universitários de Rio Brilhante entrou na mira do MPE (Ministério Público Estadual) sob a suspeita de enriquecimento ilícito através de convênio e recebimento de recursos públicos que acabaram mal aplicados entre os anos de 2013 e 2016.

Oitiva - O secretário de Fazenda do governo e deputado federal licenciado, Márcio Monteiro (PSDB), será o primeiro a depor na CPI da JBS que tramita na Assembleia de Mato Grosso do Sul. A convocação foi decidida na reunião da Comissão realizada na quarta-feira.

Oitiva 2 - Márcio vai prestar os esclarecimentos no dia 20, próxima quarta. Na mesma data, é prevista visita de integrantes da CPI a unidade da JBS em Coxim. Até o momento, todas as viagens agendadas pela Comissão acabaram canceladas após a empresa afirmar irregularidades.

Buraqueira - A paralisação dos serviços de tapa-buraco em Dourados serviu para manter muitas ruas da região central intransitáveis com suas enormes e múltiplas crateras. Nos bairros então, a situação é ainda pior.

Pedofilia - Grupo de deputados estaduais deixou a Assembleia Legislativa na manhã de quinta-feira para registrar boletim de ocorrência contra obra da artista plástica Alessandra Cunha, exposta no Marco (Museu de Arte Contemporânea), em Campo Grande. A pintura, denominada ‘pedofilia’, caracteriza uma menina ao lado de dois homens com o pênis ereto.

Protesto - Pouco antes, durante a sessão, os parlamentares se posicionaram fortemente contra a artista, que é de Minas Gerais. O deputado Paulo Siufi, por exemplo, chamou as obras de Alessandra de ‘porcariada’.

Sobrou - Nem Fundação de Cultura de MS escapou das críticas. Houve questionamento sobre quem teria autorizado a exposição. "Para aquilo estar lá é porque alguém viu e gostou. É um absurdo apenas normal em mentes pornográficas e nos surpreende que ninguém tenha visto isso antes", disse Maurício Picarelli (PSDB).

Agora? - Só para constar, a exposição está no Marco desde junho e tem previsão de encerramento no domingo.


Na rede - "O Congresso aprovou a PEC do Teto dos Gastos, mas a gasolina, o gás, energia e outras coisas sobem toda a semana e o brasileiro, ó!"... frase que circula na internet.

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

Deixe seu Comentário

Leia Também

MIRANDA
Crianças indígenas são atropeladas por caminhonete e suspeita é de crime
MS-276
Polícia apreende mais de uma tonelada de maconha em caçamba
CASA PRÓPRIA
Caixa suspende Minha Casa Minha Vida para faixa intermediária
INDUBRASIL
Polícia caça suspeito de matar diarista investigada por latrocínio
JUSTIÇA ELEITORAL
TSE dá 3 dias para Bolsonaro esclarecer 'inconsistências' em contas
UFGD
Abertas inscrições para doutorado em Biotecnologia e Biodiversidade
BRASILÂNDIA
Estudantes de escola de MS criam dicionário de línguas indígenas
JUSTIÇA
Calúnia e difamação em rede social geram dano moral a usuário
ECONOMIA
Dólar fecha em alta de quase 2% e ultrapassa R$ 3,80
BRASIL
Agricultura deverá assumir pesca, pequenos produtores e Incra

Mais Lidas

ÑU VERA
Homem morre em Dourados após bebedeira
ANGÉLICA
Jovem morre atropelado durante o trabalho em pátio de usina
PEDRO JUAN
Advogada de narcotraficantes brasileiros morre após atentado na fronteira
PARAGUAI
Polícia paraguaia acredita que pistoleiros brasileiros mataram advogada