Menu
Busca segunda, 18 de novembro de 2019
(67) 9860-3221
NA LATA!

Exposição em MS leva deputados à delegacia

15 setembro 2017 - 06h13

Morto-vivo - A Vivo literalmente "morreu" entre a tarde e a noite de quarta-feira em Dourados. A falha no sinal deixou os usuários sem contato em toda a cidade. A operadora já foi motivo de ações no Ministério Público, Procon e outros órgãos competentes, porém, o serviço continua de péssima qualidade.

Enriquecimento - Diretor da Associação dos Universitários de Rio Brilhante entrou na mira do MPE (Ministério Público Estadual) sob a suspeita de enriquecimento ilícito através de convênio e recebimento de recursos públicos que acabaram mal aplicados entre os anos de 2013 e 2016.

Oitiva - O secretário de Fazenda do governo e deputado federal licenciado, Márcio Monteiro (PSDB), será o primeiro a depor na CPI da JBS que tramita na Assembleia de Mato Grosso do Sul. A convocação foi decidida na reunião da Comissão realizada na quarta-feira.

Oitiva 2 - Márcio vai prestar os esclarecimentos no dia 20, próxima quarta. Na mesma data, é prevista visita de integrantes da CPI a unidade da JBS em Coxim. Até o momento, todas as viagens agendadas pela Comissão acabaram canceladas após a empresa afirmar irregularidades.

Buraqueira - A paralisação dos serviços de tapa-buraco em Dourados serviu para manter muitas ruas da região central intransitáveis com suas enormes e múltiplas crateras. Nos bairros então, a situação é ainda pior.

Pedofilia - Grupo de deputados estaduais deixou a Assembleia Legislativa na manhã de quinta-feira para registrar boletim de ocorrência contra obra da artista plástica Alessandra Cunha, exposta no Marco (Museu de Arte Contemporânea), em Campo Grande. A pintura, denominada ‘pedofilia’, caracteriza uma menina ao lado de dois homens com o pênis ereto.

Protesto - Pouco antes, durante a sessão, os parlamentares se posicionaram fortemente contra a artista, que é de Minas Gerais. O deputado Paulo Siufi, por exemplo, chamou as obras de Alessandra de ‘porcariada’.

Sobrou - Nem Fundação de Cultura de MS escapou das críticas. Houve questionamento sobre quem teria autorizado a exposição. "Para aquilo estar lá é porque alguém viu e gostou. É um absurdo apenas normal em mentes pornográficas e nos surpreende que ninguém tenha visto isso antes", disse Maurício Picarelli (PSDB).

Agora? - Só para constar, a exposição está no Marco desde junho e tem previsão de encerramento no domingo.


Na rede - "O Congresso aprovou a PEC do Teto dos Gastos, mas a gasolina, o gás, energia e outras coisas sobem toda a semana e o brasileiro, ó!"... frase que circula na internet.

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORUMBÁ
Homem invade residência, atira em outro e foge de caminhonete
COAF
Toffoli revoga decisão de acessar dados sigilosos de 600 mil contribuintes
SEXTA EDIÇÃO
Festival gastronômico CataGuavira começa sexta-feira em Bonito
UEMS
Ação preventiva sobre a saúde do homem será quinta-feira em Dourados
CORUMBÁ
Morre em hospital ciclista, de 51 anos, atropelado por veículo
BRASIL
Bolsonaro diz que a reforma administrativa será a 'mais suave possível'
GOLPE
Deu cartão para garota cobrar programa e perdeu mais de R$ 2 mil
ID ESTUDANTIL
MEC informa que emissão da "Carteira de Estudante" não está disponível
CRIME AMBIENTAL
Trator passando em cima de jacarés será investigado pela PMA
BELA VISTA
Condenada por matar filha bebê é encontrada morta em presídio

Mais Lidas

POLÍCIA
Vereador é agredido e roubado quando ia para igreja em Dourados
DOURADOS
Motociclista fica gravemente ferido após colisão no Parque Alvorada
FURTO
Casal é flagrado dentro de panificadora fechada na madrugada
DOURADOS
Mulher ameaça policiais com facão em abordagem por manobras perigosas