Menu
Busca quinta, 24 de maio de 2018
(67) 9860-3221
SICREDI
NA LATA!

Ex-governador tem apostado na internet para se aproximar de futuros leitores

25 setembro 2017 - 06h12

Vivo - É cada dia pior o sinal da operadora Vivo em Dourados. Na semana passada, pelo menos por dois dias, os usuários ficaram horas e horas sem conseguir utilizar o telefone celular. Sem sinal, a internet também não funcionava, causando enorme transtorno.

Terceira - Operação Fraus desencadeada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) na PED (Penitenciária Estadual de Dourados) na manhã de sexta-feira é a quarta envolvendo o nome da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) no ano.

Outras - Em janeiro a Agência foi alvo das operações Xadrez e Girve, a segunda inclusive terminou no pedido de demissão do então diretor da Agepen, Ailton Stropa. Já em maio o ex-diretor do presídio semiaberto de Dourados, Rogélio Vasques Vieira, foi preso dentro da Operação Apanágio.

Sem celular - O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) parece ressabiado com gravações feitas por terceiros, tanto que, em reunião ocorrida na quarta-feira com deputados estaduais na Assembleia Legislativa, todos tiveram que deixar o aparelho do lado de fora.

Plenarinho - Após tentativas frustradas de viagens para fiscalizar frigoríficos da JBS, integrantes da CPI que apura irregularidades fiscais em contratos assinados entre a empresa e o governo do Estado, agendou apenas reunião no Plenarinho da Assembleia, na tarde de quarta.

Prêmio - A Câmara de Vereadores de Dourados entrega nesta segunda-feira a Luís Mario Catellan, o Prêmio Coração Verde. O homenageado do ano foi contemplado pelo desenvolvimento de projeto que utiliza a reciclagem do vidro para revestir paredes.

Defesa - Com o plenário vazio na sexta-feira a Câmara dos Deputados adiou a leitura da nova denúncia entregue pelo STF (Supremo Tribunal Federal) contra o presidente Michel Temer (PMDB). O relatório, com aproximadamente 260 páginas deve ser lido amanhã.

Ipês - A chegada da Primavera não passou despercebida pelo ex-governador André Puccinelli (PMDB). Em sua conta na rede social ele saudou a nova estação fazendo seu ‘merchan’. Puccinelli lembrou que quando prefeito da Capital, entre 1999 e 2006, foi o responsável pelo plantio de milhares de mudas de ipês.

Facebook - Atolado em diversas denúncias, André Puccinelli tem utilizado de forma constante a ferramenta social para manter contato com a população. O ex-governador, que pode se candidatar a disputa do governo no ano que vem, possuí quase 80 mil seguidores.

Aluno - A prefeitura de Dourados coloca em funcionamento hoje, a partir das 14h, o portal do aluno, ferramenta virtual que irá proporcionar aos pais acompanhar a vida escolar de seus filhos através da internet.

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

Deixe seu Comentário

Leia Também

VANDALISMO
Incêndio afeta pelo menos 10 bairros em Dourados
GERAL
PM de Dourados recebe homenagem da OAB durante 1ª Conferencia da Mulher Advogada
Evento aconteceu em Campo Grande
LIBERTADORES
Com novo técnico, Corinthians busca liderança contra Millonarios
CIDADES
Corumbá e Coxim recebem atendimento com o ‘Cassems Itinerante’ no fim de semana
EDUCAÇÃO
IFMS abre 195 vagas em cursos técnicos de nível médio
Vagas são para Aquidauana, Coxim, Dourados, Jardim e Três Lagoas. Inscrições são gratuitas e começam no próximo dia 30
ARTIGO
A greve dos caminhoneiros e a prática abusiva por parte dos empresários do ramos de combustível
DOURADOS
MP quer Agepen adotando medidas para garantir monitoramento na PED
ELEIÇÕES 2018
TSE define quanto cada partido receberá de fundo eleitoral
GASOLINA A R$ 5
Contra abuso nos preços, força-tarefa autua postos em Dourados
DOURADOS
Pedro Pepa pede apoio a deputado estadual para pavimentação de via

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Douradense morre em acidente na MS-270
RODOVIAS BLOQUEADAS
Greve dos caminhoneiros pode paralisar indústria em Dourados
MANIFESTAÇÃO
Caminhoneiros bloqueiam três trechos da BR-163 em Dourados
OPERAÇÃO OIKETIKUS
Gaeco volta às ruas contra "máfia do cigarro"