Menu
Busca quinta, 22 de agosto de 2019
(67) 9860-3221
NA LATA!

Ex-aliados "se atacam" em sessão da Câmara

20 setembro 2017 - 06h14

Atravessado - Ex-aliados, agora ‘inimigos, os vereadores Cirilo Ramão (PMDB) e a presidente da Câmara, Daniela Hall (PSD), protagonizaram uma cena digna de ‘toma lá, dá cá’ na sessão da noite de segunda-feira na Casa de Leis.

Atravessado 2 - Cirilo cobrou em público a colega sobre a exoneração de servidor comissionado do local e recebeu a resposta direta e atravessada: "por ele ter sido condenado pela Justiça". Depois disso, o clima ficou ‘pesado’ no local.

Saiu - Cirilo é o segundo secretário da Mesa Diretora da Câmara e deixou a base que fazia oposição ao governo Délia Razuk (PR) no dia 29 de agosto, durante pronunciamento em plenário e agora atua na situação da prefeita de Dourados.

Exames - A 10ª Promotoria de Justiça de Dourados investiga uma suposta irregularidade cometida pelo município no que diz respeito a disponibilização de ecocardiogramas à população.

Demora - A demora para se conseguir realizar o ‘check-up’ tem durado, em alguns casos, quase dois anos, conforme é mostrado no inquérito civil instaurado pelo MPE (Ministério Público Estadual).

Enquete - Por falar em saúde pública, enquete promovida pelo Dourados News questionou como melhorar essa questão no país e para a maioria, a situação é simples, utilizar os recursos destinados para o devido fim. A escolha foi feita por 78,54% dos internautas. Já 10,93% não acreditam em salvação para o fato. Construção de hospitais e contratação de mais profissionais aparecem com 8,91% e 1,62%, respectivamente.

Lula - O ex-presidente Lula pode desembarcar em Mato Grosso do Sul no início do ano que vem, segundo informação repassada pelo deputado federal Zeca do PT, que pode se lançar candidato ao Senado ou governo, em 2018.

Emendas - A liberação fracionada de recursos de emendas parlamentares tem gerado críticas à gestão estadual na Assembleia Legislativa. Devido a esses atrasos, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) se reúne hoje, às 11h30, com os deputados estaduais para debater o assunto.

Abriu mão - Questionado ontem pelos 3% de aprovação do presidente Michel Temer (PMDB), segundo pesquisa CNT, o presidente da CPMI da JBS, deputado federal Carlos Marun (PMDB/MS), afirmou que seu defensor/correligionário abriu mão de ser popular para fazer o que deveria ser feito. Isso se resume a aumentar impostos, reduzir investimentos e principalmente, mexer na aposentadoria da população.

Pinóquio - Já em relação a convocação dos irmãos Batista para responder à CPMI, Carlos Marun afirmou não ter pressa para que isso aconteça, mas cobrará documentos para sustentar as delações "porque mentir, eles já mentiram muito’, contou em coletiva no Congresso.

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

Deixe seu Comentário

Leia Também

AGENDA EM MS
Ministro das Relações Exteriores estuda instalação de escritório do Itamaraty em MS
BRASIL
PGR empossa líder de lista tríplice como procurador-geral do trabalho
TJMS
Feriado do Servidor Público é transferido para o dia 10 de outubro
BRASIL
PF abre inquérito para investigar indícios de sabotagem em sistemas do MEC
MS
Mais três novas frentes são criadas por deputados estaduais
CRIME AMBIENTAL
Desmatamento irregular gera multa de R$ 9 mil a homem
BRASIL
No Senado, CCJ realiza último dia de debates sobre Previdência
ASSEMBLEIA
Deputados aprovam projetos de lei e de emenda constitucional
DOURADOS
Hospital da Vida tem nova captação de órgãos
FLAGRA
Comboio com contrabando é apreendido em MS

Mais Lidas

POLÍCIA
Travesti furta veículo e é presa em Dourados
BR-163
Pedaço de pneu na pista causou acidente com morte que envolveu quatro carretas
CAARAPÓ
Colisão frontal entre carretas deixa um morto na BR-163
CAARAPÓ
Ferido em acidente com morte na BR-163 é transferido para Dourados