Menu
Busca sábado, 19 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221
NA LATA!

Com tantos escândalos, "Macaco Tião" nadaria de braçadas em 2018

11 setembro 2017 - 06h12

Hambúrguer - A rede de fast-food Burger King vai inaugurar nos próximos meses a sua loja de rua em Dourados, na avenida Hayel Bon Faker, entre a Marcelino Pires e Weimar Torres. Outra unidade deve funcionar no shopping, que passará por ampliação.

Cabeças - Três parlamentares sul-mato-grossense foram apontados para a lista dos "cabeças" do Congresso Nacional em 2017. Fiel escudeiro de Michel Temer (PMDB), o deputado federal Carlos Marun é um deles, ao lado dos senadores Waldemir Moka e Simone Tebet, todos do PMDB.

Privatizada? - O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) negou em entrevista a Rádio Capital, de Campo Grande, que tenha intenção de vender a Sanesul, mas ao mesmo tempo deixou claro que a unidade deve ser repassada a inciativa privada, mas com formato de parceria.

Alvo - Ainda repercutindo o desfile cívico em Dourados, o vereador Braz Melo (PSC) voltou a ser chamado de ‘cupincha’ por professores em greve. O fato aconteceu logo na abertura da solenidade. Na segunda passada o parlamentar foi alvo dos grevistas durante sessão na Câmara.

Ausente - O deputado federal Geraldo Resende (PSDB) deixou de prestigiar o desfile em Dourados e viajou para o Sul do Estado, onde participou de atos cívicos em Mundo Novo e Japorã. Por aqui, seu nome foi bastante lembrado pelos manifestantes, não de forma positiva.

Debate - O Sindicom (Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista) realiza na quinta-feira, às 8h, um debate sobre os efeitos e os impactos que podem ser causados pela reforma trabalhista, aprovada pelo Congresso e sancionada pelo presidente Michel Temer (PMDB) em julho. O advogado José Carlos Parpinelli Júnior responderá aos questionamentos dos presentes.

Tião - Lula, Dilma, Temer, Aécio e tantos outros nomes ficaram tão "sujos" diante dos recentes escândalos apresentados que, se as votações ainda ocorressem através das antigas cédulas de papel, o famoso ‘Macaco Tião’ venceria o pleito presidencial do ano que vem tranquilamente.

Quem? - Tião foi lançado candidato à prefeitura do Rio de Janeiro (RJ) em 1988, pela revista "Casseta Popular" e tinha objetivo defender o voto nulo nas eleições daquele ano e recebeu 400 mil votos, ficando na terceira colocação entre 12 postulantes ao cargo do Executivo na capital fluminense.

Fantasmas - O Ministério Público Estadual instaurou inquérito civil para apurar supostos servidores fantasmas na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. São dois nomes investigados, conforme a promotoria.

CPI - Por falar em Assembleia, membros da CPI que apura irregularidades fiscais através de contratos firmados entre a JBS e o governo do Estado viaja para Naviraí e Nova Andradina na quarta-feira para conferir se existe emissão de notas frias no local.

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

Deixe seu Comentário

Leia Também

INTERNACIONAL
Explosão de oleoduto no México deixa pelo menos 20 mortos
OPORTUNIDADE
Projovem Urbano está com processo seletivo aberto para profissionais da área de educação
IVINHEMA
Homem denuncia roubo e moto é recuperada rapidamente
SEGURANÇA PÚBLICA
Ação policial "sitia" fronteira para evitar ataques criminosos
BRASIL
"Estou do lado da verdade", diz repórter que acusa Datena de assédio sexual
DOURADOS
Empresários pedem melhorias na geração de energia no Distrito Industrial
FUTEBOL
São Paulo e Santos entram em campo hoje no início do Paulistão
DOURADOS
Movimento prepara “carta de cassação” contra vereadores investigados por corrupção
BRASIL
OMS lista as 10 principais ameaças para a saúde em 2019
CRIME AMBIENTAL
"Pescadores ninjas" tentam afundar embarcação e fogem de abordagem

Mais Lidas

POLÍCIA
Rapaz é preso acusado de realizar ‘disk-droga’ em Dourados
DOURADOS
Investigado por corrupção, Idenor Machado volta a ser preso
FAKE NEWS
Eleandro Passaia é chamado para depor em caso de morte de jogador Daniel
DOURADOS
Consumidores reclamam dos valores nas contas e prometem protesto contra a Energisa