Menu
Busca quarta, 19 de junho de 2019
(67) 9860-3221
NA LATA!

Bancada de MS volta a se dividir, agora em relação ao “distritão”

21 setembro 2017 - 06h15

Reeleição - Restando pouco mais de um ano para as eleições, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) vem deixando claro suas intenções de buscar a reeleição em conversa com prefeitos e lideranças de várias regiões do Estado.

Disputa - Também é cada vez mais evidente que o atual chefe do Executivo possa ter um rival de peso nessa disputa, o juiz federal Odilon Oliveira, que se mostra cada vez mais propenso a aceitar o convite feito pelo PDT para entrar de vez na corrida pelo governo. Além de Odilon, Zeca do PT e André Puccinelli (PMDB) não descartam concorrer ao cargo.

Marqueteiro - O juiz, inclusive, participou na semana passada de encontro com o ex-marqueteiro de Lula, Paulo de Tarso Santos. O publicitário atuou na campanha do ex-presidente nos anos de 1989 e 1994, quando ele foi derrotado por Fernando Collor e Fernando Henrique Cardoso, respectivamente.

Imposto - No mesmo caminho dos governos federal e estadual, a prefeita Délia Razuk (PR) quer aumentar a arrecadação do município de qualquer maneira e apresentou projeto na Câmara local para ampliar a cobrança sobre o imposto pago pela prestação de serviços a profissionais liberais que atuam em Dourados.

Primeira - A proposta foi analisada e aprovada em primeira votação na noite de segunda-feira (18) e deve retornar a pauta na próxima sessão. Profissionais como pintores de parede, vigilantes e costureiras, por exemplo, poderão ter que pagar o tributo, caso o projeto passe pelo Legislativo.

Distritão - A bancada sul-mato-grossense na Câmara dos Deputados ficou dividida – mais uma vez – na votação da PEC que modificaria o processo eleitoral no país concedendo mandatos aos candidatos mais bem votados, o chamado ‘distritão’. Atualmente o modelo é proporcional às legendas.

Quem? - Geraldo Resende (PSDB), Elizeu Dionísio (PSDB), Tereza Cristina (PSB) e Carlos Marun (PMDB) foram contra, enquanto Zeca do PT, Vander Loubet (PT), Dagoberto Nogueira (PDT) e Mandetta (DEM), votaram favoráveis a nova proposta.

Onco - Reunião agendada para segunda-feira, às 15h, no Ministério Público Estadual, vai debater a prestação de serviço da oncologia no município. Atualmente os pacientes de câncer atendidos pelo SUS (Sistema Único de Saúde) fazem tratamento no Hospital da Vida. A Cassems, vencedora da licitação na prestação de serviços ambulatoriais, ainda não terminou a adequação de seu prédio.

Queda de braço - Apesar do retorno das aulas no período normal, um terço dos educadores permanecem em greve na Rede Municipal de Ensino de Dourados e mantém jogo duro contra a prefeitura. Na terça-feira eles protocolaram documento cobrando alguns pontos da prefeitura.

Inadimplentes - A exemplo do que ocorre em Dourados, o governo do Estado busca arrecadar com inadimplentes e vai dar desconto de até 95% para aqueles contribuintes em débito. O projeto foi apresentado ontem na Assembleia Legislativa de MS.


Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Moro diz ter aceitado ministério para consolidar combate à corrupção
PARANHOS
Veículo roubado em SP é recuperado com quase meia tonelada de maconha
AMBIENTAL
Operação Corpus Christi começa com foco na repressão à pesca predatória
ARTIGO
O que muda com a nova "Lei do pente fino" do INSS
BRASIL
Começa hoje a convocação dos candidatos da lista de espera do Sisu
TV
Ratinho recebe Sergio Moro e exalta ministro: "Único herói brasileiro"
NOVA ANDRADINA
Ao atender portão, homem é surpreendido e morto a facada
BRASIL
Analfabetismo no Brasil cai entre 2016 e 2018 de 7,2% para 6,8%
CAMPO GRANDE
Pai é preso pelo estupro da própria filha de dois anos
ASSEMBLEIA
Sete projetos estão pautados para a Ordem do Dia desta quarta-feira

Mais Lidas

FATALIDADE
Corpo de douradense é encontrado no rio Aquidauana
DOURADOS
Perseguição na Coronel Ponciano termina com homem preso e apreensão de mais de 700kg de maconha
PARAGUAI
Homem escapa de sequestro, mas acaba executado por pistoleiros em posto
RESERVA INDÍGENA
Dois são presos suspeitos pelas mortes de tio e sobrinho em Dourados