Menu
Busca quinta, 19 de setembro de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Volta de ‘afastados’ deve salvar Júnior Rodrigues de cassação

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

19 agosto 2019 - 00h04

Manutenção – Prestes a receber novos voos e, consequentemente ter um aumento significativo de passageiros, o Aeroporto Francisco de Matos Pereira, em Dourados, entrou na mira do Ministério Público Estadual pela falta de materiais essenciais básicos aos usuários, como papel higiênico e papel toalha, por exemplo. 

Procedimento – No procedimento preparatório instaurado, o promotor de Justiça Etéocles Brito Mendonça Dias Júnior, da 10ª Promotoria de Dourados, aponta que no local são cobrados R$ 25 de taxa de embarque, porém, os serviços básicos não são oferecidos. O promotor ainda pede resposta da Secretaria Municipal de Administração sobre licitação para aquisição de materiais de limpeza para atender a demanda existente. 

Força – A nova ‘dança das cadeiras’ na Câmara de Vereadores de Dourados trará à prefeita Délia Razuk (sem partido), ao menos a princípio, a maioria dos parlamentares da Casa e, consequentemente, maior facilidade para governar. 

Livramento – Com os retornos de Braz Melo (PSC), Cirilo Ramão (MDB) e Pedro Pepa (DEM), quem também deve estar sorrindo de ‘orelha a orelha’ é o vereador Junior Rodrigues (PL). Alvo de processante, na teoria, terá apoio dos colegas que fazem parte da base aliada para se salvar de uma possível cassação. 

Saúde – Mais um capítulo no drama que virou a saúde pública em Dourados é evidenciado, agora um procedimento preparatório foi instaurado para apurar a morte de um paciente no dia 21 de julho, motivado, a princípio, pela falta de médico no Hospital da Vida. 

Filiação – O senador Delcídio do Amaral deve mesmo disputar as eleições do ano que vem e, para isso, aceitou convite do PTB para se colocar à disposição ao pleito, conforme já vislumbrava ao entrar na corrida pelo Senado no ano passado. Resta saber se concorrerá na Capital ou em Corumbá, cidade onde nasceu. 

Atrito – Disposto a entrar na corrida pelo executivo em 2020, o PSL em Dourados terá imbróglio para resolver até a definição do nome a ser lançado. Pré-candidato assumido sob as bênçãos da presidente estadual da legenda, senadora Soraya Thronicke, o produtor rural Aristeu Carbonaro não vê em Rodolfo Nogueira, espaço para entrar na disputa interna pela vaga. 

Ausente – Em meio a ‘febre’ que resultou na eleição do presidente Jair Bolsonaro (PSL), Rodolfo, que se apresenta como da ‘cozinha’ do atual mandatário nacional, chegou a se colocar como pré-candidato pelo município. Porém, os recentes atritos com a senadora Soraya, a qual é primeiro suplente, causaram desgaste entre as partes. Ele também não compareceu ao ato de filiação do partido realizado no sábado, em Dourados.  

Racha – Mesmo evidenciado, a senadora negou racha dentro do PSL local e estadual, porém, durante coletiva na manhã de sábado, em Dourados, destacou apenas o nome dela, do deputado estadual Renan Contar e do federal Loester Trutis, entre as lideranças da legenda com mandato. Em seguida, aproveitou para ‘cutucar’ Luiz Ovando [deputado federal] e sequer citou o nome de Coronel Davi, deputado estadual. 

Converseiro – Viatura caracterizada da Polícia Federal escoltando a senadora Soraya Thronicke estacionada em frente a Câmara de Dourados, chamou a atenção de populares que abordaram repórter do Dourados News questionando se havia alguma operação em andamento no local. 

*Colaborou André Bento

Deixe seu Comentário

Leia Também

“Chapa esquenta” durante sessão e deputados têm debates acalorados na ALMS
Após agenda cancelada, ministro deve vir a Dourados em outubro
Deputado pode estar voltando para "antiga casa"
Aos poucos, estratégias são montadas visando 2020 e 22
Dois meses após pedir demissão, secretário continua no cargo

Mais Lidas

DOURADOS
De assaltante frustrado a autor de furto, jovem agora é apontado como assassino frio e cruel
DOURADOS
“Terror”: Empresário foi agredido e ameaçado de morte durante roubo de joias
CRIME BRUTAL
Após matar pai e filho, assassino arrancou cérebro de menor e manteve fogo aceso para queimar corpos
DOURADOS
Interno foge da PED durante trabalho de manutenção