Menu
Busca terça, 26 de março de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Saúde

Fernanda Viana

Você sabe como escolher o tipo de pão mais saudável?

E-mail: contatonutrifernanda@gmail.com

05 novembro 2018 - 00h03

É do conhecimento de todos que consumir pães integrais são vantajosos pois tem mais fibras que os outros, o que ajuda no funcionamento do intestino, prolonga a sensação de saciedade (as fibras são digeridas devagar) e ajuda ainda a manter estáveis os níveis de glicemia no sangue. O pão branco é rico em amido, que é absorvido rapidamente e resulta em picos glicêmicos, o que pode levar ao diabetes se consumido em excesso. 

Mas, afinal devo escolher o pão caseiro, francês, de forma, de hambúrguer ou integral?

Saiba que o melhor pão é o feito em casa. Mas, se não é possível encarar uma produção caseira, é mais saudável optar pelos pães preparados em padaria sem aditivos conservantes. Os pães integrais (100% integrais ou com adição de variados grãos) também são uma boa opção porque contém maior quantidade de fibras como já citado. É importante estar atento à lista de ingredientes e escolher sempre os pães que contenham o mínimo de conservantes, aditivos ou outras substâncias semelhantes. 

Vale destacar que na maioria das vezes vamos ao supermercado para comprar um pão e olhamos, primeiramente, no rótulo que está escrito “pão integral” e já achamos que aquele pão é o integral. Na verdade, aquele pãozinho que está escrito como pão integral, se encaixa como uma armadilha! Também é preciso conferir os ingredientes usados na fabricação do pão. No rótulo tem que estar escrito "farinha 100% integral" e o primeiro produto na lista de ingredientes deve ser a farinha de trigo integral.

Muitos não sabem, mas o pão integral industrializado não é tão integral assim, pesquisas mostram que quatro entre sete marcas testadas têm mais farinha branca do que a integral na composição. A farinha branca é adicionada pelas fabricantes para prolongar a data de validade e melhorar a aparência. O pão 100% integral é mais duro e quebradiço e pode ter sabor forte.

Diante disso, os aditivos são responsáveis por promover maior durabilidade, sabor, maciez, cor, crocância e outras características aos produtos. Quanto maior o tempo de validade do produto, mais aditivos ele contém.

No mais, o consumo indiscriminado destes aditivos, como antioxidantes, corantes, conservantes, edulcorantes e aromatizantes, pode provocar o surgimento de alergias infantis e há estudos que relacionam o consumo dos aditivos com o câncer, doenças de Parkinson e Alzheimer, além de resistência insulínica e hipertensão. 

Faça a escolha certa, escolha o mais natural e menos processado!

Especialização em Nutrição Esportiva, Terapia Nutricional, Nutrição Clínica e Fitoterapia - CRN3 27940. Escreve para o Dourados News
 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

O que comer para aumentar a produção do leite materno?
Como suas emoções podem interferir no emagrecimento?
A alimentação da mulher
Pais, não superalimentem seus filhos
Abacate: vilão ou mocinho?

Mais Lidas

POLÍCIA
Corpo em avançado estado de decomposição é encontrado em Dourados
DOURADOS
Após brigar com a mulher, motorista bêbado invade e destrói oficina na Monte Alegre
DOURADOS
Corpo encontrado no Flor de Maio estava há cerca de 30 dias no local
PARABELLUM
Operação cumpre mandados de busca e apreensão em Dourados