Menu
Busca quarta, 12 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Véspera de eleição da Mesa Diretora é marcada por tensão e manobras

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

07 dezembro 2018 - 00h03

Visita – O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (MDB), desembarca hoje em Dourados para agenda na 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada – Brigada Guaicurus. Na ocasião, ele visitará as instalações do Sisfron (Sistema Integrando de Monitoramento de Fronteira), sediado no local. 

Defesa – Essa será a segunda visita de ministros do governo Michel Temer (MDB) a Dourados em 15 dias. Em 22 de novembro, o titular do Ministério da Defesa, Joaquim Silva e Luna, conheceu as instalações do sistema. 

Câmara – Em 35 dias, a Câmara de Dourados teve quatro vereadores presos acusados por participação em esquemas de corrupção no Município. Denize Portollan (PR) foi a primeira dentro da Operação Pregão, desencadeada em 31 de outubro, porém, o mandado cumprido contra ela ocorreu por ações da época em que exercia a função de secretária de Educação. Já Pedro Pepa (DEM), Idenor Machado (PSDB) e Cirilo Ramão (MDB), acabaram atrás das grades por supostas fraudes em licitações dentro da Casa de Leis. 

Empate – Mesmo com a possibilidade de empate na disputa da Mesa Diretora da Câmara nesta tarde – são 16 votos – ou da eleição de Pedro Pepa (DEM), é difícil imaginar que um parlamentar preso seja escolhido pelos vereadores para comandar a Câmara nos próximos dois anos. 

Resposta – Caso isso ocorra, por mais que não exista ainda qualquer tipo de condenação a Pedro Pepa (DEM) e os demais presos na Operação Cifra Negra, seria imoral e ao mesmo tempo inadmissível, ver legisladores eleitos pela população, manter interesses próprios, passando por cima de qualquer princípio ético em busca do poder.

Tensão – Ontem pela manhã o vereador Junior Rodrigues (PR), vice na chapa que tem Pedro Pepa como candidato à presidência, se trancou em seu gabinete e não quis falar com a imprensa a respeito da eleição. A justificativa foi de que estava em reunião política, porém, o clima bastante era tenso dentro da sua sala. 

Troca - Logo depois, houve a tentativa por parte de seu grupo de substituir os parlamentares presos por outros dois nomes, com Bebeto concorrendo a presidência e Jânio Miguel ocupando a 2ª secretaria. 

Assinatura – No documento protocolado na Câmara as 8h55 de ontem pedindo a substituição dos nomes da chapa havia a assinatura dos vereadores Pedro Pepa e Cirilo Ramão, presos desde a quarta-feira. 

Manobra – A quinta-feira ainda contou com mais manobras por parte da base aliada da prefeita Délia Razuk (PR). Em busca da vitória do grupo na eleição da Mesa, o vereador Idenor Machado (PSDB) pediu afastamento de seu mandato abrindo vaga ao suplente, Maurício Lemes (PSB), que no mesmo momento representou por sua posse. Maurício é servidor comissionado na prefeitura de Dourados e lotado na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico. 

Cama – O advogado Sindoley Morais, derrotado nas eleições para deputado federal este ano, transitava pela Câmara de Vereadores na manhã de ontem durante a coletiva concedida pela presidente da Casa, Daniela Hall (PSD). Depois, concedeu entrevista a uma rádio e comentou sobre mais esse escândalo da política douradense, aproveitando também para começar a fazer sua ‘cama’, pensando no pleito de 2020.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dourados tem três operações contra corrupção em 40 dias
Disputa pelo poder tem vereadora presa tentando retomar mandato
Vereadores brincam com a cara da população douradense
Véspera de eleição da Mesa Diretora é marcada por tensão e manobras
Com metade de chapa adversária na cadeia, Alan Guedes será o novo presidente da Câmara

Mais Lidas

DOURADOS
Contador e esposa são presos na segunda fase da Operação Pregão
DOURADOS
Polícia prende acusado de agredir e esfaquear idosa em assalto
TRAGÉDIA
Neto matou avó com duas facadas nas costas
TRAGÉDIA EM ITAPORÃ
Antes de assassinato, menor discutiu com a avó porque queria vir para Dourados