Menu
Busca sexta, 22 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Véspera de eleição da Mesa Diretora é marcada por tensão e manobras

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

06 dezembro 2018 - 23h03

Visita – O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (MDB), desembarca hoje em Dourados para agenda na 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada – Brigada Guaicurus. Na ocasião, ele visitará as instalações do Sisfron (Sistema Integrando de Monitoramento de Fronteira), sediado no local. 

Defesa – Essa será a segunda visita de ministros do governo Michel Temer (MDB) a Dourados em 15 dias. Em 22 de novembro, o titular do Ministério da Defesa, Joaquim Silva e Luna, conheceu as instalações do sistema. 

Câmara – Em 35 dias, a Câmara de Dourados teve quatro vereadores presos acusados por participação em esquemas de corrupção no Município. Denize Portollan (PR) foi a primeira dentro da Operação Pregão, desencadeada em 31 de outubro, porém, o mandado cumprido contra ela ocorreu por ações da época em que exercia a função de secretária de Educação. Já Pedro Pepa (DEM), Idenor Machado (PSDB) e Cirilo Ramão (MDB), acabaram atrás das grades por supostas fraudes em licitações dentro da Casa de Leis. 

Empate – Mesmo com a possibilidade de empate na disputa da Mesa Diretora da Câmara nesta tarde – são 16 votos – ou da eleição de Pedro Pepa (DEM), é difícil imaginar que um parlamentar preso seja escolhido pelos vereadores para comandar a Câmara nos próximos dois anos. 

Resposta – Caso isso ocorra, por mais que não exista ainda qualquer tipo de condenação a Pedro Pepa (DEM) e os demais presos na Operação Cifra Negra, seria imoral e ao mesmo tempo inadmissível, ver legisladores eleitos pela população, manter interesses próprios, passando por cima de qualquer princípio ético em busca do poder.

Tensão – Ontem pela manhã o vereador Junior Rodrigues (PR), vice na chapa que tem Pedro Pepa como candidato à presidência, se trancou em seu gabinete e não quis falar com a imprensa a respeito da eleição. A justificativa foi de que estava em reunião política, porém, o clima bastante era tenso dentro da sua sala. 

Troca - Logo depois, houve a tentativa por parte de seu grupo de substituir os parlamentares presos por outros dois nomes, com Bebeto concorrendo a presidência e Jânio Miguel ocupando a 2ª secretaria. 

Assinatura – No documento protocolado na Câmara as 8h55 de ontem pedindo a substituição dos nomes da chapa havia a assinatura dos vereadores Pedro Pepa e Cirilo Ramão, presos desde a quarta-feira. 

Manobra – A quinta-feira ainda contou com mais manobras por parte da base aliada da prefeita Délia Razuk (PR). Em busca da vitória do grupo na eleição da Mesa, o vereador Idenor Machado (PSDB) pediu afastamento de seu mandato abrindo vaga ao suplente, Maurício Lemes (PSB), que no mesmo momento representou por sua posse. Maurício é servidor comissionado na prefeitura de Dourados e lotado na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico. 

Cama – O advogado Sindoley Morais, derrotado nas eleições para deputado federal este ano, transitava pela Câmara de Vereadores na manhã de ontem durante a coletiva concedida pela presidente da Casa, Daniela Hall (PSD). Depois, concedeu entrevista a uma rádio e comentou sobre mais esse escândalo da política douradense, aproveitando também para começar a fazer sua ‘cama’, pensando no pleito de 2020.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

“Máquina” de exonerar secretários: Délia faz mais de 20 trocas em dois anos
Aos poucos, não reeleitos vão se acomodando
Assessor de Délia a internautas: “fazer filhos para o governo cuidar é fácil”
Vereador da base aliada preso por corrupção é processado pela prefeitura
Oficial que usou veículo oficial para reforma de casa é ‘premiado’ com novo comando

Mais Lidas

OPORTUNIDADE
Prorrogadas inscrições em processo seletivo para contratação de Assistentes de Atividades Educacionais
MAIS UM
Délia exonera secretário de Saúde e adjunta assume o posto
TURISMO
Deputado "mata" trabalho para passar nove dias em peregrinação
AMAMBAI
Homem mata a ex-mulher a facadas na frente dos sete filhos