Menu
Busca sábado, 15 de junho de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Vereador diz que truculência impediu reeleição de deputado

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

10 outubro 2018 - 00h03

Crise – Fala do juiz Odilon de Oliveira (PDT) em buscar apoio junto aos candidatos ao governo derrotados no 1º turno, incluindo aí o PT, resultou numa pequena crise dentro de Instituição que o apoiou maciçamente. Foi preciso um vídeo para tentar acalmar os ânimos dos fiéis eleitores.

Aliado – Fatos recentes e ainda não tão bem digeridos podem fazer forte de aliado de outrora levar todo o seu apoio ao outro lado.

Impugnados – Ex-prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), teve mesmo com a impugnação de sua candidatura, 46.734 votos dos eleitores de Mato Grosso do Sul. O deputado estadual João Grandão (PT), que passou pela mesma situação, somou 16.020.

Perda – A ausência de representantes de Dourados na Câmara Federal foi tema de discurso de vários parlamentares na sessão da Câmara de Vereadores local na manhã de ontem. 

Nomes - Além de Geraldo Resende (PSDB), que possuía mandato, dois legisladores da Casa – Alan Guedes e Cido Medeiros, ambos do DEM – se colocaram na disputa, entre outros nomes locais, entre eles o deputado estadual George Takimoto (MDB). 

Truculência – O vereador Cirilo Ramão (MDB) também falou sobre a não eleição de um deputado federal por Dourados. E foi além. Após elogiar o mandato de Geraldo Resende (PSDB), dizendo ter sido bom, chamou o parlamentar de truculento, remetendo a esse fator e a ‘falta de humildade e petulância’, como responsáveis pela saída dele da Câmara Federal em 2019.

Apoio – Mesmo sem a definição do MDB estadual, Cirilo usou a tribuna da Câmara para se posicionar no 2º turno do pleito e apoiar a candidatura de Odilon de Oliveira (PDT).

Estradas – O Ministério Público Estadual buscou a Justiça contra a prefeitura de Dourados pela falta de manutenção em estradas rurais do município, principalmente as que ligam assentamentos e propriedades rurais às escolas José Eduardo Canuto Estolano Perequeté e Antonio Vicente Azambuja, no distrito de Itahum. 

Ressaca – O pós-eleição na Assembleia Legislativa foi de agradecimentos e também de lamentações por parte dos deputados. A imagem daqueles que contam o tempo para se despedir da casa contrastava aos outros 13 parlamentares que conseguiram a reeleição.

Força – Defensora do maior engajamento feminino na política, a deputada estadual Mara Caseira (PSDB) lamentou na sessão de ontem, a Assembleia sem a presença de mulheres no próximo ciclo eleitoral. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TAC obriga postos a doarem combustível em Dourados após aumento abusivo
Deputado diz que se aposenta após mandato: “já deixei a vida pública”
Conversas entre Moro e Dallagnol repercutem entre parlamentares de MS
Se acatada recomendação, novos julgamentos de vereadores já têm ordens definidas
Murilo garante DEM em majoritária e prevê “união” com tucanos em Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Jovem foi jogado ainda vivo dentro de poço e crime ocorreu por ciúme
COLT
Preso que ordenava mortes em ‘tribunais do crime’ é transferido de MS para o RN
POLÊMICA
Dono da Havan manda “recado” a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados
DOURADOS
Guarda vai atender furto e acaba prendendo homem por tráfico de drogas no Canaã 3