Menu
Busca sábado, 25 de maio de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Tucanos ‘batem cabeça’ sobre candidatura à presidência da AL

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

28 novembro 2018 - 23h03

Justificativa – Eleitores que não participaram da votação do primeiro turno das eleições, realizado em 7 de outubro, tem até a próxima quinta-feira para e justificar perante a Justiça. 

Eleitos – Já a prestação de contas dos candidatos eleitos durante o pleito eleitoral deste ano, deve ser entregue até o dia 15 de dezembro, três dias antes da data limite para a diplomação deles.

Dimdim – O 13º salário dos servidores públicos estaduais estará disponível para saque no dia 18 de dezembro, conforme informou ontem pela manhã o governador Reinaldo Azambuja (PSDB). No ano passado, o benefício foi pago no dia 15 do mesmo mês, que esse ano, cai num sábado. 

Quando? – Já em Dourados ainda nada foi falado a respeito da data do pagamento do 13º aos servidores públicos municipais, que entram em recesso antes do Natal e retornam apenas no dia 7 de janeiro.  

Amigos – Dois secretários da atual administração foram agraciados pela Câmara de Dourados com título de ‘amigo honorário’. Joaquim Soares, que comanda a pasta de Serviços Urbanos e Patrícia Bulcão, titular da Secretaria de Governo, pelos ‘serviços prestados ao legislativo local’. 

Economia – A não reeleição de Pedro Chaves (PRB) e Waldemir Moka (MDB) ao Senado ajudará à Casa a economizar pouco mais de R$ 135 mil dos cofres públicos em janeiro. Conforme o Congresso em Foco, decreto legislativo regulamenta que os parlamentares reeleitos recebam, em janeiro, dois salários a mais daquele que tem direito, como ‘ajuda de custo’. 

Bolso cheio – Atualmente o salário de senador é de R$ 33.763 e oito deles terão direito a mais esse descaso com o dinheiro público. Resta saber quem abrirá mão do benefício ‘gordo’ às custas do cidadão. 

Assembleia – Bancada tucana na Assembleia ainda bate cabeça para a escolha do candidato à presidente da Casa. A reunião que definiria o nome para a disputa, agendada para terça-feira, não ocorreu por falta de quórum. Odevan de Matos e Paulo Corrêa disputam a indicação. 

Maioria – O PSDB terá maioria na Assembleia Legislativa no ano que vem, com cinco nomes, seguido pelo MDB com três integrantes. DEM, PP, Solidariedade, PSL e PT têm dois deputados cada. 

Pesquisa – De olho no 13º dos trabalhadores, o Sindicom (Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista de Dourados) divulga na tarde de hoje a estimativa de movimentação do comércio local para as festas de final de ano. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PF na cola de ex-candidata suspeita de ser 'laranja'
Deputado de MS se "assusta" com discurso de colega na Câmara
Agricultura Familiar troca de comando pela 4ª vez em dois anos e meio
Relator e presidente de processante vão contra a própria decisão
Após salvar investigados de cassação, base deve votar pela perda de mandato de Idenor

Mais Lidas

APÓS INVESTIGAÇÃO
Polícia conclui que atentado registrado por vereadora foi acidente de trânsito
VILA CACHOEIRINHA
“Boca” é fechada, mulher é presa e diz traficar pelo baixo valor do salário mínimo
TRÁFICO
Motorhome com destino a São Paulo é apreendido com mais de 4 toneladas de maconha
MS-156
Dupla é presa pela PF com pistolas entre Dourados e Itaporã