Menu
Busca quarta, 20 de novembro de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Senadora de MS quer ‘Voz do Brasil’ na televisão

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

04 novembro 2019 - 00h04

Folha – Ao declarar deserta a licitação para a contratação de instituição bancária para gerenciar a folha de pagamento de mais de 7 mil servidores públicos municipais, a prefeitura de Dourados ‘engatilha’ a prorrogação do contrato com o Banco do Brasil, existente desde 2014.

Recusa – O Conselho Universitário da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) recusou na quinta-feira, a implantação do Future-se, programa do governo federal lançado em julho e que até o momento não emplacou.

Encontro – Campo Grande sediará no próximo dia 9 o seminário ‘Mulheres Democratas e a Participação Efetiva na Política’. A intenção é fortalecer a atuação política das mulheres do partido em Mato Grosso do Sul. O encontro se estenderá a outras três cidades em novembro, Três Lagoas, Coxim e Corumbá. 

Trinca – Jorge Augusto Ramos Lopes, o Peu, é o terceiro ex-secretário do governo Délia Razuk a deixar a titularidade da pasta e retornar em cargos comissionados. Antes dele, Zé Elias e Patrícia Donzelli Bulcão deixaram Planejamento e Governo e tempos depois retornaram ao mandato. 

Obrigatoriedade – A exemplo do que ocorre na radiodifusão, a senadora Soraya Thronicke (PSL) apresentou projeto para obrigar as emissoras de televisão a apresentarem, nos mesmos moldes da ‘Voz do Brasil’, programa obrigatório de 1h em horário nobre com as notícias do governo.

Cálculos – Apesar do espaço a ser cedido à presidência ser gratuito, a divulgação dessas ações além de gerar altos custos ao cofre público, é também uma forma de campanha antecipada àqueles que estão no poder. 

Corredor – A intenção de transformar a rua Floriano Peixoto num corredor gastronômico a partir do projeto de revitalização da via, ainda em 2014, vem se concretizando com a abertura de novos restaurantes na rua e seus arredores. 

Extra – O aumento desses estabelecimentos também leva oportunidades àqueles que atuam na informalidade. Com bares e restaurantes lotados, ambulantes aproveitavam para faturar um extra. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Aguardando filiação de Délia, Delcídio começa a traçar estratégia do PTB para 2020
Com salários defasados, servidores vão à Câmara por aumento no “teto” do Município
Deputado federal volta a atacar parlamentares da Assembleia de MS
Deputados do PT e PSL votam juntos em MS
Novo bloco formado na Câmara já tem cinco vereadores

Mais Lidas

ESTELIONATO
Suspeita de aplicar golpes em Dourados é presa na Paraíba
OPERAÇÃO PATRON
Dono de loja de importados na fronteira também é alvo de operação
TENTATIVA DE FEMINICÍDIO
Ex esperou mulher chegar de curso para tentar matá-la no Estrela Verá
OPERAÇÃO PURIFICAÇÃO
Justiça Federal aceita denúncia contra cinco suspeitos de corrupção na Funsaud