Menu
Busca terça, 18 de junho de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Se acatada recomendação, novos julgamentos de vereadores já têm ordens definidas

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

11 junho 2019 - 00h04

Sessões – Se acatada recomendação do Ministério Público Estadual pela Câmara de Dourados, quatro novas sessões serão realizadas ainda no mês de junho para julgar os vereadores afastados judicialmente por suspeita de corrupção dentro das operações Pregão e Cifra Negra.

Mudança – Conforme o MPE, houve entendimento errado por parte da Câmara na não participação dos suplentes durante as sessões especiais. Nos quatro julgamentos ocorridos no mês passado, os vereadores parte interessada nos casos foram impedidos de votar e, para a Promotoria, como a decisão do afastamento ocorreu por determinação judicial e não pela abertura do processo de cassação, os parlamentares que ocuparam o cargo podem ser convocados a participar dos atos.

Sequência – A Casa, aderindo a recomendação, deverá marcas as sessões imediatamente e seguindo a ordem de Idenor Machado (PSDB), Cirilo Ramão (MDB), Pedro Pepa (DEM) e Denize Portollan (PR). Dos quatro, apenas Denize foi cassada. 

Eleições – O Solidariedade pretende lançar candidatura própria à prefeitura nas eleições do ano que vem em Dourados. Na sexta, integrantes do partido se reuniram para debater o assunto, porém, ainda não há um nome definido para já iniciar a trabalhar a pré-candidatura na cidade. 

Contrato – Após a saída da Gamp da administração do Hospital de Cirurgias Eletivas, em Dourados, a Secretaria de Estado de Saúde anunciou a contratação do Instituto Acqua por até 180 dias para atuar na unidade de saúde ao valor de R$ 4.296.000,00.

Fórum – O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) volta a se reunir em Brasília (DF) nesta terça-feira para participar de reuniões sobre a Reforma da Previdência proposta pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e do Fórum de Governadores. 

Reunião - Na agenda de Azambuja, está previsto também encontro com o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, para tratar sobre os projetos da rota bioceânica, que visa ligar o Centro-Oeste brasileiro aos portos chilenos como uma nova linha de escoamento da safra de grãos, com saída para o Oceano Pacífico. 

Defesa – O deputado federal Loester Trutis (PSL) foi o único membro do partido na bancada de MS a se posicionar favorável ao ministro da Justiça, Sérgio Moro, após o Intercept Brasil publicar reportagens onde ele e procuradores do MPF aparecem trocando mensagens sobre o andamento da Operação Lava-Jato. Na época, Moro atuava como juiz federal. 

#somostodos – O parlamentar, uma espécie de Carlos Marun (MDB) atuando como defensor do atual governo, publicou uma foto em sua rede social ao lado do ministro, com a hashtag #EuApoioALavaJato e logo abaixo, a frase: “Eu apoio Sérgio Moro”.

Enquete – Maioria dos internautas que participaram de enquete proposta pelo Dourados News se posicionaram contra o decreto assinado pela prefeita Délia Razuk (PR) ordenando cortes de R$ 31 milhões aos cofres públicos. A opção foi escolhida por 59,6% dos 500 votantes. Já 40,4% acreditam que Délia acertou na determinação. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bolsonaro tem início de governo parecido com administração Délia
Temendo futuro, parlamentar pede ajuda a colegas
TAC obriga postos a doarem combustível em Dourados após aumento abusivo
Deputado diz que se aposenta após mandato: “já deixei a vida pública”
Conversas entre Moro e Dallagnol repercutem entre parlamentares de MS

Mais Lidas

AQUIDAUANA
Douradense desaparece nas águas do rio Aquidauana durante banho
PARAGUAI
Motim termina com 10 mortos e presos queimados e decapitados
DOURADOS
Perseguição na Coronel Ponciano termina com homem preso e apreensão de mais de 700kg de maconha
MASSACRE EM SAN PEDRO
Ministro paraguaio promete expulsar membros do PCC após motim com 10 mortos