Menu
Busca domingo, 18 de agosto de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Relator e presidente de processante vão contra a própria decisão

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

21 maio 2019 - 00h04

Documentado – Publicado no Diário Oficial do Estado de ontem o convênio entre governo e Município para a realização das obras na avenida Presidente Vargas, interditada há quase dois meses. Serão repassados 871.827,88 pela Agesul e o contrato é válido por cinco meses. 

Reunião – A prefeita Délia Razuk (PR) voltará a se reunir com os vereadores às 10h desta terça-feira, na Câmara de Dourados. Na pauta, a chefe do Executivo apresentará detalhes sobre a obra emergencial na avenida Presidente Vargas após os recursos liberados pelo governo do Estado. 

Troca – Após várias denúncias de possíveis irregularidades, a PED (Penitenciária Estadual de Dourados) trocou de comando. Desde ontem, o diretor-adjunto Antônio José dos Santos passa a acumular também a função de diretor da unidade prisional no lugar de Manoel Machado da Silva. 

Mantida – A Justiça manteve a absolvição do ex-governador Zeca do PT por improbidade administrativa na ação que ficou conhecida como a ‘farra da publicidade’ após o Ministério Público Estadual entrar com recurso especial contra a primeira decisão tomada. 

Holofote – Como demagogia pouca é bobagem, o deputado estadual João Henrique (PR), ao melhor estilo programa de entretenimento, se passou por ator e ‘viveu um dia’ de gari nas ruas de Campo Grande. A ação foi filmada e o ‘espetáculo’, publicado pelo parlamentar na rede social. Resta saber se a encenação resultará em alguma ação efetiva do deputado aos profissionais de todo o Estado. 

Relâmpago – Após anunciar a sessão ordinária normalmente realizada na segunda-feira para quarta e voltar atrás, a Câmara de Dourados realizou o encontro tranquilo na tarde de ontem, antes do julgamento que terminou com a absolvição do vereador Idenor Machado (PSDB).

Pergunta – Algo de estranho ficou no ar durante a sessão de ontem. Como o relator e o presidente da comissão processante se posicionam favoráveis à cassação do mandato de Idenor na sexta e, ao votar na segunda, vão contra o próprio apontamento?

Silêncio – Ao fim das quatro sessões especiais, apenas no julgamento de Cirilo Ramão, os integrantes de movimentos sociais e sindicalistas foram em maior número à Casa para pressionar a votação. Nas outras três, Denize, Pepa e Idenor, a movimentação nas galerias foram tranquilas. 

Torcida – Aliás, na sessão de ontem, parte dos presentes fizeram ‘torcida organizada’ para Idenor, único dos parlamentares afastados a falar publicamente na Tribuna pouco antes de sua defesa se pronunciar. O vereador Bebeto aproveitou o tempo dado aos vereadores inscritos para se posicionar publicamente contra a cassação do colega de Casa. 

Enquete – Maioria dos 1.254 internautas que participaram de enquete proposta pelo Dourados News, concordaram com o decreto do presidente Jair Bolsonaro (PSL) que facilita o porte de armas a várias categorias. 71,61% disseram sim ao questionamento, enquanto 28,39% se posicionaram contra. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Deputado ‘culpa’ PCCR por caos econômico em Dourados
Vereador “cola” em diretor durante evento para sondar decreto
Servidores fazem pressão por CPI na Funsaud
Quase um mês após pedido de demissão, Délia não encontra substituto para Upiran
“Fatiamento” de salário gera nova crise entre Délia e servidores

Mais Lidas

DOURADOS
Acidente com morte pode ter ocorrido após motociclista ser fechado por carro
BR-163
Passageira morre após homem colidir moto contra placa de sinalização em Dourados
DOURADOS
Homem fica ferido após estouro de equipamento na Cabeceira Alegre
POLÍTICA
PSL lança nome para Prefeitura de Dourados e senadora descarta aliança com tucanos