Menu
Busca segunda, 17 de junho de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Relator e presidente de processante vão contra a própria decisão

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

21 maio 2019 - 00h04

Documentado – Publicado no Diário Oficial do Estado de ontem o convênio entre governo e Município para a realização das obras na avenida Presidente Vargas, interditada há quase dois meses. Serão repassados 871.827,88 pela Agesul e o contrato é válido por cinco meses. 

Reunião – A prefeita Délia Razuk (PR) voltará a se reunir com os vereadores às 10h desta terça-feira, na Câmara de Dourados. Na pauta, a chefe do Executivo apresentará detalhes sobre a obra emergencial na avenida Presidente Vargas após os recursos liberados pelo governo do Estado. 

Troca – Após várias denúncias de possíveis irregularidades, a PED (Penitenciária Estadual de Dourados) trocou de comando. Desde ontem, o diretor-adjunto Antônio José dos Santos passa a acumular também a função de diretor da unidade prisional no lugar de Manoel Machado da Silva. 

Mantida – A Justiça manteve a absolvição do ex-governador Zeca do PT por improbidade administrativa na ação que ficou conhecida como a ‘farra da publicidade’ após o Ministério Público Estadual entrar com recurso especial contra a primeira decisão tomada. 

Holofote – Como demagogia pouca é bobagem, o deputado estadual João Henrique (PR), ao melhor estilo programa de entretenimento, se passou por ator e ‘viveu um dia’ de gari nas ruas de Campo Grande. A ação foi filmada e o ‘espetáculo’, publicado pelo parlamentar na rede social. Resta saber se a encenação resultará em alguma ação efetiva do deputado aos profissionais de todo o Estado. 

Relâmpago – Após anunciar a sessão ordinária normalmente realizada na segunda-feira para quarta e voltar atrás, a Câmara de Dourados realizou o encontro tranquilo na tarde de ontem, antes do julgamento que terminou com a absolvição do vereador Idenor Machado (PSDB).

Pergunta – Algo de estranho ficou no ar durante a sessão de ontem. Como o relator e o presidente da comissão processante se posicionam favoráveis à cassação do mandato de Idenor na sexta e, ao votar na segunda, vão contra o próprio apontamento?

Silêncio – Ao fim das quatro sessões especiais, apenas no julgamento de Cirilo Ramão, os integrantes de movimentos sociais e sindicalistas foram em maior número à Casa para pressionar a votação. Nas outras três, Denize, Pepa e Idenor, a movimentação nas galerias foram tranquilas. 

Torcida – Aliás, na sessão de ontem, parte dos presentes fizeram ‘torcida organizada’ para Idenor, único dos parlamentares afastados a falar publicamente na Tribuna pouco antes de sua defesa se pronunciar. O vereador Bebeto aproveitou o tempo dado aos vereadores inscritos para se posicionar publicamente contra a cassação do colega de Casa. 

Enquete – Maioria dos 1.254 internautas que participaram de enquete proposta pelo Dourados News, concordaram com o decreto do presidente Jair Bolsonaro (PSL) que facilita o porte de armas a várias categorias. 71,61% disseram sim ao questionamento, enquanto 28,39% se posicionaram contra. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Temendo futuro, parlamentar pede ajuda a colegas
TAC obriga postos a doarem combustível em Dourados após aumento abusivo
Deputado diz que se aposenta após mandato: “já deixei a vida pública”
Conversas entre Moro e Dallagnol repercutem entre parlamentares de MS
Se acatada recomendação, novos julgamentos de vereadores já têm ordens definidas

Mais Lidas

POLÊMICA
Dono da Havan manda “recado” a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados
DOURADOS
Jovem é preso com arma de fogo após disparar e errar tiros contra desafeto da mãe
CARUMBÉ
Morto em colisão frontal contra caminhão tinha 58 anos
DOURADOS
Polícia suspeita que grupo tenha assassinado tio e sobrinho na aldeia