Menu
Busca sábado, 17 de agosto de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Quase um mês após pedido de demissão, Délia não encontra substituto para Upiran

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

13 agosto 2019 - 00h04

Agenda – Comandando o Executivo durante as férias de Reinaldo Azambuja (PSDB), o vice-governador Murilo Zauith (DEM) passou a segunda-feira em Dourados e cumpre agenda em Brasília (DF) ao longo da semana, onde se reúne com ministros para tratar de projetos de interesse do Estado, entre eles, voltado à habitação.

Homenagem – Em celebração aos 40 anos da promulgação da 1ª Constituição Estadual e dos 30 anos da 2ª Constituição Estadual, a Assembleia Legislativa realiza hoje sessão solene para homenagear ex-governadores que fizeram parte da história sul-mato-grossense. O evento ocorre as 19h30, na Capital.

Aplicativos – Enquete proposta pelo Dourados News mostra que os internautas não concordam com decreto municipal que proíbe a identificação de veículos utilizados por motoristas de aplicativo na cidade. 77,8% dos 491 votantes se posicionaram contra a medida, enquanto 22,2% são favoráveis. Os condutores têm até o dia 24 de agosto para tirar a caracterização dos carros. 

Continua – Prestes de completar um mês da entrega do cargo à prefeita Délia Razuk (sem partido), Upiran Gonçalves continua à frente da Secretaria Municipal de Educação. O pedido de exoneração ocorreu no dia 16 de julho e o promotor aposentado se comprometeu a ficar na função até o anúncio de um novo nome, o que não ocorreu até agora.

Resistência – Upiran assumiu a pasta em março do ano passado no lugar de Denize Portollan (PR), que pediu exoneração pouco tempo depois de deflagrada a Operação Volta às Aulas, desencadeada pelo Gaeco e que investigava irregularidades na contratação de professores no município.

Caiu – A prefeita Délia Razuk vai terminar o primeiro mandato sem conseguir manter ao menos um dos escolhidos para auxilia-la ao longo do ciclo. Até então única a continuar como titular de pasta desde o início de 2017, Rose Ane Vieira pediu para deixar a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico. Assume no lugar dela Claudio Gaiofato.

Time – No dia 30 de dezembro de 2016, o time anunciado para compor o governo municipal tinha Raufi Marques (governo), Denize Portollan (administração), Audrey Milan (Educação), José Elias Moreira (planejamento), Renato Vidigal (saúde), Tahan Sales (infraestrutura), Landmark Rios (agricultura familiar), Ledi Ferla (assistência social), João Fava Neto (fazenda), Gil Ésper (cultura) e Joaquim Soares (serviços urbanos), além da própria Rose Ane.

Outro time – Hoje, quase três anos depois, o primeiro escalão tem Celso Schuch (governo), Elaine Terezinha (administração), Upiran Gonçalves (educação), Carlos Dobes (planejamento), Berenice Machado (saúde), Marise Aparecida Bianchi (infraestrutura), Junior Bittencourt (agricultura familiar), Maria Fátima Silveira Alencar (assistência social), Paulo Cezar Nogueira Junior (fazenda), Clarindo Cleber Gimenez (cultura), Fabiano Costa (Serviços Urbanos). 

Aérea – A MAP Linhas Aéreas pode ser mais uma companhia a operar no Aeroporto Francisco de Matos Pereira, em Dourados. A empresa foi uma das habilitadas pela Anac a operar os slots deixados pela Avianca no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo (SP). Além da cidade, Ponta Grossa (PR), Bauru (SP), Araraquara (SP) e Rio Verde (GO) devem contar com voos. A MAP é sediada em Manaus (AM) atende atualmente apenas a região Norte do país. 

Tsunami – Dourados é uma das cinco cidades do Centro-Oeste brasileiro a aderir ao movimento ‘Tsunami pela Educação’. Organizado por centrais sindicais contrários aos cortes na educação e a Reforma da Previdência, o ato será hoje, às 8h na Praça Antônio João. Além do município, Campo Grande, Brasília, Goiânia e Cuiabá prometem protestos. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Deputado ‘culpa’ PCCR por caos econômico em Dourados
Vereador “cola” em diretor durante evento para sondar decreto
Servidores fazem pressão por CPI na Funsaud
Quase um mês após pedido de demissão, Délia não encontra substituto para Upiran
“Fatiamento” de salário gera nova crise entre Délia e servidores

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia apresenta dupla presa por envolvimento em sequestro e identifica resto do bando
DOURADOS
Defensoria flagra pacientes sem água e comida no Hospital da Vida
POLÍCIA
Após denúncias, trio é preso por tráfico na Vila Cachoeirinha
DOURADOS
Um ano após crime, TJ ainda vai decidir se pai e madrasta vão a júri por morte de bebê