Menu
Busca segunda, 19 de agosto de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Pressa de Braz em retornar à Câmara vai além do mandato

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

02 agosto 2019 - 00h04

Interina – A prefeita Délia Razuk (sem partido) nomeou como interina a servidora Edineia Soares Corin para comandar a Controladoria-Geral do Município em substituição a Luiz Constâncio Pena, em licença médica. 

Cartel – Mediante a um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) firmado com revendedoras de gás do município, o Ministério Público Estadual arquivou Inquérito Civil que apurava a existência de uma suposta cartelização no comércio do produto. 

Atentado – Em suas já tradicionais publicações em redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) pediu para que o autor da facada que o feriu durante a campanha, Adélio Bispo, ‘abra a boca’ e conte às autoridades sobre o possível mandante do atentado realizado em setembro do ano passado. 

Preso – Adélio continua no Presídio Federal de Campo Grande, para onde foi levado desde o atentado realizado contra Bolsonaro, e é considerado imputável pela Justiça. 

Libras – Audiência pública agendada para hoje, às 18h30, na Câmara de Dourados, debaterá a inclusão de pessoas portadoras de necessidades especiais através de Libras. Denominada ‘Libra para Todos’.

Disputa – Acima do cargo em questão, a disputa pelo retorno imediato de Braz Melo (PSC) à Câmara de Dourados tem como objetivo garantir aliado a mais à prefeita Délia Razuk (sem partido), que desde o afastamento de Pedro Pepa (DEM), Cirilo Ramão (MDB) e Idenor Machado (PSDB) por suspeita de envolvimento em esquema de corrupção, se enfraqueceu politicamente na Casa. 

Saída – Mais ainda, com a saída da vereadora Lia Nogueira (PL), segunda suplente de Braz, a atual gestão deixará de ter na Tribuna, uma crítica ferrenha do Executivo municipal. 

Placar – Atualmente, a base de sustentação da prefeita Délia Razuk na Casa conta com oito parlamentares declarados, três a menos que os integrantes do chamado bloco independente.

Queimada – O deputado estadual Marçal Filho (PSDB) passou por susto ao retornar de Campo Grande a Dourados na tarde de ontem. Próximo a Maracaju, o parlamentar se deparou com um incêndio de grandes proporções em uma área plantada de cana. Marçal precisou estacionar o veículo, descendo em seguida para filmar a situação. 

Polêmica – Não foi apenas o show da cantora Gal Costa que gerou polêmica no Festival de Inverno de Bonito, na semana passada. O rapper BNegão, que ocupou o palco logo após a cantora ter participado ao lado do público de protesto contra o presidente Jair Bolsonaro (PSL), disse ao portal UOL que teve a apresentação encerrada no evento após falar no palco que produtores haviam sido agredidos dias antes. Ele classificou a ação como censura. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Volta de ‘afastados’ deve salvar Júnior Rodrigues de cassação
Deputado ‘culpa’ PCCR por caos econômico em Dourados
Vereador “cola” em diretor durante evento para sondar decreto
Servidores fazem pressão por CPI na Funsaud
Quase um mês após pedido de demissão, Délia não encontra substituto para Upiran

Mais Lidas

DOURADOS
Homem tem residência visitada por bandido e carro furtado
POLÍCIA
Homem é executado por pistoleiros em Ponta Porã
ACIDENTE
Carro na contramão bate em van da banda Sampa Crew e deixa 1 morto e vários feridos
DOURADOS
Polícia investiga causas de acidente com morte na BR-163