Menu
Busca sexta, 13 de dezembro de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Pressa de Braz em retornar à Câmara vai além do mandato

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

02 agosto 2019 - 00h04

Interina – A prefeita Délia Razuk (sem partido) nomeou como interina a servidora Edineia Soares Corin para comandar a Controladoria-Geral do Município em substituição a Luiz Constâncio Pena, em licença médica. 

Cartel – Mediante a um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) firmado com revendedoras de gás do município, o Ministério Público Estadual arquivou Inquérito Civil que apurava a existência de uma suposta cartelização no comércio do produto. 

Atentado – Em suas já tradicionais publicações em redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) pediu para que o autor da facada que o feriu durante a campanha, Adélio Bispo, ‘abra a boca’ e conte às autoridades sobre o possível mandante do atentado realizado em setembro do ano passado. 

Preso – Adélio continua no Presídio Federal de Campo Grande, para onde foi levado desde o atentado realizado contra Bolsonaro, e é considerado imputável pela Justiça. 

Libras – Audiência pública agendada para hoje, às 18h30, na Câmara de Dourados, debaterá a inclusão de pessoas portadoras de necessidades especiais através de Libras. Denominada ‘Libra para Todos’.

Disputa – Acima do cargo em questão, a disputa pelo retorno imediato de Braz Melo (PSC) à Câmara de Dourados tem como objetivo garantir aliado a mais à prefeita Délia Razuk (sem partido), que desde o afastamento de Pedro Pepa (DEM), Cirilo Ramão (MDB) e Idenor Machado (PSDB) por suspeita de envolvimento em esquema de corrupção, se enfraqueceu politicamente na Casa. 

Saída – Mais ainda, com a saída da vereadora Lia Nogueira (PL), segunda suplente de Braz, a atual gestão deixará de ter na Tribuna, uma crítica ferrenha do Executivo municipal. 

Placar – Atualmente, a base de sustentação da prefeita Délia Razuk na Casa conta com oito parlamentares declarados, três a menos que os integrantes do chamado bloco independente.

Queimada – O deputado estadual Marçal Filho (PSDB) passou por susto ao retornar de Campo Grande a Dourados na tarde de ontem. Próximo a Maracaju, o parlamentar se deparou com um incêndio de grandes proporções em uma área plantada de cana. Marçal precisou estacionar o veículo, descendo em seguida para filmar a situação. 

Polêmica – Não foi apenas o show da cantora Gal Costa que gerou polêmica no Festival de Inverno de Bonito, na semana passada. O rapper BNegão, que ocupou o palco logo após a cantora ter participado ao lado do público de protesto contra o presidente Jair Bolsonaro (PSL), disse ao portal UOL que teve a apresentação encerrada no evento após falar no palco que produtores haviam sido agredidos dias antes. Ele classificou a ação como censura. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Câmara de Dourados pode ter semana agitada antes do recesso
Com direito a locução, deputado é homenageado por casamento durante sessão
Vereador entrega atestado e se ausenta de sessão na Câmara
Sindicância vai apurar conduta de servidor-vereador mais de um ano após fato
Preso, ex-secretário se torna alvo de sindicância na prefeitura

Mais Lidas

CAARAPÓ
Homem é assassinado a golpes de faca após discussão em bar
DOURADOS
Inteligência da PM prende dois por tráfico no bairro Estrela Tovi
GRANDE DOURADOS
Quadrilha especializada em roubo de caminhonetes é desarticulada e seis são presos
FURTO
Polícia recupera objetos e fecha ponto de receptação em Dourados