Menu
Busca quinta, 21 de março de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

População tem sido omissa na luta contra a dengue

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

11 março 2019 - 00h06

Irritou – Curso ministrado pela Secretaria Municipal de Educação na noite de quinta-feira, no auditório do CAM (Centro Administrativo Municipal), deixou dezenas de educadores revoltados com o tratamento recebido. No local, segundo eles, faltaram desde água para consumo, até papel higiênico nos banheiros. 

Ghost – O Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul instaurou Inquérito Civil para investigar duas pessoas que estariam atuando como servidores fantasmas na Assembleia Legislativa. 

Poder – Parlamentar de grande importância até outrora em Casa legislativa sul-mato-grossense, acabou enfraquecido politicamente nesse início de ano e já não ‘apita’ mais como antes. 

Política – Sessão realizada na Assembleia Legislativa na sexta-feira em celebração ao Dia Internacional da Mulher chamou a atenção pelo fato de não haver nenhuma delas representando o legislativo estadual nesse novo ciclo de quatro anos. São 24 homens no local.

Atraso – A visita técnica às obras do Hospital da Mulher e da Criança, agendada pelo ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta e o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, marcada para as 10h30 em Dourados, atrasou mais de 30 minutos, deixando os presentes aguardando diante do sol escaldante. 

Na Lata! – No mesmo evento, Geraldo Resende fez duras críticas à população em relação a proliferação de casos de dengue no Mato Grosso do Sul nesse início de ano. “Parte da população brasileira e de Mato Grosso do Sul é omissa com a dengue, não cuida da própria casa”, disse em coletiva. 

Acalorado – Aliás, o suplente de deputado federal e atual titular da Saúde sul-mato-grossense, acabou se envolvendo numa áspera discussão com popular que lhe pedia ajuda durante agenda no Hospital Universitário. Irritada, a mulher soltou e verbo e disparou várias palavras de baixo calão contra Geraldo. 

Ironia – Rodeado de autoridades, político ironizou reunião com indígenas contrários a possibilidade de municipalização da saúde.

Ausentes – Estranhou-se a ausência de políticos locais do DEM na primeira agenda do ministro em Dourados depois de assumir o cargo no governo Jair Bolsonaro. Apenas Barbosinha apareceu no HU.

Verba– Num tête-à-tête com a prefeita Délia Razuk (PR), Mandetta questionou sobre o repasse de recursos destinados por ele ao município no ano passado e recebeu resposta negativa da chefe do Executivo.

*Colaborou Vinicios Araújo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tucanos e petistas já se movimentam pensando nas eleições municipais
Agora como vereadora, Marinisa tem novo ‘embate’ com educadores
Pressão popular deve ser mantida para Câmara cassar vereadores
MDB quer dar a "volta por cima" usando Puccinelli mais uma vez
Prefeitura se silencia em novo escândalo de corrupção

Mais Lidas

PREJUÍZO
Chuva forte derruba árvores e deixa ruas alagadas em Dourados
IMPETUS
“Central de inteligência” do PCC que planejava matar servidores de MS é desarticulada na PED
PONTA PORÃ
Chuva forte causa transtornos e casal cai de moto em meio a enxurrada; veja vídeo
DOURADOS
Defesa Civil mantém alerta com “chuvarada” que deve continuar na região