Menu
Busca segunda, 19 de agosto de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Saúde

Fernanda Viana

Pesquisas mostram que obesos são desnutridos

E-mail: contatonutrifernanda@gmail.com

15 julho 2019 - 00h02

Quando se fala em obesidade logo imaginamos uma série de quadros patológicos comumente associados ao excesso de peso: diabetes, hipertensão, apnéia do sono, osteoartrite, entre outros. Mas o que muita gente não sabe é que grande parte das pessoas obesas também podem estar desnutridas, mesmo consumindo alimentos em excesso.

Quantidade não é qualidade na alimentação. A desnutrição significa resumidamente uma nutrição ruim - quem não come adequadamente.
Estar desnutrido não significa apenas não ter acesso a alimentos em quantidade suficiente. O que caracteriza a desnutrição é um desequilíbrio entre a ingestão e a capacidade do organismo de absorver corretamente nutrientes essenciais. Existem muitos adultos com deficiência nutricional. Eles até consomem muitas calorias, mas não variedade de nutrientes. 

Como a maioria dos obesos tem uma dieta inadequada – ingerindo uma grande quantidade de alimentos pobres em nutrientes em detrimento de frutas, verduras e grãos integrais – a relação entre obesidade e desnutrição tem se tornado cada vez mais comum.

Vale destacar que, por participarem do metabolismo energético e da produção de insulina, os micronutrientes têm grande influência no aumento ou diminuição do peso. Estudos recentes demonstram que a deficiência de vitaminas, minerais e ácidos graxos essenciais dificulta a perda de peso e favorece o ganho de gordura corporal.

Alguns dos sintomas que podem ser indicativos de desnutrição em uma pessoa obesa são a sensação de cansaço frequente, a diminuição do ritmo de crescimento (em crianças), infecções recorrentes, mau humor, alteração do funcionamento intestinal, enfraquecimento de unhas e cabelos e queda capilar. De qualquer forma, a confirmação de um quadro patológico que associa obesidade e desnutrição só pode ser feita por meio de exames laboratoriais.

Para evitar a obesidade ou a desnutrição é preciso se alimentar de forma mais adequada e saudável. O que há de se ter em mente é que bolacha recheada e fast food não são saudáveis e não vão fazer bem. Uma alimentação variada, rica em nutrientes, colorida, baseada em alimentos in natura ou minimamente processados, como arroz, feijão, legumes, frutas e verduras é o essencial para uma vida saudável. 

*Especialização em Nutrição Esportiva, Terapia Nutricional, Nutrição Clínica e Fitoterapia - CRN3 27940. Escreve para o Dourados News. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Desperdício de alimentos: o que eu tenho a ver com isso?
Agosto dourado: a importância da rede de apoio para o sucesso da amamentação
Alimentação adequada evita o refluxo gastroesofágico
Kombucha: o probiótico da vez
Qual a melhor dieta para seguir?

Mais Lidas

DOURADOS
Homem tem residência visitada por bandido e carro furtado
POLÍCIA
Homem é executado por pistoleiros em Ponta Porã
ACIDENTE
Carro na contramão bate em van da banda Sampa Crew e deixa 1 morto e vários feridos
DOURADOS
Polícia investiga causas de acidente com morte na BR-163