Menu
Busca domingo, 08 de dezembro de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Saúde

Fernanda Viana

O que são e como controlar os triglicerídeos?

E-mail: contatonutrifernanda@gmail.com

16 setembro 2019 - 00h03
Os triglicerídeos, também chamados de triglicérides, são as principais gorduras do nosso organismo e servem como uma reserva de energia. Mas se você tem um nível alto no sangue, isso pode aumentar o risco de doenças cardíacas e outras complicações de saúde. Por isso, é importante monitorar e saber o que fazer para diminuir seus triglicerídeos.
 
A hipertrigliceridemia é definida quando os valores do triglicerídeos ultrapassam os 150 mg/dL no sangue. Adquirimos os triglicerídeos de duas formas, pela alimentação e pela produção do próprio organismo. Na alimentação, através dos alimentos ricos em carboidratos (açúcar, excesso de massas, farinhas e etc.) e nos gordurosos - principalmente de origem animal, como carnes, leite integral e queijos amarelos.
 
Quando se consome excessivamente estes alimentos e não há prática de atividade física, isso pode elevar os triglicerídeos. Isso porque durante os exercícios o corpo busca energia para continuar os movimentos, que são encontradas nos triglicerídeos, o que diminuiu a circulação dele no sangue. A obesidade, o sedentarismo, a ingestão alcoólica excessiva, diabetes, gravidez, alguns medicamentos e fatores genéticos podem levar a hipertrigliceridemia. 
 
Vale destacar que além destes casos, também é possível que o indivíduo tenha uma alteração genética que faz com que os seus níveis de triglicerídeos permaneçam sempre altos, mesmo com uma alimentação correta e rotina de exercícios, conhecida como hipertrigliceridermia familiar.
 
Para reduzir níveis elevados de triglicérides são recomendadas mudanças na dieta, pois a boa notícia é que ao adotar uma dieta equilibrada, os efeitos positivos sobre os níveis de triglicérides não demoram a aparecer. A resposta à modificação alimentar é muito mais rápida e fácil nesses casos do que naqueles de colesterol elevado. 
 
Como diminuir seus triglicerídeos? 
 
1.Mantenha um peso saudável e diminua as calorias excedentes -  saiba que uma pequena perda de peso (de três a cinco quilos) já pode gerar uma grande redução nos seus níveis de triglicerídeos. Consumir menos calorias e em menores porções são boas maneiras de começar.
 
2.Evite excesso de carboidratos e açúcares na alimentação- refrigerantes, bolachas recheadas, bolos e doces em gerais devem ser controlados. Escolha uma única fonte de carboidrato nas refeições, não misture pão com batata, mandioca, farinha, arroz ou macarrão. Prefira os gêneros integrais.
 
3. Inclua na dieta alimentos ricos em ômega 3 e fibras – ambos auxiliam no controle e redução dos triglicerídeos e, por isso, deve fazer parte da alimentação. Inclua peixes como sardinha, salmão, atum, bacalhau e arenque. Lembre-se, de preparar o peixe de forma que ele fique com baixo teor de gordura, sendo a melhor alternativa grelhá-lo. Para as fibras prefira a aveia, pois é rica em fibra solúvel responsável pelos efeitos redutores da absorção da gordura da dieta. As sementes de chia e linhaça, também auxiliam a reduzir os triglicerídeos. 
 
4.Exercite-se regularmente – pesquisas revelam que a atividade física ajuda a reduzir os níveis de LDH (colesterol ruim) e triglicerídeos e aumentar HDL (colesterol bom). 
 
Por fim, quando apenas as modificações no estilo de vida não são suficientes para controlar a hipertrigliceridemia, o segundo passo é a terapia farmacológica com orientação médica.  
 
Vale lembrar que, quando a quantidade de triglicerídeos no sangue está abaixo de 35 ml/dL, pode indicar problemas hormonais, desnutrição ou má-absorção de nutrientes e nesses casos o endocrinologista e o cardiologista devem ser consultados.
 
*Especialização em Nutrição Esportiva, Terapia Nutricional, Nutrição Clínica e Fitoterapia - CRN3 27940. Escreve para o Dourados News. 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pedra na vesícula: o papel da dieta na prevenção
Guavira: fruto símbolo do Mato Grosso do Sul
A influência da mídia na alimentação infantil
É possível comer de maneira saudável em restaurantes?
A importância da mastigação para o desenvolvimento infantil

Mais Lidas

DOURADOS
ACCGD promove 3º Costelão Dançante Beneficente hoje na AABB
E-SISBRAVET
Novo sistema vai agilizar atendimento de emergências veterinárias
CORUMBÁ
Casal é preso acusado de traficar bolivianos pela fronteira de MS
TEMPO
Domingo nublado com possibilidade de chuva em Dourados