Menu
Busca terça, 15 de outubro de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Saúde

Fernanda Viana

O que nunca te contaram sobre cortar carboidratos

04 fevereiro 2019 - 07h52

Janeiro se foi, rotina voltando ao normal, e o que a maioria das pessoas querem? Colocar a saúde em dia! E normalmente atrelam isso a pratica de atividade física com uma alimentação mais saudável, diferentemente do que fazia antes. No entanto, esse ato pode causar a retirada de alguns alimentos essenciais, principalmente quando o corte é feito sem as instruções de um profissional de saúde. 

Algumas dessas pessoas que se arriscam em dietas restritivas cortam o carboidrato, por completo. Não podemos fazer isso, já que ele é um macronutriente essencial e nossa principal fonte de energia. E quando o indivíduo começa a praticar exercícios, a demanda por energia é maior. Se ele corta alimentos de forma inapropriada, passa a ter um rendimento menor na atividade e fica exposto a hipoglicemia, desmaios e quedas.

Muitos não sabem, mas o ideal mesmo é readequar a alimentação retirando dela produtos processados e ultraprocessados e incorporar alimentos mais saudáveis como frutas, legumes e verduras. Vale lembrar também que existem diversos alimentos com carboidratos mais saudáveis, como os grãos integrais, raízes e tubérculos, que fontes de carboidratos e fibras e, no caso de algumas variedades, também de minerais e vitaminas, como o potássio e as vitaminas A e C. Este grupo inclui a mandioca, também conhecida como macaxeira ou aipim, batata ou batata-inglesa, batata-doce, batata-baroa ou mandioquinha, cará e inhame.

No entanto, o risco de quando se adota um cardápio restritivo, o estoque energético de uso mais imediato se esvai (carboidrato) e a pessoa acha que perdeu gordura rapidamente. Não, ela não perdeu! No entanto, você não sabia, mas o que foi eliminado é massa magra (músculo), não pneuzinhos. Resultado: flacidez, unhas quebradiças, queda de cabelo e um mau humor daqueles.

Saiba mais: Muita gente passa fome, deixa de sair para comer com os amigos e acaba exagerando nas fontes de gordura e proteína, que, em excesso, são capazes de alterar o metabolismo. Quando se trata de emagrecimento saudável, o segredo é não excluir ou priorizar nutrientes. Tem que investir em uma reeducação alimentar que seja possível de seguir em logo prazo. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Alho: um poderoso fitoterápico
O que você não sabia sobre dietas restritivas
A importância do café da manhã para crianças e adolescentes
Como a alimentação pode auxiliar a minimizar os sintomas do tempo seco
O que são e como controlar os triglicerídeos?

Mais Lidas

DOURADOS
Comandante da Guarda manda recolher modelos de espingardas que causaram morte de homem
CORUMBÁ
Corpos de trabalhadores mortos em fazenda são levados para Guia Lopes
DOURADOS
Homem é espancado por grupo no Centro durante roubo
PEDRO JUAN
Motorista de aplicativo é morto com 15 tiros na fronteira