Menu
Busca segunda, 24 de junho de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Nova equipe de Azambuja dá maior representatividade a Dourados

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

02 janeiro 2019 - 23h04

Presentão – No último dia de seu mandato, Michel Temer (MDB) nomeou o agora ex-ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (MDB), para ocupar cargo de conselheiro da Itaipu Binacional, com validade até o dia 16 de maio de 2020.  

Anulação – Apesar do presentão dado por Temer ao seu principal escudeiro, o atual presidente Jair Bolsonaro (PSL) teria, a princípio, se posicionado contra o fato, com a possibilidade inclusive de anulação da medida, porém, Marun disse ter recebido uma ligação do ministro Ônix Lorenzoni [Casa Civil], o garantindo no cargo. 

Representatividade – Comparando ao início do primeiro mandato de Reinaldo Azambuja, em 2015, é nítida uma maior representatividade douradense nesse novo ciclo que se iniciou terça-feira. De nenhum, o maior colégio eleitoral do interior terá quatro nomes no primeiro escalão.

Mais representatividade – A medida começou já na escolha do ex-prefeito Murilo Zauith (DEM) como vice para a disputa da reeleição. Antes, o cargo era ocupado por Rose Modesto (PSDB). Murilo ainda comandará a Secretaria de Infraestrutura. Outro douradense no governo Reinaldo é Geraldo Resende (PSDB), titular da Saúde, uma das mais importantes pastas.

Segurança – A representatividade aumenta com a manutenção de Antônio Carlos Videira na Secretaria de Segurança Pública de MS. Ele já esteve à frente do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira) e chegou a comandar a Delegacia Regional durante o governo de André Puccinelli (MDB).

Assistência Social – Natural de Dourados, Elisa Cléia Pinheiro Rodrigues Nobre ficará responsável pela Sedhast (Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho).

Representante – O senador eleito Nelsinho Trad não viajou à Brasília (DF) para a posse de Jair Bolsonaro (PSL) e ‘representou’ as outras duas colegas – Simone Tebet (MDB) e Soraya Thronicke (PSL) na sessão que iniciou o segundo mandato de Reinaldo Azambuja (PSDB).

Ministros – Os dois ministros sul-mato-grossense, Tereza Cristina e Luiz Henrique Mandetta, ambos do DEM, tomaram posse oficialmente no governo Jair Bolsonaro ontem, em Brasília, para comandar as pastas da Agricultura e Saúde, respectivamente. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Lista com exonerações deve ser publicada nesta semana
Sob intervenção, Funsaud tem comissão de auditoria extinta
“Transparência” causa discussão acalorada entre vereadores
Bolsonaro tem início de governo parecido com administração Délia
Temendo futuro, parlamentar pede ajuda a colegas

Mais Lidas

CAPITAL
Pai atira no próprio filho por dívida de R$ 2 milhões
POLÍCIA
Homem tem R$ 500 roubados após negar programa a travesti em Dourados
POLÍCIA
Ladrão é preso após esconder TV furtada de restaurante em cemitério
COSTA RICA
Mulher é morta pelo ex-namorado com golpes de canivete no pescoço