Menu
Busca sexta, 18 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Nova equipe de Azambuja dá maior representatividade a Dourados

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

03 janeiro 2019 - 00h04

Presentão – No último dia de seu mandato, Michel Temer (MDB) nomeou o agora ex-ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (MDB), para ocupar cargo de conselheiro da Itaipu Binacional, com validade até o dia 16 de maio de 2020.  

Anulação – Apesar do presentão dado por Temer ao seu principal escudeiro, o atual presidente Jair Bolsonaro (PSL) teria, a princípio, se posicionado contra o fato, com a possibilidade inclusive de anulação da medida, porém, Marun disse ter recebido uma ligação do ministro Ônix Lorenzoni [Casa Civil], o garantindo no cargo. 

Representatividade – Comparando ao início do primeiro mandato de Reinaldo Azambuja, em 2015, é nítida uma maior representatividade douradense nesse novo ciclo que se iniciou terça-feira. De nenhum, o maior colégio eleitoral do interior terá quatro nomes no primeiro escalão.

Mais representatividade – A medida começou já na escolha do ex-prefeito Murilo Zauith (DEM) como vice para a disputa da reeleição. Antes, o cargo era ocupado por Rose Modesto (PSDB). Murilo ainda comandará a Secretaria de Infraestrutura. Outro douradense no governo Reinaldo é Geraldo Resende (PSDB), titular da Saúde, uma das mais importantes pastas.

Segurança – A representatividade aumenta com a manutenção de Antônio Carlos Videira na Secretaria de Segurança Pública de MS. Ele já esteve à frente do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira) e chegou a comandar a Delegacia Regional durante o governo de André Puccinelli (MDB).

Assistência Social – Natural de Dourados, Elisa Cléia Pinheiro Rodrigues Nobre ficará responsável pela Sedhast (Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho).

Representante – O senador eleito Nelsinho Trad não viajou à Brasília (DF) para a posse de Jair Bolsonaro (PSL) e ‘representou’ as outras duas colegas – Simone Tebet (MDB) e Soraya Thronicke (PSL) na sessão que iniciou o segundo mandato de Reinaldo Azambuja (PSDB).

Ministros – Os dois ministros sul-mato-grossense, Tereza Cristina e Luiz Henrique Mandetta, ambos do DEM, tomaram posse oficialmente no governo Jair Bolsonaro ontem, em Brasília, para comandar as pastas da Agricultura e Saúde, respectivamente. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Detonados por viagem à China, parlamentares de MS respondem 'guru' de Bolsonaro
Vereador tentou entrar na Câmara fora do expediente e acabou barrado
Gestão sem rumo: Délia tem quase metade do secretariado de interinos
Lentidão da prefeitura atrapalha conscientização da população
Ex-secretário nos anos 1980 pode assumir Planejamento de Dourados

Mais Lidas

VINGANÇA
Após execução, fronteira entra em alerta para “guerra sangrenta” por domínio do tráfico
FRONTEIRA
Ex-candidato a prefeito, tio de narcotraficante é executado em Ponta Porã
DOURADOS
Homem danifica carro por vingança em estacionamento de hipermercado e acaba preso
PARANHOS
Operação contra traficantes que abasteciam morros cariocas prende dois em MS