Menu
Busca domingo, 25 de agosto de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Murilo garante DEM em majoritária e prevê “união” com tucanos em Dourados

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

10 junho 2019 - 00h05

Trânsito – Continuam dando polêmica junto aos parlamentares de MS em Brasília (DF), as propostas feitas pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) de alteração ao Código Brasileiro de Trânsito. Após o deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT) reclamar ‘paternidade’ da lei que dobra o número de pontos na carteira de habilitação de motoristas, Beto Pereira (PSDB), criticou as alterações. 

Passado – Em vídeo publicado em rede social, o deputado federal tucano disse que as medidas tomadas pelo presidente são um retrocesso nas regras de trânsito do país. As propostas mais polêmicas apresentadas por Bolsonaro são o fim da multa pelo não uso de cadeirinha a crianças, aumento no número de pontos para se perder a CNH e o fim da exigência de exames toxicológicos para motoristas profissionais. 

Magoou – A classe política vem surpreendendo cada vez mais em Mato Grosso do Sul. Quando se acredita ter visto de tudo, sempre aparece algo novo. Na Capital, o vereador Vinicius Siqueira (DEM) usou a tribuna da Câmara para reclamar ter sido preterido em grupo de whatsapp administrado pelo colega de Casa João Cesar Matogrosso (PSDB). Ele foi o único a ficar de fora. 

X-9 – Conforme a imprensa da Capital, o tucano, que administra o grupo onde estão os vereadores, disse ter tomado a decisão por acreditar que Siqueira estaria vazando informações para terceiros e acabou retrucado, sendo chamado de ‘menino mimado’.  

Sumiu – Após, mais uma vez, não localizar Neide Souza Mariano, suposta autora da denúncia pedindo a cassação do vereador Olavo Sul (PEN), a Câmara de Dourados realizou através da edição de sexta-feira do Diário Oficial do Município, a notificação a ela sobre o arquivamento da denúncia. 

Prefeitura – O vice-governador e presidente do DEM em Mato Grosso do Sul, Murilo Zauith, confirmou que o partido terá candidatura majoritária em Dourados nas eleições do ano que vem e também aguarda a abertura da janela, em março, para atrair novos políticos para a sigla.

Coligação – Na tarde de sexta-feira, na Aced, Murilo também garantiu que o projeto vencedor das eleições estaduais, na coligação com o PSDB, deve continuar na disputa pela maior cidade do interior de Mato Grosso do Sul. Resta saber como ficará a formatação da chapa. 

Nomes – Do lado Democratas, nomes como Barbosinha e Alan Guedes são cotados para entrar no pleito, enquanto no ninho tucano, o deputado estadual Marçal Filho e o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, podem ser colocados à frente na disputa. Resta saber quem deles aceitaria entrar como vice na possível chapa.   

Revitalizada – Na Aced, Murilo ainda afirmou que a revitalização da avenida Hayel Bon Faker, sentido Sul, deve começar ao longo desta semana. A obra será realizada pelo governo do Estado. 

 

*Colaborou Gizele Almeida

Deixe seu Comentário

Leia Também

Parlamentares de MS apelam às redes sociais e pedem voto para prêmio
Ex-campeão do mundo é tietado por deputados durante entrega de Moção na ALMS
Torcida, desabafo e cobrança no retorno de vereadores à Câmara
Soraya transfere ‘culpa’ por corte de verbas do Aeroporto à prefeitura
Volta de ‘afastados’ deve salvar Júnior Rodrigues de cassação

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher tem dedo amputado após empilhadeira a atingir enquanto fazia compras
DOURADOS
Após “falsa corrida”, motorista de aplicativo tem carro levado por bandido que se envolve em acidente e é preso
HOSPITAL DA VIDA
Órgãos de jovem que morreu em acidente são captados e levados para quatro cidades
POLÍCIA
Mulheres são presas por tráfico em Dourados