Menu
Busca sexta, 23 de agosto de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Material escolar chega dois meses após início das aulas em Dourados

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

17 abril 2019 - 00h03

Bateu – O vereador Juarez de Oliveira (MDB) criticou, sem citar nomes, secretários de Délia Razuk (PR) que segundo ele não merecem ocupar os cargos. O parlamentar reclamou ainda ter dificuldades em ser atendido em seus pedidos. A exceção foi o secretário de Serviços Urbanos interino, Fabiano Costa, que recebeu elogios. 

Tampão – Aliás, o tempo vai passando e os interinos do governo Délia vão ficando. Ainda são quatro titulares de pasta “tampões”. Além de Fabiano, Upiran Gonçalves permanece à frente da Funed, Kallen Christiany na Agricultura Familiar e Marise Aparecida Biachi na Secretaria Municipal de Obras Públicas, completam o time. 

UPA – Enfim, alguém levantou a bandeira para a construção de uma nova UPA (Unidade de Pronto Atendimento) em Dourados. A vereadora Lia Nogueira (PR) cobrou do Executivo que se ‘movimente’ e se articule politicamente para que o projeto possa ter andamento e desafogar a única unidade existente na cidade.  

Aproximação – A participação da prefeita Délia Razuk (PR) no encontro com vereadores e o secretário de Infraestrutura e vice-governador, Murilo Zauith (DEM), serviu para aproximar a administração municipal, isolada politicamente ao longo de mais de dois anos, do parlamento local. 

Articulação – Mesmo bombardeada constantemente na Casa – com razão - por conta da administração que deixa a desejar, a chefe do Executivo tem trocado informações com mais frequência junto aos vereadores da oposição e outras lideranças importantes para o município.

Da área – Produtor rural, o vereador Silas Zanata (PPS) foi a única autoridade presente na coletiva realizada ontem pelo Sindicato Rural de Dourados para apresentar detalhes sobre a Expoagro. 

Invisível – Vice-prefeito e ex-presidente do Sindicato Rural, Marisvaldo Zeuli não deu o ar da graça no encontro. ‘Invisível’ na atual gestão municipal, o antecessor de Lúcio Damália poderia ter saído da ‘toca’ e prestigiado o ato realizado pelos colegas.

Fraude – Esquema desmontado pelo Gaeco em Água Clara na manhã de ontem se assemelha ao que ocorria em Dourados e que resultou na Operação Cifra Negra. Um vereador e dois ex-vereadores são suspeitos de participar de esquema de fraudes em licitações que resultaram em desvios que podem chegar a R$ 900 mil. 

Material – Escolas da Rede Municipal de Ensino vão começar a receber ao longo da semana os kits de material escolar para o ano letivo que se iniciou em fevereiro. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Parlamentares de MS apelam às redes sociais e pedem voto para prêmio
Ex-campeão do mundo é tietado por deputados durante entrega de Moção na ALMS
Torcida, desabafo e cobrança no retorno de vereadores à Câmara
Soraya transfere ‘culpa’ por corte de verbas do Aeroporto à prefeitura
Volta de ‘afastados’ deve salvar Júnior Rodrigues de cassação

Mais Lidas

TRÂNSITO
Empresa desliga mais de 30 lombadas eletrônicas em Dourados após rescisão contratual
Hospital da Vida
Ao MPE, médico relata confusão total de informações em plantão com morte
DOURADOS
Veículo é consumido pelas chamas no Água Boa; veja vídeo
CRIME ORGANIZADO
Operação contra o PCC cumpre 30 mandados de prisão em cidades de MS