Menu
Busca domingo, 15 de setembro de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Inquérito investigando atraso de repasses da prefeitura a hospital é arquivado

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

07 junho 2019 - 00h05

Gaveta – O MPE (Ministério Público Estadual) arquivou Inquérito que investigava os motivos da falta de repasses financeiros por parte do Município de Dourados ao Hospital Universitário, datado do ano passado. A justificativa se dá pela normalização da situação. 

Estrutura – Inquérito Civil instaurado pelo promotor Etéocles Brito Mendonça Dias Júnior, da 10ª Promotoria de Justiça de Dourados, apura junto a prefeitura, ausência de infraestrutura básica nos bairros Campo Belo I e II. No local, não há postos de saúde, escolas, transporte público de qualidade e, principalmente, saneamento básico. 

Prefeitura – A ‘disputa eleitoral’ entre parlamentares douradenses na Assembleia de MS continua movimentada a pouco mais de um ano do início da campanha, principalmente entre os deputados Marçal Filho (PSDB) e o líder do governador Reinaldo Azambuja na Casa, Barbosinha (DEM). 

Debate - A cada temática debatida tendo a cidade evidenciada, aparte de ambos os lados é pedida para posicionamento. Os dois, além de Renato Câmara (MDB), são nomes citados para a disputar a prefeitura de Dourados no ano que vem.

Tribuna – O deputado estadual Pedro Kemp (PT) criticou a proposta do governo Jair Bolsonaro (PSL) em modificar o Código Brasileiro de Trânsito. “A preocupação do presidente deveria ser com o desemprego”, contou ao citar que existe no Brasil atualmente 14 milhões de desempregados. 

Exonerações – Termina na próxima semana o prazo dado pela prefeita Délia Razuk (PR) para que os secretários façam os ajustes necessários nas pastas em relação aos servidores comissionados que serão exonerados. 

Cortes – A medida está dentro do decreto de contingenciamento de gastos no valor de R$ 31 milhões publicado no dia 29 de maio. A intenção da administração municipal é diminuir a folha e outras despesas, principalmente de terceirizadas que prestam serviço à prefeitura. 
Julgamento – Está previsto para terminar hoje, em São Paulo (SP), o júri popular dos indígenas acusados pelos assassinatos de dois policiais militares, em Dourados, no ano de 2006. O julgamento teve início na terça-feira. 

Buracão – Edição suplementar do Diário Oficial do Município de ontem traz a empresa Planacon como vencedora da dispensa de licitação visando resolver o problema da avenida Presidente Vargas, interditada há mais de dois meses após o asfalto ceder na saída para Itaporã. 

Prazo – As obras no local estão previstas até o final de setembro, ou seja, durante os próximos quatro meses os comerciantes da região continuarão amargando prejuízos econômicos. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dois meses após pedir demissão, secretário continua no cargo
Partido cobra R$ 350 em seleção para filiados que pretendem disputar eleição em 2020
Deputado promete bomba, entrega “traque” e expõe empresário nomeado em seu gabinete
Greve geral volta a assombrar prefeitura de Dourados
Pretensos candidatos à prefeitura, deputados ficam fora de palanque durante desfile

Mais Lidas

DOURADOS
Motorista faz ‘strike’ de motos no Centro e deixa três feridos
DOURADOS
Força-tarefa tira mais de 20 veículos de circulação na Coronel Ponciano
TRAGÉDIA
Cantor sertanejo morre em acidente de carro no MS
DOURADOS
Armados, indígenas se aproximam de seguranças em área invadida na Perimetral Norte