Menu
Busca quinta, 14 de novembro de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Favorável a ampliação enquanto vereadora, Délia agora quer diminuir perímetro urbano

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

15 outubro 2019 - 00h04

Lista – Documento pedindo ao presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, que apresente a prestação de contas da legenda ‘por maior transparência’ tem a assinatura de Jair Bolsonaro e de apenas um parlamentar sul-mato-grossense integrante do partido, o deputado federal Luiz Ovando. Os outros dois, Soraya Thronicke e Tio Truts, não aparecem na listagem. 

Enquete – Para 64,13% dos 315 internautas que responderam enquete proposta pelo Dourados News, as eleições municipais de 2020 devem reunir entre três a cinco candidaturas à prefeitura de Dourados. Outros 19,05% creem em mais de cinco na disputa e 16,83% em duas no máximo. 

Perímetro – A prefeita Délia Razuk tem estudado junto com o secretariado, encaminhar nos próximos meses à Câmara de Vereadores de Dourados, projeto para a diminuição do perímetro urbano do Município. 

Passado – Em 2011, proposta apresentada à Casa de Leis pelo então prefeito Murilo Zauith (DEM), chegou a gerar polêmica, mas foi aprovado quase por unanimidade. Na época, Délia atuava no parlamento, mas apenas o vereador Elias Ishy (PT) se posicionou contrário à proposta. 

Recuo – Essa não é a primeira vez que Délia volta atrás de projetos que receberam aval dela quando atuava no Legislativo. Em março do ano passado, ela encaminhou proposta à Câmara mudando redações do PCCR (Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações) do funcionalismo público, bastante defendido por ela enquanto vereadora. 

Presente – A reunião pré-pauta de ontem na Câmara de Dourados contou com a presença de Idenor Machado (PSDB), que retomou o cargo recentemente após ser afastado dentro das investigações da Operação Cifra Negra, desencadeada em dezembro. Cirilo Ramão (MDB) e Pedro Pepa (DEM), continuam longe dos ‘holofotes’ do Legislativo. 

Gestão – Mais uma vez os pacientes de outras cidades são colocados como ‘vilões’ da saúde pública douradense. Conforme material encaminhado ontem à imprensa pela assessoria de comunicação da prefeitura, novmente é estudada a ‘entrega’ da gestão plena da Saúde sob alegação de que o município não possui condições de arcar com a manutenção do Hospital da Vida. A secretária Berenice Machado ainda reclamou dos repasses, segundo ela, atrasados por parte do Estado.  

Disputa – O partido Novo lançou edital para avaliação de postulantes a futuro pré-candidatos à prefeitura de 46 cidades, incluindo Dourados. São três fases e para participar, o postulante precisa cumprir uma série de exigências da legenda, como atender as regras da ficha limpa e experiência comprovada em gestão empresarial, além de pagar uma taxa de R$ 2 mil na segunda etapa da avaliação. 

Ato – Após anunciar troca do PSDB pelo Solidariedade, o ex-secretário de Infraestrutura no primeiro mandato de Reinaldo Azambuja (PSDB), Marcelo Miglioli, se filiará oficialmente em ato agendado para 26 de outubro, na Capital, em evento que terá a presença do presidente nacional da legenda, Paulinho da Força. 

Descontração – Conversa animada em grupo de vereadores ontem antes da reunião pré-pauta despertou a curiosidade sobre votos nas eleições do ano passado. Quando comentava as escolhas, Maurício Lemes (PSB) foi questionado por Alan Guedes (DEM) se ele teria optado por Marçal Filho (PSDB) para deputado estadual, arrancando risada do colega. Lemes era primeiro suplente da coligação a qual Marçal fazia parte e conseguiu a vaga na Câmara em definitivo após a renúncia do parlamentar para assumir cargo na Assembleia Legislativa em fevereiro de 2019. 

*Colaborou André Bento

Deixe seu Comentário

Leia Também

Deputados do PT e PSL votam juntos em MS
Novo bloco formado na Câmara já tem cinco vereadores
Escudeiro fiel, Marun diz que ainda tem falado com Temer
CPI que gerou polêmica pode ser instaurada ainda esta semana
Debutantes na AL e Congresso travam ‘arranca-rabo’ virtual

Mais Lidas

DOURADOS
Encontrado morto na PED dividia cela com 18 internos em ala comandada por facção
TRÂNSITO
Bêbado invade preferencial e deixa família ferida em Dourados
ENCOMENDADA
Quadrilha desarticulada tinha ordem de facção para roubar seis motos em Dourados
PURIFICAÇÃO
Preso, ex-secretário de Saúde é exonerado do cargo de coordenador do Samu