Menu
Busca quarta, 20 de novembro de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Diminuição do perímetro urbano pode encontrar resistência

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

29 outubro 2019 - 00h04

Concorrência – O início da operação da Passaredo em Dourados pode fazer com que a Azul Linhas Aéreas, até então a única empresa a atuar no município, coloque aeronaves de maior porte para realizar os voos até o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP).

Ausente – A prefeita Délia Razuk aproveitou o feriado do Dia do Servidor para descansar e se ausentar da cidade. Na tarde de domingo, durante a retomada de operação da Passaredo no município, o assessor especial Alexandre Mantovani, a representou na solenidade realizada no Aeroporto Francisco de Matos Pereira. 

Troca – O presidente da Câmara de Dourados, Alan Guedes (DEM), tem pensado bastante e pode mudar de ares na abertura da próxima janela partidária, em março do ano que vem, conforme pessoas do convívio do vereador. A intenção do parlamentar é entrar na disputa pelo Executivo em 2020. 

Disputa – Como o presidente do diretório municipal do DEM, deputado estadual José Carlos Barbosa, o Barbosinha, se lançou pré-candidato ao pleito não estaria disposto a abrir mão da disputa, o vereador se tornou ‘alvo’ e também mantido contato com lideranças de outras legendas para concorrer ao pleito. 

Abono – Ao contrário de Pedro Pepa (DEM) e Cirilo Ramão (MDB), que apresentaram atestado médico para justificar ausências na sessão do dia 7 de outubro, o vereador Idenor Machado (PSDB) quer abonar as faltas dele na Câmara até que ocorra esclarecimento da Justiça em relação a medida cautelar imposta ao trio, investigado dentro da Operação Cifra Negra. 

Pré-pauta – Ontem, o tucano participou normalmente da reunião pré-pauta ocorrida no Plenarinho, ao contrário dos outros dois parlamentares, que andam sumido do Legislativo. 

Perímetro – O projeto para a diminuição do perímetro urbano do município deve encontrar resistência de empresários do ramo imobiliário que já teriam começado a investir em projetos na cidade. Membros da base aliada também estariam percebendo a dificuldade em articular pela aprovação do projeto.  

Propaganda – Lançado pré-candidato a prefeito de Campo Grande pelo Solidariedade na manhã de sábado, o ex-secretário de Infraestrutura de MS, Marcelo Miglioli, não titubeou em usar obras ordenadas pelo governo estadual para ficar com a paternidade dos investimentos. “Vencemos a crise, entregamos 1.500 obras onde foram investidos quase R$ 6 bilhões”. 

Enquete – Quase 88% dos 480 internautas que participaram da enquete proposta pelo Dourados News não creem no fim dos problemas da saúde em Dourados após aumento dos repasses ao município por parte do governo federal. Outros 12,29% veem no anúncio realizado pelo ministro Luiz Henrique Mandetta, no dia 18 de outubro, a solução para os problemas. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Aguardando filiação de Délia, Delcídio começa a traçar estratégia do PTB para 2020
Com salários defasados, servidores vão à Câmara por aumento no “teto” do Município
Deputado federal volta a atacar parlamentares da Assembleia de MS
Deputados do PT e PSL votam juntos em MS
Novo bloco formado na Câmara já tem cinco vereadores

Mais Lidas

ESTELIONATO
Suspeita de aplicar golpes em Dourados é presa na Paraíba
OPERAÇÃO PATRON
Dono de loja de importados na fronteira também é alvo de operação
TENTATIVA DE FEMINICÍDIO
Ex esperou mulher chegar de curso para tentar matá-la no Estrela Verá
OPERAÇÃO PURIFICAÇÃO
Justiça Federal aceita denúncia contra cinco suspeitos de corrupção na Funsaud