Menu
Busca sexta, 22 de março de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Deputados acirram “briga” pela prefeitura de Dourados na Assembleia

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

06 março 2019 - 00h03

Auxílio – Dos oito deputados federais eleitos em Mato Grosso do Sul, apenas três renunciaram o ‘auxílio mudança’ pago pela Câmara Federal com o dinheiro público. São eles Rose Modesto (PSDB), Fábio Trad (PSD) e a ministra da Agricultura Tereza Cristina (DEM), que deixou o cargo parlamentar para assumir o posto no governo Jair Bolsonaro (PSL). Os dados foram divulgados pelo portal UOL.

Nova? – Já os eleitos pela primeira vez e defensores da ‘nova política’, como Tio Truts (PSL) e Luiz Ovando (PSL), não deixaram de abocanhar o valor de R$ 33,7 mil pago com o dinheiro público, assim como Vander Loubet (PT) e Dagoberto Nogueira (PDT), que já estavam lá e não precisavam do recurso.

Declínio – Inquérito que corre em caráter sigiloso na 16ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social de Dourados foi analisado pelo Conselho do MPE na semana passada e teve, por unanimidade, homologado o seu declínio de atribuição ao Ministério Público Federal.

Na mira – A barulheira provocada por uma das filiais de grande rede de lojas de eletrodomésticos virou motivo de investigação do Ministério Público Estadual em Dourados. Aliás, o setor de postura do município poderia realizar uma ação para apurar a poluição sonora de várias outras empresas e também dos carros de som que trafegam pela área central.  

Embate – As sessões da Assembleia Legislativa viraram um verdadeiro embate eleitoral, tendo o pleito eleitoral de 2020 em Dourados como pano de fundo. Três potenciais candidatos à cadeira hoje ocupada por Délia Razuk (PR) – Renato Câmara (MDB), Barbosinha (DEM) e Marçal Filho (PSDB) - têm usado o plenário da Casa para destacar ações e apontar os principais problemas enfrentados pela população.

Isolada – Na quarta-feira passada, Renato Câmara (MDB) criticou a falta de planejamento do município em relação a adesão dos sistemas de consórcios intermunicipais. Após seu relato na Assembleia, o parlamentar ainda escreveu um artigo mostrando o caminho a ser seguido e classificou a cidade como ‘isolada’ por não se integrar nessas situações.

Propaganda – Já na quinta, Marçal Filho propagandeou seus questionamentos sobre a atual gestão durante o seu mandato como vereador e aproveitou para citar a visita feita ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB) entregando-lhe projetos para recapeamento em importantes vias da cidade.

Pediu parte – Durante o discurso, o deputado tucano relatou estar trabalhando por Dourados na Casa de Leis, o suficiente para Barbosinha pedir parte em seu pronunciamento para se posicionar sobre o assunto, citando que todos [deputados eleitos por Dourados] têm feito muito “pela cidade, há anos”. Pouco antes, o democrata havia dado entrevista deixando evidente que pode disputar as eleições do ano que vem.

Fora - O casamento entre o juiz aposentado Odilon de Oliveira e o PDT, já abalado desde as eleições do ano passado, parece perto do fim. Na semana passada, o segundo colocado no pleito passado, perdendo para o reeleito Reinaldo Azambuja (PSDB) no 2º turno, ameaçou deixar a sigla caso não tenha espaço na eleição municipal de 2020.

Intenção - Fortalecido por chegar à frente de muitos candidatos com história na política no ano passado, o juiz se vê em condições de dar seus pitacos nos rumos que seu partido terá, principalmente em relação a Capital, Campo Grande. Além de uma possível ‘briga’ pela prefeitura local. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Neno Razuk sai em defesa da mãe na Assembleia
Tucanos e petistas já se movimentam pensando nas eleições municipais
Agora como vereadora, Marinisa tem novo ‘embate’ com educadores
Pressão popular deve ser mantida para Câmara cassar vereadores
MDB quer dar a "volta por cima" usando Puccinelli mais uma vez

Mais Lidas

DOURADOS
Tripla colisão deixa dois feridos em cruzamento movimentado
DOURADOS
Universitária morre no HV quatro dias após acidente de moto
RIO BRILHANTE
Dono de oficina baleado pela manhã morre no Hospital da Vida
OPERAÇÃO PREGÃO
Investigações apontam assinatura de morta em contrato de empresa de refrigeração com prefeitura