Menu
Busca quinta, 19 de setembro de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Deputado ‘culpa’ PCCR por caos econômico em Dourados

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

16 agosto 2019 - 00h04

Agenda – Derrotado nas urnas nas eleições presidenciais do ano passado, o vice-presidente nacional do PDT, Ciro Gomes, desembarcou ontem em Campo Grande para agenda extensa nesta sexta com correligionários para dar o pontapé nas discussões sobre o pleito municipal de 2020. Durante a estadia dele no Estado também haverá palestras. 

Prazo – Promessa da prefeitura de quitar os salários até hoje deve enfraquecer a paralisação geral aprovada em Assembleia na segunda-feira passada no Sinsemd (Sindicato dos Servidores Municipais de Dourados). 

Estratégia – Aliás, tem muita gente acreditando que o recente escalonamento e agora o ‘fatiamento’ de salários, acompanhado das explicações constantes do setor financeiro da prefeitura, seria apenas a retomada das conversas para se mexer no PCCR (Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração) do funcionalismo público, aprovado na gestão passada com o aval da própria prefeita Délia Razuk (sem partido). 

Nada – Apesar da indicativa e possibilidade, até o momento nenhuma proposta para essa mudança chegou à Câmara. A própria prefeita, em conversa com membro da Mesa Diretora da Casa, alegou não pensar em alteração. 

Cobrança – A participação da prefeita enquanto vereadora na aprovação do PCCR deve ter sido esquecida pelo deputado estadual e filho de Délia, Neno Razuk (PTB), que na sessão de quarta-feira responsabilizou o governo passado pelo caos econômico e as dificuldades enfrentadas pela atual gestão em honrar os compromissos com os servidores públicos após a aprovação do projeto. 

Custo – O Ministério Público Estadual desembolsou, apenas em diárias durante o mês de julho em Mato Grosso do Sul, R$ 367.706,33, conforme prestação de contas divulgada no Diário Oficial do órgão. Em passagens, os gastos chegaram a R$ 42.184,84.

Diárias – Três viagens levando promotores de justiça se destacam no documento. Para congressos em Blumenau (SC), Brasília (DF) e Rio de Janeiro (RJ), foram desembolsados R$ 5.053, R$ 4.548 e R$ 3.930, respectivamente pelo MP.

Filiação – O PSL realiza amanhã em Dourados, ato de filiação em busca de novos nomes para integrar o partido. A senadora Soraya Thronicke confirmou presença e deve fazer sua primeira aparição pública na cidade em que nasceu desde que assumiu o mandato, em fevereiro. 

Nomes – Além do ato, agendado para a partir das 8h na Câmara de Dourados, a legenda deve se reunir para tentar aparar arestas não só no maior colégio eleitoral do interior do Estado, como também na Capital, onde é nítida a divisão entre os grupos da própria senadora e do deputado estadual Coronel Davi. 

PT – Está previsto para a próxima sexta-feira, 23 de agosto, a visita do ex-ministro da Educação e ex-candidato à presidência da República derrotado nas eleições do ano passado, Fernando Haddad a Dourados. A agenda ainda é montada pelo diretório local do PT.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

“Chapa esquenta” durante sessão e deputados têm debates acalorados na ALMS
Após agenda cancelada, ministro deve vir a Dourados em outubro
Deputado pode estar voltando para "antiga casa"
Aos poucos, estratégias são montadas visando 2020 e 22
Dois meses após pedir demissão, secretário continua no cargo

Mais Lidas

DOURADOS
De assaltante frustrado a autor de furto, jovem agora é apontado como assassino frio e cruel
DOURADOS
“Terror”: Empresário foi agredido e ameaçado de morte durante roubo de joias
CRIME BRUTAL
Após matar pai e filho, assassino arrancou cérebro de menor e manteve fogo aceso para queimar corpos
DOURADOS
Interno foge da PED durante trabalho de manutenção