Menu
Busca terça, 18 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Deputado ‘culpa’ PCCR por caos econômico em Dourados

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

16 agosto 2019 - 00h04

Agenda – Derrotado nas urnas nas eleições presidenciais do ano passado, o vice-presidente nacional do PDT, Ciro Gomes, desembarcou ontem em Campo Grande para agenda extensa nesta sexta com correligionários para dar o pontapé nas discussões sobre o pleito municipal de 2020. Durante a estadia dele no Estado também haverá palestras. 

Prazo – Promessa da prefeitura de quitar os salários até hoje deve enfraquecer a paralisação geral aprovada em Assembleia na segunda-feira passada no Sinsemd (Sindicato dos Servidores Municipais de Dourados). 

Estratégia – Aliás, tem muita gente acreditando que o recente escalonamento e agora o ‘fatiamento’ de salários, acompanhado das explicações constantes do setor financeiro da prefeitura, seria apenas a retomada das conversas para se mexer no PCCR (Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração) do funcionalismo público, aprovado na gestão passada com o aval da própria prefeita Délia Razuk (sem partido). 

Nada – Apesar da indicativa e possibilidade, até o momento nenhuma proposta para essa mudança chegou à Câmara. A própria prefeita, em conversa com membro da Mesa Diretora da Casa, alegou não pensar em alteração. 

Cobrança – A participação da prefeita enquanto vereadora na aprovação do PCCR deve ter sido esquecida pelo deputado estadual e filho de Délia, Neno Razuk (PTB), que na sessão de quarta-feira responsabilizou o governo passado pelo caos econômico e as dificuldades enfrentadas pela atual gestão em honrar os compromissos com os servidores públicos após a aprovação do projeto. 

Custo – O Ministério Público Estadual desembolsou, apenas em diárias durante o mês de julho em Mato Grosso do Sul, R$ 367.706,33, conforme prestação de contas divulgada no Diário Oficial do órgão. Em passagens, os gastos chegaram a R$ 42.184,84.

Diárias – Três viagens levando promotores de justiça se destacam no documento. Para congressos em Blumenau (SC), Brasília (DF) e Rio de Janeiro (RJ), foram desembolsados R$ 5.053, R$ 4.548 e R$ 3.930, respectivamente pelo MP.

Filiação – O PSL realiza amanhã em Dourados, ato de filiação em busca de novos nomes para integrar o partido. A senadora Soraya Thronicke confirmou presença e deve fazer sua primeira aparição pública na cidade em que nasceu desde que assumiu o mandato, em fevereiro. 

Nomes – Além do ato, agendado para a partir das 8h na Câmara de Dourados, a legenda deve se reunir para tentar aparar arestas não só no maior colégio eleitoral do interior do Estado, como também na Capital, onde é nítida a divisão entre os grupos da própria senadora e do deputado estadual Coronel Davi. 

PT – Está previsto para a próxima sexta-feira, 23 de agosto, a visita do ex-ministro da Educação e ex-candidato à presidência da República derrotado nas eleições do ano passado, Fernando Haddad a Dourados. A agenda ainda é montada pelo diretório local do PT.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Antes de motim, MP abriu procedimento para acompanhar políticas públicas na Unei
Deputado “lança” colega à prefeitura em evento com ministra
Após tweet publicitado, Moro é cobrado por violência na fronteira
Manutenção de voto evidencia saída de Alan Guedes do DEM
Vereadores investigados por corrupção devem se salvar mais uma vez

Mais Lidas

DOURADOS
Ferido com tiro no peito, entregador chega pilotando moto na UPA
DOURADOS
Líderes de motim que causou estragos na Unei são levados à delegacia
DOURADOS
VÍDEO: Internos 'batem grade' e queimam colchões em princípio de rebelião na Unei
FRONTEIRA
Festa termina com aniversariante e convidado assassinados por pistoleiros