Menu
Busca segunda, 16 de setembro de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Délia manda cortar despesas, mas diminuição de secretarias ainda não sai do papel

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

30 maio 2019 - 00h04

Vitória... – O presidente Jair Bolsonaro (PSL) conseguiu, na noite de terça-feira, que o Senado aprovasse a Medida Provisória 870, tratando da reforma administrativa e que diminui a quantidade de ministérios em seu governo, passando de 29 para 22. 

...amarga – Porém, dentro do pacote, os parlamentares mantiveram o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) sob o comando do Ministério da Economia – antes aprovado pela Câmara - e não a cargo do ministro Sérgio Moro, da Justiça, como defendia o presidente. Se o texto da MP fosse modificado, voltaria à Câmara para ser analisado, podendo expirar o prazo final de sua apreciação, 3 de junho, próxima segunda. 

Votos – Todos os senadores sul-mato-grossenses se posicionaram favoráveis à reforma, incluindo no pacote o Coaf ‘fora’ das mãos de Moro. A única a se posicionar, e de forma simbólica contra o retorno do Conselho à Economia foi Simone Tebet (MDB). 

Personalidade? – Antes da votação, em seu twitter, Soraya afirmou que ela e seu partido queriam o Coaf com Moro, porém, cedeu e responsabilizou a Câmara dos Deputados por ter de se posicionar contrário: “Nós do PSL no Senado queremos que o COAF fique no Min. da Justiça com o Min Sérgio Moro (sic). Infelizmente o comando da Câmara inviabilizou tudo isso. Cair a MP 870 é grave. Segundo o Presidente, o COAF pode voltar por veto ou por decreto. Depender da Câmara é suicídio”.

Comissão – O Diário Oficial do Município trouxe na edição de ontem a criação da comissão processante que analisará denúncia de crime de responsabilidade-administrativa contra o vereador Junior Rodrigues (PR), ex-líder da prefeita Délia Razuk (PR) na Casa. Marcelo Mourão (PRP), Silas Zanata (Cidadania) e Olavo Sul(Patriota), ocupam as funções de presidente, relator e membro, respectivamente. 

Negou – O presidente estadual do PDT, deputado federal Dagoberto Nogueira, negou, em vídeo encaminhado à imprensa, que tenha expulsado o deputado estadual Jamilson Name do partido. De acordo com o parlamentar, o correligionário pediu para sair e sua desfiliação foi aceita. No fim, ainda chamou Jamilson de ‘mentiroso, falso e mau-caráter’.

Viagem – Está agendado para a próxima terça-feira, 4 de junho, viagem do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) para participar de evento na cidade de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia. Lá será assinado um termo de cooperação com o país vizinho, nas áreas de gás natural, ureia e agropecuária.

Conflito – Decreto de contingenciamento assinado pela prefeita Délia Razuk (PR) e publicado ontem em Diário Oficial deve ‘travar’ mais um duelo entre a atual administração e o funcionalismo público. A medida impede concessão de vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração a qualquer título aos servidores.

Corte – E, apesar da necessidade no corte de despesas, mais no que diz respeito a contratos e comissionados, Délia ainda não enxugou a máquina de seu governo, conforme prometido por ela no final do ano passado. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Aos poucos, estratégias são montadas visando 2020 e 22
Dois meses após pedir demissão, secretário continua no cargo
Partido cobra R$ 350 em seleção para filiados que pretendem disputar eleição em 2020
Deputado promete bomba, entrega “traque” e expõe empresário nomeado em seu gabinete
Greve geral volta a assombrar prefeitura de Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Carro roleta Marcelino, bate em moto e deixa jovem ferida
TRAGÉDIA
Homem morre e três ficam em estado grave em acidente na MS-429
MS
Motorista morre após bater carro em árvore em rodovia
POLÍCIA
Adolescente capota carro com droga na BR-463