Menu
Busca quinta, 27 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Câmara realiza julgamento de 5º vereador em oito meses

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

30 agosto 2019 - 00h04

Manifesto – Profissionais de enfermagem e agentes comunitários de saúde cumpriram a promessa mesmo com o anúncio da prefeitura em quitar o PMAQ (Programa de Melhoria do Acesso e Qualidade) e fizeram mobilização em frente à Secretaria Municipal de Saúde ontem pela manhã.

Confirmado – Como já era previsto, a processante investigando suposto crime político administrativo contra o vereador Junior Rodrigues (PL), entregou parecer pelo arquivamento da denúncia feita pela advogada e ex-vereadora, Virgínia Magrini. A sessão para a votação do relatório ocorre hoje, às 16h. 

Plenário – No plenário, os parlamentares devem acompanhar o parecer do relator, Silas Zanata (Cidadania), votando contra a cassação do ex-líder da prefeita Délia Razuk (sem partido) na Câmara.

Número – Junior Rodrigues será o quinto parlamentar a ser julgado este ano na Câmara. Em maio, Denize Portollan (PL), presa na Operação Pregão, Pedro Pepa (DEM), Cirilo Ramão (MDB) e Idenor Machado (PSDB), alvos da Operação Cifra Negra, já haviam passado pela avaliação dos colegas parlamentares.  

Reviravolta – Nem bem voltaram a esquentar a cadeira na Câmara de Dourados e os vereadores Pedro Pepa (DEM) e Cirilo Ramão (MDB) devem deixar os cargos após a Justiça cassar a liminar que devolvia a ambos o mandato, trazendo de volta à Casa, Marinisa Mizoguchi (PSB) e Marcelo Mourão, respectivamente. 

Notificação – Até a tarde de ontem, a Câmara ainda não havia sido notificada sobre a decisão judicial. Pepa e Cirilo foram presos no ano passado e afastados judicialmente, retornando ao cargo no dia 16 de agosto. 

Estreia – O deputado estadual Antônio Vaz (PRB) foi o ‘modelo’ de um novo ângulo de filmagem na transmissão das sessões da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, com o microfone disponibilizado para as indicações, sendo colocado em frente a Mesa Diretora, e não mais lateral. O fato gerou até brincadeira do presidente da Casa, Paulo Corrêa (PSDB). “O senhor vai ser o nosso modelo nessa estreia”, disse a Vaz. 

Piadas – Evander Vendramini também aproveitou a ‘estreia’ do novo microfone e relembrou as recentes e acaloradas discussões entre parlamentares na Assembleia. “Quando vi a instalação do microfone, pensei que seria para um novo debate entre PT e PSL”.

Criação – O deputado federal João Henrique (PL) apresentou projeto para alterar a redação do anexo da Lei 3945, de 4 de agosto de 2010, referente a 11 de outubro, para que mude e passe a utilizar como ‘criação do Estado de Mato Grosso do Sul’, retirando o termo ‘divisão de Mato Grosso do Sul’. 

Identidade – Na opinião do parlamentar, neto do ex-governador Marcelo Miranda, a intenção é contribuir, com a medida, para a construção de uma identidade sul-mato-grossense. “Quem foi dividido foi o Mato Grosso, nosso Estado foi criado”, relatou na tribuna durante a sessão de ontem.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Alerta de ministro contra coronavírus inclui evitar compartilhar tereré
Sem cumprir contrato em MS, grupo arremata BR no Sul do país
Magoado, deputado sai de grupo e se isola na AL
Falta de cuidados em três terrenos leva prefeitura ser multada pelo CCZ
Com caso em investigação, deputado elege culpados por suposto atentado

Mais Lidas

MULTIDÃO
Carnaval na praça central de Dourados termina em ‘confusão e sujeira’
DOURADOS
Mulher tenta sair de mercado com quase R$ 700 em compras sem pagar
INVESTIGAÇÃO
Ex-prefeito de Amambai foi morto após discussão por desacordo trabalhista
PONTA PORÃ
Estado monitora caso suspeito de Coronavírus na fronteira