Menu
Busca sexta, 20 de setembro de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Câmara realiza julgamento de 5º vereador em oito meses

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

30 agosto 2019 - 00h04

Manifesto – Profissionais de enfermagem e agentes comunitários de saúde cumpriram a promessa mesmo com o anúncio da prefeitura em quitar o PMAQ (Programa de Melhoria do Acesso e Qualidade) e fizeram mobilização em frente à Secretaria Municipal de Saúde ontem pela manhã.

Confirmado – Como já era previsto, a processante investigando suposto crime político administrativo contra o vereador Junior Rodrigues (PL), entregou parecer pelo arquivamento da denúncia feita pela advogada e ex-vereadora, Virgínia Magrini. A sessão para a votação do relatório ocorre hoje, às 16h. 

Plenário – No plenário, os parlamentares devem acompanhar o parecer do relator, Silas Zanata (Cidadania), votando contra a cassação do ex-líder da prefeita Délia Razuk (sem partido) na Câmara.

Número – Junior Rodrigues será o quinto parlamentar a ser julgado este ano na Câmara. Em maio, Denize Portollan (PL), presa na Operação Pregão, Pedro Pepa (DEM), Cirilo Ramão (MDB) e Idenor Machado (PSDB), alvos da Operação Cifra Negra, já haviam passado pela avaliação dos colegas parlamentares.  

Reviravolta – Nem bem voltaram a esquentar a cadeira na Câmara de Dourados e os vereadores Pedro Pepa (DEM) e Cirilo Ramão (MDB) devem deixar os cargos após a Justiça cassar a liminar que devolvia a ambos o mandato, trazendo de volta à Casa, Marinisa Mizoguchi (PSB) e Marcelo Mourão, respectivamente. 

Notificação – Até a tarde de ontem, a Câmara ainda não havia sido notificada sobre a decisão judicial. Pepa e Cirilo foram presos no ano passado e afastados judicialmente, retornando ao cargo no dia 16 de agosto. 

Estreia – O deputado estadual Antônio Vaz (PRB) foi o ‘modelo’ de um novo ângulo de filmagem na transmissão das sessões da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, com o microfone disponibilizado para as indicações, sendo colocado em frente a Mesa Diretora, e não mais lateral. O fato gerou até brincadeira do presidente da Casa, Paulo Corrêa (PSDB). “O senhor vai ser o nosso modelo nessa estreia”, disse a Vaz. 

Piadas – Evander Vendramini também aproveitou a ‘estreia’ do novo microfone e relembrou as recentes e acaloradas discussões entre parlamentares na Assembleia. “Quando vi a instalação do microfone, pensei que seria para um novo debate entre PT e PSL”.

Criação – O deputado federal João Henrique (PL) apresentou projeto para alterar a redação do anexo da Lei 3945, de 4 de agosto de 2010, referente a 11 de outubro, para que mude e passe a utilizar como ‘criação do Estado de Mato Grosso do Sul’, retirando o termo ‘divisão de Mato Grosso do Sul’. 

Identidade – Na opinião do parlamentar, neto do ex-governador Marcelo Miranda, a intenção é contribuir, com a medida, para a construção de uma identidade sul-mato-grossense. “Quem foi dividido foi o Mato Grosso, nosso Estado foi criado”, relatou na tribuna durante a sessão de ontem.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mudança não implica em perda de apoio, mas Délia fica sem correligionário na Câmara
“Chapa esquenta” durante sessão e deputados têm debates acalorados na ALMS
Após agenda cancelada, ministro deve vir a Dourados em outubro
Deputado pode estar voltando para "antiga casa"
Aos poucos, estratégias são montadas visando 2020 e 22

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia fecha “boca do Matrix” e prende acusado de vários furtos no Centro
POLÍCIA
PRF apreende caminhonete com cerca de 3 toneladas de maconha
DOURADOS
Preso que fugiu da PED realizava serviço com outros 10 internos
DOURADOS
Polícia apreende mais de 200kg de cocaína sob carga de milho