Menu
Busca quinta, 19 de setembro de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Saúde

Fernanda Viana

Cálcio não deve ser esquecido em nenhuma fase da vida

E-mail: contatonutrifernanda@gmail.com

29 abril 2019 - 00h02

O cálcio é um mineral importante para todas a funções vitais do organismo e não somente para osteoporose. Leite, iogurte, queijo, coalhada, e alguns vegetais são alguns alimentos fontes de cálcio. Este micronutriente é um dos sais minerais mais importantes para o organismo e responsável pela formação da massa óssea e dos dentes. Além de exercer papel fundamental no processo de contração dos músculos ainda atua na transmissão dos impulsos nervosos e no processo de coagulação sanguínea.

Um caso típico de alimentação não balanceada é a alta ou adequada ingestão de cálcio em certas fases da vida (crianças e idosos) e o esquecimento do nutriente em outras (fase adulta). Isso é muito preocupante, pois quando ocorre a privação do consumo do cálcio, não há cálcio circulante, então o organismo retira o que precisa dos ossos que funcionam como verdadeiros reservatórios desse nutriente, provocando o enfraquecimento das unhas, cãibras, pressão alta, irritabilidade, osteoporose, cárie dentária, entre outros. 

Diante do exposto, a alimentação é a base de uma saúde plena. Se o que comemos não nos proporciona os nutrientes necessários, nosso corpo reclamará. Essa é a regra que todos nós sabemos, mas não cumprimos.

Como o leite é uma das melhores fontes do cálcio, por mais que exista uma vertente contrária ao seu consumo, o leite traz benefícios à saúde, sim. Ele ajuda na prevenção da síndrome metabólica, na redução da pressão arterial, na prevenção do diabetes tipo 2 e, claro, da osteoporose, pois quando o assunto é ingestão de cálcio, a bebida ainda é uma das fontes mais importantes do nutriente.

Para que as pessoas com intolerância à lactose não prejudiquem a saúde pela falta do mineral, é possível encontrar no mercado várias fórmulas lácteas isentas de lactose e também os leites de soja enriquecidos com cálcio. Outra boa opção é se beneficiar por meio das fontes vegetais e realizar acompanhamento médico e nutricional.

Vale destacar que a formação da massa óssea não depende de um só mineral (cálcio). Há muitos outros nutrientes que agem em conjunto com o cálcio, entre eles vitaminas, minerais e aminoácidos. Por isso a importância de uma alimentação variada e balanceada. 

No mais, lembre-se: o leite e seus derivados não deixam de ser nutritivos e necessários quando nos tornamos adultos!

*Especialização em Nutrição Esportiva, Terapia Nutricional, Nutrição Clínica e Fitoterapia - CRN3 27940. Escreve para o Dourados News

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

O que são e como controlar os triglicerídeos?
Não como saladas e nem frutas, e agora?
Vitamina K: pouco conhecida, porém muito importante!
Colesterol: como controlar?
Desperdício de alimentos: o que eu tenho a ver com isso?

Mais Lidas

DOURADOS
De assaltante frustrado a autor de furto, jovem agora é apontado como assassino frio e cruel
DOURADOS
“Terror”: Empresário foi agredido e ameaçado de morte durante roubo de joias
CRIME BRUTAL
Após matar pai e filho, assassino arrancou cérebro de menor e manteve fogo aceso para queimar corpos
DOURADOS
Interno foge da PED durante trabalho de manutenção