Menu
Busca segunda, 14 de outubro de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Aos poucos, estratégias são montadas visando 2020 e 22

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

16 setembro 2019 - 00h04

Estratégia – Com o início do programa Governo Presente, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) não só atende prefeitos dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, como também começa a se articular para as eleições de 2022, quando deve disputar a eleição para o Senado Federal.  

Longe – Por mais que exista ainda muita água para se passar sob a ponte e uma eleição municipal pela frente, o tucano sabe que atendendo os anseios e necessidades dessas cidades, conseguirá deixar gravada a marca de seu governo. O pontapé inicial ocorreu na semana passada, na região de Três Lagoas, e deve nos próximos meses, chegar a Coxim, no Norte do Estado. 

Cotado – Nome especulado para a disputa municipal do ano que vem em Dourados, o presidente da Câmara de Vereadores, Alan Guedes (DEM), tem procurado evitar ou impor o embate interno nesse momento.

Decisão – Pessoas muito próximas ao parlamentar apontam que a estratégia usada pelo presidente do Legislativo, agora, é continuar seu mandato na Casa e manter conversas sobre a possibilidade de buscar o Executivo, sem buscar conflitos com nomes considerados grandes dentro da sigla a nível de Estado, como, por exemplo, o deputado estadual Barbosinha, que já se lançou pré-candidato na disputa pelo DEM. 

Esfriou – Mais uma vez o Sinsemd (Sindicato dos Servidores Municipais) de Dourados abortou a paralisação geral prometida caso a prefeitura não quitasse os vencimentos de agosto até a quinta-feira passada. 

Pagamento – Na sexta-feira, a assessoria de comunicação da gestão municipal divulgou nota dizendo que restavam ainda 120 servidores, com salários acima de R$ 9.853,00 líquidos, para terminar de pagar 100% da folha do mês. 

Visita – Deputados estaduais mato-grossenses desembarcam hoje em Mato Grosso do Sul para visitas a regiões pesqueiras. A intenção do grupo de sete parlamentares é visitar os municípios de Corumbá, Aquidauana e Miranda para analisar a economia nesses locais após o decreto do governo do Estado que regulamenta a ‘cota zero’ de pesca. No vizinho ao Norte, um Projeto de Lei tratando sobre o assunto é debatido. 

Pulou – Anunciado após agenda em Brasília (DF) pela prefeita Délia Razuk (sem partido) e a secretária Municipal de Saúde, Berenice Machado, a visita do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandeta (DEM) a Dourados não se confirmou no sábado passado. O motivo não foi informado. 

Região – Apesar da agenda não ocorrer no maior município do interior do Estado, o ministro esteve em Campo Grande no final de semana e participa hoje do lançamento da Semana de Intensificação de Vacinação nas Fronteiras do Mercosul, em Ponta Porã e Pedro Juan Caballero.  

Cidades - O evento contará com a presença de autoridades paraguaias e está programado para ocorrer nas ‘cidades-irmãs’. O primeiro ato ocorre no lado brasileiro da fronteira e posteriormente, na cidade paraguaia.  

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Relacionamento entre correligionários é cada vez pior
Sugestão de secretário pega mal dentro da prefeitura
Senadora volta a “ignorar” correligionários e mantém exposto racha no PSL de MS
Eleição para conselheiro tutelar tem tumulto e vereador hostilizado
Câmara deve voltar formação ‘quase original’ nos próximos dias

Mais Lidas

CLIMA
Previsão aponta dias chuvosos e queda de temperatura em Dourados
DOURADOS
Acionados para atender queda de moto, Bombeiros só encontram vítima no local
DOURADOS
Clima fica tenso com índios presos em confrontos às margens da Perimetral Norte
MS
Idosa é atingida por jaca durante procissão e precisa ser socorrida