Menu
Busca quarta, 20 de novembro de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Saúde

Fernanda Viana

Alimentação saudável pode diminuir a probabilidade de morte por câncer de mama

E-mail: contatonutrifernanda@gmail.com

21 outubro 2019 - 00h04

No que se refere a alimentação e nutrição, já é conhecido que uma das formas mais eficazes de evitar a doença é a alimentação e a adoção de hábitos saudáveis. Mudança no estilo de vida e escolhas alimentares como ações preventivas são importantes. Comer de maneira saudável pode diminuir a probabilidade de morte por câncer de mama em até 21%. É o que indica um estudo robusto apresentado no congresso da Asco (Associação Americana de Oncologia Clínica) um dos eventos mais importantes do mundo sobre a doença.

Um segundo estudo chegou até a mostrar que a alimentação pode ser ainda mais decisiva para mulheres com câncer de mama pós-menopausa, que apresentam componentes da síndrome metabólica – entre eles estão circunferência abdominal elevada, hipertensão, diabetes e colesterol alto. Todos são ligados ao aumento de peso. Para evitar a situação, um dos caminhos é comer melhor.

Vale destacar que a alimentação considerada equilibrada não é coisa de outro mundo. Bastaria reduzir o consumo de gorduras no dia a dia – e, ao colocá-las na rotina, o ideal é privilegiar as versões insaturadas, encontradas nos peixes, nas oleaginosas e em certos óleos vegetais, como o azeite de oliva. Fora isso, é preciso incluir mais vegetais na dieta, e é importante evidenciar que uma alimentação pobre em grãos, vegetais, frutas e peixes tem impacto no desenvolvimento do câncer de mama.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o excesso de gordura corporal provoca alterações hormonais e um estado inflamatório crônico que estimula a proliferação celular. Sendo assim, a gordura contribui para a formação e a progressão de diversos tipos de câncer.

Muitos não sabem, mas alguns fatores que parecem inofensivos no dia a dia, como o consumo de bebidas alcoólicas, o excesso de gordura corporal e o ganho de peso na vida adulta, contribuem para risco de doenças em mulheres. Por isso, uma alimentação saudável, além de ser fator essencial durante o tratamento, melhora os efeitos colaterais dos medicamentos e contribui com a qualidade de vida.

No mais, lembre-se que: o câncer de mama pode ser detectado precocemente e ter significativas chances de cura. Porém, minimizar o risco do seu surgimento pode ocorrer de modo natural, adotando-se bons hábitos de vida e isso inclui adequadas escolhas na alimentação, a prática de exercícios físicos e estratégias para lidar com o estresse da vida moderna.

*Especialização em Nutrição Esportiva, Terapia Nutricional, Nutrição Clínica e Fitoterapia - CRN3 27940. Escreve para o Dourados News. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

A influência da mídia na alimentação infantil
É possível comer de maneira saudável em restaurantes?
A importância da mastigação para o desenvolvimento infantil
Farro: cereal que está ganhando popularidade
Alimentação saudável pode diminuir a probabilidade de morte por câncer de mama

Mais Lidas

ESTELIONATO
Suspeita de aplicar golpes em Dourados é presa na Paraíba
OPERAÇÃO PATRON
Dono de loja de importados na fronteira também é alvo de operação
TENTATIVA DE FEMINICÍDIO
Ex esperou mulher chegar de curso para tentar matá-la no Estrela Verá
OPERAÇÃO PURIFICAÇÃO
Justiça Federal aceita denúncia contra cinco suspeitos de corrupção na Funsaud