Menu
Busca terça, 15 de outubro de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Além de prefeitura, MDB quer dobrar número de vereadores na Câmara

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

30 setembro 2019 - 00h04

Saúde – A jornalista e suplente de vereadora Lia Nogueira passou por momentos de tensão durante visita a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), na noite de quinta-feira, durante entrega de alimentos relacionados a um projeto voluntário a qual participa. 

Caos – Ao chegar no local, completamente lotado, presenciou verdadeiro caos. Populares ao avistarem a repórter pediram apoio e após gravação de uma ‘live’ mostrando os problemas enfrentados pelos pacientes, a direção da unidade de saúde questionou o fato e acionou a Guarda Municipal. Houve princípio de tumulto e os populares criticaram a medida tomada. 

Mobilidade – A ciclovia às margens da avenida Guaicurus mais parece uma mini ‘ecovia’ diante da quantidade de mato em alguns pontos. Nos locais onde há roçada, boa parte do asfalto está praticamente tomado por vegetação rasteira. 

Vargas – Quase seis meses após a interdição, a avenida Presidente Vargas deve ter o tráfego liberado nesta semana. A obra, financiada pelo governo do Estado após intervenção da Câmara de Vereadores, só teve início dois meses após o bloqueio da via. 

Mudança – Servidores lotados em postos de saúde não estão satisfeitos com a medida tomada pela prefeitura de centralizar atendimentos em locais específicos. Existem movimentações internas para a realização de protestos ainda esta semana. 

Visita – A decisão tomada pela administração seria uma forma de mostrar ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, com agenda marcada no município no dia 15 de outubro, que algumas unidades básicas de saúde, como a Seleta, que deve centralizar esses atendimentos, estariam prontas a receber o programa de horário estendido do governo federal. 

Costura – Mesmo ainda deixando no ar a possibilidade de disputa à prefeitura no ano que vem, o deputado estadual Renato Câmara, reeleito na sexta para comandar o MDB douradense, acredita que o partido tem nomes fortes para conseguir ao menos dobrar a bancada atual no legislativo local. 

Números – Segundo o parlamentar, a intenção do partido no próximo pleito é lançar 38 postulantes aos cargos em busca do objetivo. Atualmente o MDB conta apenas com Juarez de Oliveira e Cirilo Ramão – esse ainda com pendências judiciais. 

Cifra Negra – A sessão de hoje deve contar, pela primeira vez desde que foram presos no dia 30 de agosto por descumprimento de ordem judicial, com as presenças de Cirilo Ramão e Pedro Pepa (DEM). O último tomou posse apenas três dias após a convocação. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Favorável a ampliação enquanto vereadora, Délia agora quer diminuir perímetro urbano
Relacionamento entre correligionários é cada vez pior
Sugestão de secretário pega mal dentro da prefeitura
Senadora volta a “ignorar” correligionários e mantém exposto racha no PSL de MS
Eleição para conselheiro tutelar tem tumulto e vereador hostilizado

Mais Lidas

DOURADOS
Comandante da Guarda manda recolher modelos de espingardas que causaram morte de homem
CORUMBÁ
Corpos de trabalhadores mortos em fazenda são levados para Guia Lopes
DOURADOS
Homem é espancado por grupo no Centro durante roubo
PEDRO JUAN
Motorista de aplicativo é morto com 15 tiros na fronteira