Menu
Busca sexta, 18 de outubro de 2019
(67) 9860-3221
COLUNA

Saúde

Fernanda Viana

Agosto dourado: a importância da rede de apoio para o sucesso da amamentação

E-mail: contatonutrifernanda@gmail.com

12 agosto 2019 - 00h02

Agosto é o mês do incentivo ao aleitamento materno e a campanha de 2019 destaca a importância da rede de apoio para garantir o sucesso da amamentação. No Brasil, o mês será de eventos para promover a amamentação natural e melhorar a saúde de bebês.

Sabemos que não é fácil amamentar o bebê exclusivamente durante os seis primeiros meses de vida e continuar amamentando depois desse período até os dois anos de idade ou mais, junto com os alimentos complementares. Tudo que se diz para uma mãe nesse momento, seja bom ou ruim, certo ou errado, pode afetar o vínculo mãe-bebê que está sendo criado, inclusive a amamentação e essa relação que se inicia. 

Você já ouviu dizer em rede de apoio? São pessoas que podem ajudar com informações confiáveis e com atitudes. A rede de apoio somos todos nós que estamos dispostos a apoiar de forma integral sem julgamentos a mãe, que quer amparar seus anseios, a rede de apoio deve estar atenta às necessidades mais básicas da mãe, como comer, ir ao banheiro, tirar uma soneca, ficar dois minutos em silêncio, ser um ombro amigo, um abraço caloroso e um colo cheio de amor. Afinal, quem não precisa de um colo, um carinho, atenção, comida pronta e uma soneca nesse momento? 

Mas, infelizmente neste momento tão delicado do puerpério, ainda existem comentários desnecessários como: “seu leite não desceu e o bebê está passando fome”; “o bebê não está pegando o peito, é melhor dar mamadeira/bico de silicone”; “fórmula e leite materno são a mesma coisa, não se preocupe”; “você é magrinha demais, seu leite é fraco”.  

Todos precisam saber que, as mães merecem e precisam de incentivo em acreditar em si mesma. Ajudar de verdade é imprescindível. Quer saber como? Você pode ajudar de verdade preparando uma refeição prazerosa para essa mãe, pois suas necessidades energéticas aumentaram e ela necessita de energia para se recuperar e amamentar o bebê, você pode ajudá-la com rotinas simples da casa, como lavar uma louça, limpar a casa, fazer compras, além de ficar alguns momentos com o bebê, como prepará-lo para a hora de mamar, depois de mamar e para arrotar, também são momentos que podemos cooperar e muito.

No mais, saiba que o apoio que a mãe recebe pode ser algo formal como uma consulta do profissional de saúde ou informal como um sorriso de aprovação de outra mãe. A família compõe uma rede de apoio imediata e contínua, a começar pelo pai da criança, seja ele o marido, companheiro, namorado ou outra condição. 

Saiba que: os anticorpos encontrados no leite materno, e que protege o bebê de diversas doenças não pode ser encontrado em fórmulas. Bebês que foram amamentados pelo leite materno tem menos chance de se tornarem obesos ou com sobrepeso no futuro, além de prevenir alergias, anemia e infecções respiratórias. O leite materno é rico em nutrientes que a criança precisa para crescer saudável, além de oferecer vantagens emocionais, sociais, ambientais e econômicas. O apoio de toda a sociedade nesse processo também é fundamental para que se crie um ambiente em que as mulheres se sintam seguras e confortáveis.

*Especialização em Nutrição Esportiva, Terapia Nutricional, Nutrição Clínica e Fitoterapia - CRN3 27940. Escreve para o Dourados News. 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Alho: um poderoso fitoterápico
O que você não sabia sobre dietas restritivas
A importância do café da manhã para crianças e adolescentes
Como a alimentação pode auxiliar a minimizar os sintomas do tempo seco
O que são e como controlar os triglicerídeos?

Mais Lidas

BNH IV PLANO
Polícia investiga morte de bebê logo após parto em Dourados
DOURADOS
Com fim de contrato, empresa começa a retirar lombadas eletrônicas
DOURADOS
Pente-fino teve ‘bate-grade’ e apreendeu drogas, celulares e facas artesanais
DOURADOS
Ladrões invadem e fazem “limpa” em casas