Menu
Busca quarta, 26 de setembro de 2018
(67) 9860-3221

Pedagogia da beleza - Capitaneados estamos!

02 junho 2015 - 07h32

A beleza está na diversidade, lugares, gestos momentos e pessoas basta nosso coração afinar a sensibilidade. Basta banharmos os nossos olhos com o dia e sereno e...Maravilhar-se.

Talvez a humilde residência da beleza é ser natural e seu jardim deve ser o incomum.

O encanto dos primeiros passos ao encanto do primeiro batom ou ao primeiro gol, a beleza da liberdade de ser sem ensaios e repetições...Tirar aquela roupa justa ou o sapato apertado, escapar do desencontro de uma desilusão, ir embora daquele emprego opressor...triblar o cotidiano da vida.

O telhado da maturidade talvez seja exatamente ver a vida em um caleidoscópio...em aspiral ou melhor em perspectivas.

O traço na testa, as rugas do riso em festa que chega até os olhos testemunhando as marcas vividas.
Observar a harmonia ao redor, ajuda a trazê-la para dentro e faz despertar o melhor de nós.

Ver o belo é um treino é uma escolha, resgatar o belo é uma necessidade imperiosa hoje em dia, não há como fugir do feio, porém podemos sem se alienar escolher o olhar, parece difícil mas não impossível.

Uma das crenças que permeia o conceito de beleza desde a antiguidade é o que ela está ligada a ética – O belo é bom – O feio é ruim. É preciso pois ver dialeticamente, ou seja ver o belo no feio e vice versa.

Voltando ao conceito de beleza este também é ligado ao conceito de proporção e aos princípio de harmonia e simetria. Somos harmônicos e simétricos? Eis a questão?

Como acender a beleza da alma? É só ouvir a voz interior e prestar atenção no barulho do mundo isto é fazer “silêncio em seu interior” o belo encontra-se no inesperado...Do que é permanente e das mudanças entrelaçadas, e o fato real é que somos “apaixonados pelo belo”.

Em contrapartida somos hoje dessensibilizados, é um mal contemporâneo que pelo excesso de informação e de afazeres o belo à nossa frente nos escapa.

É preciso trazê-lo de volta para dentro de nós a fim de tornar os dias lindos além da malhação, das plásticas além, do culto ao corpo em si. Ah! Temos a arte somente a arte ainda nos presta honra e cultua o belo porém, é lamentável, esta por vezes não atinge o senso comum.

Sei lá tentar um casamento harmônico entre os reinos existentes...o ser humano é um todo...somos todos um...filhos das estrelas.

Que bom seria laçar sem dar nó com fitas coloridas o divino e o profano, acreditar na beleza da vida e ponto. E por falar em beleza – O que é belo?


Graduação em História, Especialização em Historia do Brasil e Mestre em Historia. – Agora Colunista do Jornal Dourados News.*


Deixe seu Comentário

Leia Também

AMANHÃ
Agências da Caixa abrirão mais cedo para atender cotistas do PIS
LOTERIA
Mega-Sena deve pagar prêmio de R$ 2,5 milhões nesta quarta-feira
SUICÍDIO
Fórum e caminhada fecham a programação do “Setembro Amarelo”
NOVA ANDRADINA
Após agredir e ameaçar matar mulher homem foge, mas acaba preso
SEU BOLSO
Empréstimo consignado com garantia do FGTS começa nesta quarta
DOURADINA
Homem diz ser segurança, mas é preso com arma de uso restrito
DOURADOS
Perto do fim do prazo, cartórios têm movimento tranquilo por 2ª via de título
TEMPO
Quarta-feira nublada com possibilidade de chuva em Dourados
UAU
Aline Riscado curte praia com amigas e impressiona com corpão sarado
UFMS
PF investiga denúncia de acadêmico que ameaçou professores e alunos

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia encontra bilhete com “mula” e fecha entreposto de drogas no Estrela Porã
OPERAÇÃO REMAKE
Gaeco cumpre mandados e apura desvio de R$ 670 mil em sindicato
BR-163
Gol carregado com maconha é apreendido em Dourados
ÁGUA BOA
Homem armado invade casa e leva dinheiro da vítima