20/03/2017 06h23

Serviço mal feito entra na mira de promotoria


Adriano Moretto

Apurando - Serviço visivelmente "feito nas coxas" no passado pode comprometer ordenador e outras pessoas no futuro. A denúncia foi aceita pela promotoria e se transformou em ação civil pública. Hoje, milhares têm sofrido por conta do mal feito.

Pressão - Os protestos contra a Reforma da Previdência em todo o Brasil parecem surtir efeito e parlamentares já começam a pensar melhor em como votar o projeto proposto pelo presidente Michel Temer (PMDB). A pressão continua para que o tema seja melhor debatido e não prejudique a população brasileira.

Recepção - Três, dos oito deputados federais por Mato Grosso do Sul foram recepcionados por populares no Aeroporto de Campo Grande cobrando posicionamento contrário a Reforma da forma como ela é proposta pelo governo federal. O ato ocorreu na noite de quinta-feira. Zeca do PT, Geraldo Resende (PSDB) e Luís Henrique Mandetta (DEM) passaram pelo saguão.

Outros - Já Vander Loubet (PT), Tereza Cristina (PSB), Elizeu Dionísio (PSDB), Dagoberto Nogueira (PDT) e o principal alvo dos manifestantes, Carlos Marun (PMDB), não desembarcaram. O peemedebista, que teve acampamento montado em frente sua casa, chegou a cancelar a passagem para a Capital e ficou em Brasília, retornando posteriormente ao Estado para audiência sobre o tema em Ponta Porã.

Roda - Geraldo Resende, que também teve acampamento montado em frente a seu escritório político, no Centro de Dourados, se reuniu com integrantes de várias classes para conversa na manhã de sexta-feira. O fato ocorreu do lado de fora do prédio, numa espécie de roda de conversa.

No muro - O parlamentar douradense se posicionou contrário à medida como é tratada atualmente e ao mesmo tempo afirmou ser importante uma reforma. Logo depois, sindicalistas sabatinaram Geraldo. Ao fim, ficou decidido que o acampamento permanece no local.

Barbeiragem - "Barbeiragem" sem tamanho quase comprometeu processo que corre tranquilamente dentro dos conformes em importante cidade de Mato Grosso do Sul. Foi necessário explicações de forma rápida para que não houvesse qualquer tipo de ação reversa.

Fora? - Foi publicada no Diário Oficial do Município de sexta-feira a exoneração de Raufi Marques da Secretaria de Governo. Apesar da saída "oficializada", o coordenador da campanha que elegeu Délia ainda tem participação ativa nas escolhas que ocorre ali dentro. Como exemplo, a demora em anunciar o seu substituto.

Guaicurus - Mais uma semana se passa e nada dos reparos na iluminação pública da avenida Guaicurus, que permanece às escuras em boa parte de seus trechos. Os governos não querem se comprometer e nem recomendações por parte do MPE (Ministério Público Estadual) tem surtido efeito.

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

Envie seu Comentário