Menu
Busca sexta, 16 de novembro de 2018
(67) 9860-3221

Cunha faz escola em MS e deputados mudam voto na AL

06 julho 2015 - 08h12

#Fazendo escola

Admirado e odiado na mesma proporção, pela sua capacidade de fazer prevalecer sua vontade, mesmo que para isso tenha que lançar mão de “pedaladas regimentais”, o presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB) está fazendo história no Brasil e, pelo andar da carruagem, também fazendo escola país afora, inclusive em Mato Grosso do Sul.

....

#Manobra

Depois de aprovarem, na quarta-feira, em primeiro turno e por unanimidade, uma emenda do deputado João Grandão (PT) à lei das eleições diretas para diretores de escolas da rede estadual, estendendo eleição para diretor e diretor-adjunto dos Ceejas (Centros de Educação de Jovens e Adultos), os deputados sul-mato-grossenses foram convencidos sabe-se lá por quem e, no dia seguinte, mudaram o voto em segunda votação. Apenas quatro deputados mantiveram-se favoráveis - três do PT e Barbosinha, do PSB. Os demais recuaram. Hoje há Ceeja apenas em Dourados e Campo Grande.

....

#Pressão

A votação da matéria em segundo turno estava prevista para amanhã (07), mas teria sido antecipada não se sabe por quê. Consta que uma caravana formada por servidores, professores e alunos do Ceeja em Dourados iria para a Assembleia Legislativa, acompanhar a votação e pressionar pela aprovação definitiva, o que – dizem - contraria interesse de quem apadrinha a nomeação da atual direção.

....

#Protesto

Por conta da manobra, professores do Ceeja pretendem protestar hoje, durante visita do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) a Dourados, contra a mudança repentina que lhes tirou o direito de eleger – e concorrer – o diretor do centro de educação. Também estariam dispostos a ir ao Ministério Público denunciar a “pedalada”, ou “acelerada” na Assembleia.

....

#Enquete

Durante toda a semana, o jornalista Marco Eusébio, de Campo Grande, manteve em seu blog uma enquete para apurar a preferência do eleitor douradense para a sucessão municipal. Onze nomes, entre políticos com mandato e sem mandato, foram colocados como opções à pergunta “Em quem você votaria hoje para prefeito de Dourados?”.

....

#Surpresa

O resultado, divulgado ontem no blog, aponta o ex-prefeito Braz Melo, hoje filiado no PRB local, como favorito para suceder Murilo Zauith (PSB). De 384 eleitores que atenderam à enquete, 94 (24,48%) assinalaram o nome do ex-prefeito. Braz administrou Dourados por duas vezes (1989/1992) e (1997/2000). Há 15 anos não exerce nem uma função pública.

....

#Sequência

Em segundo lugar aparece o deputado federal Geraldo Resende (PMDB), com 87 votos, equivalente a 22.66%; seguido do deputado Renato Câmara (PMDB), com 42 ou 10.94%; e do também deputado estadual Barbosinha (PSB), com 35 votos (9.11%). O ex-deputado federal Marçal Filho, que acaba de se filiar no PSDB, ficou em quinto, com 31 (8.07%).

....

#Mais

Em sexto lugar na enquete ficou o empresário Adão Parizotto, em evidencia no PDT como possível candidato à sucessão. Seu nome foi assinalado 21 (5.47%) na enquete. A vereadora Delia Razuk, que espera a ‘janela política’ para trocar o PMDB pelo PR, vem em sétimo, com 21 votos (5.47%). Depois vêm o deputado estadual João Grandão (PT), 21 votos (5.47%); o ex-prefeito e ex-deputado Laerte Tetila (PT), com 12 (3.13%) e o deputado estadual Zé Teixeira (DEM), com 8 (2.08%). A opção ‘Outro (a)’ recebeu 12 votos (3.13%).

....

#Reforma

Após uma semana tumultuada e marcada pela aprovação, em primeiro turno, da proposta de emenda à Constituição que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos, nos casos de crimes hediondos, a Câmara dos Deputados vai retomar esta semana as votações em segundo turno da reforma política.

....

#Temas

Entre os temas aprovados em primeiro turno e que devem ser retomados agora estão o fim da reeleição, os cinco anos de mandato para os ocupantes de todos os cargos eletivos, o acesso ao Fundo Partidário e ao tempo de rádio e TV apenas para legendas com, pelo menos, um deputado eleito. Estará em discussão também o financiamento privado de campanhas, com doações de empresas a partidos políticos. Como se trata de matéria que altera a Constituição, as votações têm que ocorrer em dois turnos, antes de serem encaminhadas para o Senado.

....

Comentários, críticas e sugestões: cafeamargocoluna@gmail.com

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Seleção para preencher vagas de médicos cubanos ocorre ainda este mês
PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA
Radares flagram quase 500 motoristas por excesso de velocidade nas BR's de MS
DOURADOS
Grupo ABV realiza sorteio de carro 0km
TRÂNSITO
Bêbado, homem é preso ao provocar acidente
ÁFRICA DO SUL
Prédio de apartamentos é construído com 140 contêineres
BRASIL
Bolsonaro diz que nomes de comandantes militares não estão definidos
PÓS-FERIADO
Centrão ‘calmo’ é reflexo do feriado no meio da semana em Dourados
CAMPO GRANDE
Para não bater em capivaras, motorista desvia, perde controle e capota veículo
ALERTA
Procon orienta sobre cuidados para compras na Black Friday
RURAL
Integração lavoura-pecuária atrai mais produtores em MS

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Empresário é executado e filho fica ferido em atentado
CAMPO GRANDE
Empresário executado na Capital era avalista em dívida de R$ 40 milhões
SUSTO
Veículo com placas de Dourados fica destruído ao ser atingido por vagões de trem
DOURADOS
Dupla armada rouba moto para assaltar empresa e levar R$ 3 mil