Menu
Busca domingo, 21 de julho de 2019
(67) 9860-3221

Cunha faz escola em MS e deputados mudam voto na AL

06 julho 2015 - 08h12

#Fazendo escola

Admirado e odiado na mesma proporção, pela sua capacidade de fazer prevalecer sua vontade, mesmo que para isso tenha que lançar mão de “pedaladas regimentais”, o presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB) está fazendo história no Brasil e, pelo andar da carruagem, também fazendo escola país afora, inclusive em Mato Grosso do Sul.

....

#Manobra

Depois de aprovarem, na quarta-feira, em primeiro turno e por unanimidade, uma emenda do deputado João Grandão (PT) à lei das eleições diretas para diretores de escolas da rede estadual, estendendo eleição para diretor e diretor-adjunto dos Ceejas (Centros de Educação de Jovens e Adultos), os deputados sul-mato-grossenses foram convencidos sabe-se lá por quem e, no dia seguinte, mudaram o voto em segunda votação. Apenas quatro deputados mantiveram-se favoráveis - três do PT e Barbosinha, do PSB. Os demais recuaram. Hoje há Ceeja apenas em Dourados e Campo Grande.

....

#Pressão

A votação da matéria em segundo turno estava prevista para amanhã (07), mas teria sido antecipada não se sabe por quê. Consta que uma caravana formada por servidores, professores e alunos do Ceeja em Dourados iria para a Assembleia Legislativa, acompanhar a votação e pressionar pela aprovação definitiva, o que – dizem - contraria interesse de quem apadrinha a nomeação da atual direção.

....

#Protesto

Por conta da manobra, professores do Ceeja pretendem protestar hoje, durante visita do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) a Dourados, contra a mudança repentina que lhes tirou o direito de eleger – e concorrer – o diretor do centro de educação. Também estariam dispostos a ir ao Ministério Público denunciar a “pedalada”, ou “acelerada” na Assembleia.

....

#Enquete

Durante toda a semana, o jornalista Marco Eusébio, de Campo Grande, manteve em seu blog uma enquete para apurar a preferência do eleitor douradense para a sucessão municipal. Onze nomes, entre políticos com mandato e sem mandato, foram colocados como opções à pergunta “Em quem você votaria hoje para prefeito de Dourados?”.

....

#Surpresa

O resultado, divulgado ontem no blog, aponta o ex-prefeito Braz Melo, hoje filiado no PRB local, como favorito para suceder Murilo Zauith (PSB). De 384 eleitores que atenderam à enquete, 94 (24,48%) assinalaram o nome do ex-prefeito. Braz administrou Dourados por duas vezes (1989/1992) e (1997/2000). Há 15 anos não exerce nem uma função pública.

....

#Sequência

Em segundo lugar aparece o deputado federal Geraldo Resende (PMDB), com 87 votos, equivalente a 22.66%; seguido do deputado Renato Câmara (PMDB), com 42 ou 10.94%; e do também deputado estadual Barbosinha (PSB), com 35 votos (9.11%). O ex-deputado federal Marçal Filho, que acaba de se filiar no PSDB, ficou em quinto, com 31 (8.07%).

....

#Mais

Em sexto lugar na enquete ficou o empresário Adão Parizotto, em evidencia no PDT como possível candidato à sucessão. Seu nome foi assinalado 21 (5.47%) na enquete. A vereadora Delia Razuk, que espera a ‘janela política’ para trocar o PMDB pelo PR, vem em sétimo, com 21 votos (5.47%). Depois vêm o deputado estadual João Grandão (PT), 21 votos (5.47%); o ex-prefeito e ex-deputado Laerte Tetila (PT), com 12 (3.13%) e o deputado estadual Zé Teixeira (DEM), com 8 (2.08%). A opção ‘Outro (a)’ recebeu 12 votos (3.13%).

....

#Reforma

Após uma semana tumultuada e marcada pela aprovação, em primeiro turno, da proposta de emenda à Constituição que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos, nos casos de crimes hediondos, a Câmara dos Deputados vai retomar esta semana as votações em segundo turno da reforma política.

....

#Temas

Entre os temas aprovados em primeiro turno e que devem ser retomados agora estão o fim da reeleição, os cinco anos de mandato para os ocupantes de todos os cargos eletivos, o acesso ao Fundo Partidário e ao tempo de rádio e TV apenas para legendas com, pelo menos, um deputado eleito. Estará em discussão também o financiamento privado de campanhas, com doações de empresas a partidos políticos. Como se trata de matéria que altera a Constituição, as votações têm que ocorrer em dois turnos, antes de serem encaminhadas para o Senado.

....

Comentários, críticas e sugestões: cafeamargocoluna@gmail.com

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDRO JUAN
Segurança de boate que matou cliente com tiro na cabeça é preso
FENEARTE
Artesanato de MS é sucesso de vendas na maior feira da América Latina
DOURADOS
Homem perde motocicleta em assalto no jardim Novo Horizonte
PESQUISA
53% são contra indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixador
DOURADOS
Prova para candidatos a conselheiro tutelar será no dia 28 de julho
CAPITAL
Acidente entre dois carros e carreta mata motorista na BR-163
SHOWBIZZ
Luana Piovani revela o verdadeiro motivo do término com Pedro Scooby
CAPITAL
Homem é morto a facada e testemunha presa por não pagar pensão
BRASIL
Estudo revela que 80% de diabéticos podem ter doenças cardiovasculares
RIO BRILHANTE
Dupla é flagrada com mais de 100 quilos de maconha em veículo

Mais Lidas

TRÂNSITO
Mulher morre após acidente entre carro e moto
DOURADOS
Guarda flagra rapaz empurrando moto e descobre que veículo era furtado
LAGUNA CARAPÃ
Homem chega alterado em casa, bate na mãe e é preso
DOURADOS
Jovem é preso por tráfico internacional na rodoviária