Menu
Busca sexta, 15 de novembro de 2019
(67) 9860-3221

A Paz e a Dignidade no Mundo

17 maio 2011 - 16h15

É oportuno refletir sobre o valor da paz nestes dias de tanta violência no mundo. A paz é o maior dos bens. Ela nos faz mais fortes que a ambição. Com o exercício da paz, ganhamos os melhores sentimentos, na idéia de que somos uma só família, tendo o amor como árbitro de nossas relações.

Será, então, sincera a mensagem de que 'a paz seja convosco'. A Bíblia reafirma a bem-aventurança dos que praticam a paz, chamando-os 'filhos de Deus'.

Quando o homem a quer, verdadeiramente, ela acontece. Para o homem bom, com nobreza de alma, todas as coisas se convertem em bem. Ali está a paz. Quem tem paz consigo está pronto para semeá-la a todos pelo amor. Não haverá lugar para a injustiça, para o ódio, para a cobiça, para a inveja, para o egoísmo, para a ganância, para a vaidade, para a prepotência, para todos os males que provocam sofrimento e infelicidade. Como por exemplo, o que vem acontecendo nos últimos anos na política brasileira. Só haverá lugar para o amor, aonde efetivamente o amor está. A paz traz a paz, não a guerra.

Infelizmente, é a doença que redime o valor da saúde, é a tempestade que acorda para a segurança, é a violência que desperta para a paz. Apesar dessas verdades, parece que o mundo se embruteceu. Políticos demagogos e ladrões, como os envolvidos em tantos escândalos em todas as esferas da política brasileira, refletem nitidamente o distanciamento do homem, da verdadeira paz, que deveria nortear todos os seus atos.

As guerras se processam por toda parte. O terrorismo se manifesta como expressão da maldade, do ódio, da perversão. Bin Laden foi morto, numa tentativa de acabar com o terror no mundo. Mas será que a morte do líder da Al Qaeda, eliminará os atos terroristas?

A globalização, nome da injustiça e da desigualdade encanta a uns poucos e aterroriza a todos. Faz o crescimento da produção, corroer as relações de trabalho, pratica competição impiedosa, concentra criminosamente a riqueza, fazem miseráveis. Como às famílias que estão ali nas proximidades do Jóquei Clube. A propósito, será que é pedir demais para as autoridades buscarem uma solução para o problema? Homens, mulheres e crianças numa situação deprimente, clamando por moradia. Até entendemos o desespero de quem não tem um teto, mas pelo que sei, é uma área particular. Como fica a situação dos proprietários? De uma forma ou de outra dentre que haver uma solução, sem atropelar a lei, evidentemente.

Muita coisa precisa ser mudada neste país. O resultado, fanaticamente perseguido, desumaniza a convivência. A tecnologia persegue o lucro e faz indigno o valor trabalho. Não pode haver paz, repito, onde não há justiça; tolerância, onde não há amor.

Violência gera violência, não importa o nome pelo qual atenda. Ódio gera ódio. Guerra gera guerra. Só haverá paz se for universal, sem excluídos. O general Bento Gonçalves da Silva, líder farroupilha, em 1838, em manifesto alertava os brasileiros: 'A paz não é ignominiosa e se funda nos princípios da justiça universal'.

Que a paz esteja conosco, dentro de nós! Que a paz seja o paradigma de um novo mundo, com alimento, teto, saúde, agasalho para todos, onde o sentimento de culpa não infernize consciências, e poder tudo não signifique negar tudo, até a dignidade humana. Que, para a sobrevivência, não se pretexte o fim da liberdade e da justiça. Tem que ser assim, aqui em Dourados, em Mato Grosso do Sul, no Brasil e em toda a parte do mundo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
TJMS adota vídeo institucional para otimizar julgamentos do Tribunal do Júri
UEMS
Inscrições do Mestrado Acadêmico em Letras terminam na próxima semana
DOURADOS
Jogos dos servidores será no mês que vem
INTERNACIONAL
Governo e oposição no Chile fazem acordo para convocar plebiscito
ESPORTES RADICAIS
Eco Pantanal extremo começa hoje com 1,2 mil participantes
CULTURA
Governador destaca pluralidade e continuidade na abertura do Festival América do Sul
BRASIL
Morales diz que não se sente responsável pela atual crise na Bolívia
LEGISLATIVO
Assembleia aprova projeto de lei que institui renda mínima ao Registrador Civil
FERIADÃO
PMRE inicia operação nas rodovias estaduais de MS
IMUNIZAÇÃO
2ª etapa da campanha nacional de vacinação contra o sarampo começa na segunda

Mais Lidas

DOURADOS
Motorista cai em golpe, tenta fugir e é amarrado por criminosos às margens de rodovia
REPRODUÇÃO SIMULADA
Às vésperas de júri popular, assassinato terá reconstituição em Dourados
MARACAJU
Homem tenta fugir da polícia, capota carro com quase 1t de maconha e morre
Proclamação da República
Confira o que abre e fecha em Dourados no feriado