Menu
Busca Quarta, 22 de Novembro de 2017
(67) 9860-3221
DELAÇÃO JBS

Reinaldo diz que só tratou de investimentos para o Estado

19 Maio 2017 - 18h08

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB), citado pelo empresário Wesley Batista, dono da JBS, de participar de esquema de repasse de propinas em Mato Grosso do Sul afirmou, em nota, que a única negociação envolvendo ele e a empresa, diz respeito a investimentos realizados no Estado, confira nota na íntegra abaixo.

Azambuja também se defende e afirma ter recebido R$ 10,5 milhões da JBS, porém, repassados pelo PSDB nacional em 2014 e declarado na prestação de contas eleitoral de sua candidatura.

"Apoio integralmente às investigações, e me coloco à disposição para apresentação de todo e qualquer documento ou esclarecimento que contribua com a elucidação total dos fatos (...) por fim reforço que qualquer outra alegação de fatos ilícitos envolvendo meu nome e a empresa JBS não condiz com a verdade, e será devidamente comprovado", finaliza nota.

Delação

Reinaldo Azambuja é citado na delação por ter, segundo Wesley Batista, recebido R$ 12,9 milhões, tratado diretamente com o delator.

"Reinaldo Azambuja tratava comigo, o ‘Boni’ ia lá no palácio do governo em Campo Grande, pegava as notas em mãos com o governador e processava o pagamento e a mesma coisa incentivos fiscais para redução de ICMS", cita.

Além de Azambuja, os ex-governadores André Puccinelli (PMDB) e Zeca do PT foram citados.

Zeca disse que "não tem o menor temor da alardeada delação dos executivos do grupo JBS, já que na condição de ex-governador do Estado, nunca pediu e nem tomou conhecimento de que alguém tenha pedido propina ao referido grupo em seu nome ou em nome do seu governo".

Já Puccinelli não vai se pronunciar sobre o caso.

Veja nota na íntegra

Tendo em vista a delação do empresário Wesley Batista em que meu nome é citado, e em respeito ao povo de Mato Grosso do Sul, faço os seguintes esclarecimentos:

O empresário Wesley Batista apresentou em sua delação premiada suposições de fraude envolvendo cinco termos de acordo de incentivos fiscais com o Estado de Mato Grosso do Sul, dos quais apenas um foi assinado em minha gestão;

Esclareço que referido termo assinado em minha gestão teve como objeto investimentos para ampliação e geração de novos empregos em diversas unidades frigoríficas em Mato Grosso do Sul, conforme legalmente estabelecido pela política de incentivos estadual;

Em relação à declaração de que recebi aproximadamente R$ 10.000.000,00 (dez milhões de reais) dos empresários, informo que o valor exato é de R$ 10.500.000,00, (dez milhões e quinhentos mil reais) repassados pelo PSDB nacional e que constam regularmente declarados na prestação de contas eleitoral de minha candidatura em 2014;

Ressalto que a transparência na gestão pública é meu compromisso com o povo sul-mato-grossense, comprovado pela ultima avaliação da CGU que colocou Mato Grosso do Sul com nota 10 em transparência, sendo o Estado que mais evoluiu nesse quesito em todo o país;

Apoio integralmente às investigações, e me coloco à disposição para apresentação de todo e qualquer documento ou esclarecimento que contribua com a elucidação total dos fatos;

Por fim reforço que qualquer outra alegação de fatos ilícitos envolvendo meu nome e a empresa JBS não condiz com a verdade, e será devidamente comprovado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUA DE MEL
Atleta do nado curte dia de sol nas Maldivas
DOURADOS
Prefeita recebe Udam e destaca trabalho conjunto com presidentes de bairros
ASSEMBLEIA
Executivo envia três projetos à Casa de Leis nesta quarta-feira
FUTSAL
Presidente Vargas é campeão do Estadual feminino
BRASIL
CCJ dá início à tramitação da PEC que acaba com foro privilegiado
SAÚDE
"Ônibus da Saúde" leva atendimento oncológico até Fátima do Sul no próximo sábado
EDUCAÇÃO FÍSICA
Participantes do Desafio 15 Dias do Jorjão perderam 332 quilos
ECONOMIA
Dólar cai e volta a R$ 3,23 com exterior e à espera de reforma da Previdência
DOURADOS
Délia recebe entidades conveniadas e garante manter parcerias
DOURADOS
Termina amanhã as inscrições para residências no HU

Mais Lidas

DOURADOS
Homem foi executado com dois tiros e suspeita é de "guerra" entre grupos
DOURADOS
Homem é encontrado morto com tiro dentro de carro em Dourados
É OU NÃO É
Quem perder o prazo da biometria vai ter de pagar multa de R$ 150?
CANAÃ I
Homem é preso com mais de 100 porções de pasta base