Menu
Busca Quinta, 19 de Outubro de 2017
(67) 9860-3221
Corpal Novo site

Há 30 anos morria Amacio Mazzaropi em São Paulo

13 Junho 2011 - 14h52

Há exatos 30 anos, morria aos 69 anos no Hospital Albert Einstein em São Paulo, o ator e cineasta brasileiro, Amácio Mazzaropi, tendo como causa mortis, a septicemia.

Mazzaropi nas décadas de 50, 60 e parte de 70 se transformou em um fenômeno no cinema brasileiro, onde milhares e milhares de crianças e adolescentes formavam filas nas entradas de cinemas para assistir os filmes na qual era o principal protagonista.

Ainda de acordo com informações, a última aparição de Amacio Mazzaropi na televisão, foi no programa da até então grande amiga dele, Hebe Camargo, na TV Bandeirantes, no ano de 1.980.

Embora nos dias de hoje esquecido pela grande mídia, o reconhecimento popular nunca faltou a Amácio Mazzaropi, que inclusive virou tema de samba-enredo em São Paulo, denominado de “Mazzaropi, sua Arte, sua Glória”.

Após a sua morte, o corpo de Amacio Mazzaropi foi sepultado em 14 de junho de 1981, perante um público de mais de cinco mil pessoas que compareceram ao enterro em Pindamonhangaba, São Paulo.

Amácio Mazzaropi foi sepultado ao lado de seu pai, Bernardo Mazzaropi.

O comediante, que sempre dizia que "o artista tem que ser um bom comerciante", foi sepultado enquanto a multidão cantava a música-tema de um de seus filmes mais queridos, “Tristezas do Jeca”.

Leia abaixo um pouco da história deste ícone do cinema Nacional, contado pelos historiadores do Museu Mazzaropi.

A FAMÍLIA

1890: João José Ferreira e Maria Pitta Ferreira nascidos em Ponta do Sol, Portugal, chegam à Taubaté e vão morar numa chácara de onde tiram seu sustento cultivando hortaliças. Ali nascem Clara (12 de agosto de 1892) e seus seis irmãos.

Nos 1900, os Mazzaropi chegam ao Brasil: Amázzio e Ana e seus filhos Domingos e Bernardo.

Nascidos em Nápoles, Itália, começam a trabalhar na agricultura em Dourados-SP e depois no Paraná.

1910: Clara Ferreira e Bernardo Mazzaropi já casados, moram em São Paulo, no bairro de Santa Cecília. Ela, empregada doméstica, e ele, motorista de automóvel de aluguel.

1912: na pequena casa, nasce Amácio Mazzaropi, no dia 9 de abril.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAUUU!!!
Monick Camargo faz ensaio sensual
DOURADOS
Conselheiros do PreviD são homenageados com placas
EDUCAÇÃO
Parceria garante a alunos de MS intercâmbio em universidades do exterior
REGIÃO
Estudantes participam das Feiras de Ciência e Tecnologia do IFMS em dez municípios
BRASIL
MEC vai oferecer 80 mil vagas de residência pedagógica em 2018
COXIM
MPE quer suspensão de doação de terrenos feito por ex-prefeita
RETORNO
Na volta ao Senado, Aécio diz que trabalhará para provar inocência
ECONOMIA
Dólar fecha em leve queda sobre o real
SERÁ?
Após depoimento de Funaro, Dilma tenta anular impeachment no STF
TREVO DA BANDEIRA
Dupla é presa em Dourados com carros furtados em outros Estados

Mais Lidas

BATAYPORÃ
Carta deixada por pai que matou filha não tem relação com o crime
DOURADOS
Juiz manda prefeitura exonerar temporários e convocar aprovados em concurso
MORTE NO DIOCLÉCIO
Autor de homicídio no Dioclécio se apresenta e alega legítima defesa
PROFANAÇÃO
Para "desfazer macumba", homem viola quatro sepulturas em cemitério