Menu
Busca Terça, 21 de Novembro de 2017
(67) 9860-3221
Sertão - Novembro 2017

Brasil ganha regras para preservação de órgãos para doação

09 Fevereiro 2012 - 12h17

Associação de Medicina Intensiva Brasileira - está lançando, pela primeira vez no país, as Diretrizes para Manutenção de Múltiplos Órgãos no Potencial Doador Falecido. O objetivo é uniformizar os cuidados prestados ao doador falecido para aumentar a qualidade e quantidade de transplantes no país e diminuir as perdas da preservação dos doadores durante a espera pela retirada dos órgãos.

Segundo dados de 2010 do Registro Brasileiro de Transplantes (RBT) do total de 6979 potenciais doadores de órgãos, 18,3% foram perdidos durante a manutenção do paciente com morte encefálica diagnosticada. Problemas na manutenção são a segunda maior causa da não efetivação de transplantes, ficando atrás somente não autorização familiar, com 25,8%.

A elaboração das Diretrizes é fruto da parceria entre AMIB e ABTO e contou com o trabalho de dezenas de médicos em sua redação. O resultado é um documento que concentra relevantes informações que vão favorecer a atuação dos médicos intensivistas e profissionais que atuam nas UTI brasileiras.

“Acreditamos que é possível reduzir o percentual de perdas de órgãos no processo de manutenção em 50%”, diz o Dr. Fernando Machado, coordenador da campanha e um dos autores das Diretrizes.

O lançamento das Diretrizes faz parte da terceira edição da campanha nacional Orgulho de Ser Intensivista, iniciativa da AMIB e que este ano tem como tema principal “A Doação de Órgãos Começa na UTI”. O documento, em formato cartilha, está sendo distribuído nas UTI de todo o Brasil e está disponível no site da campanha www.orgulhodeserintensivista.com.br

A campanha da AMIB também desenvolveu materiais específicos para as famílias dos pacientes - um direcionado à família do potencial doador de órgãos, que é aquele que já teve o diagnóstico da morte encefálica, e outro para famílias que têm parentes internados na UTI, seja qual for o motivo.

O material destinado à família do potencial doador traz um conteúdo bastante explicativo sobre a Importância da Doação e esclarecimentos sobre a Morte Encefálica, que ainda é pouco compreendida pela população, afinal como explicar a morte quando o coração segue batendo.

“No material desenvolvido para as famílias tivemos a preocupação de usar uma linguagem simples e didática, sempre com o intuito de esclarecer o passo a passo do processo de doação de órgãos e, principalmente sobre a morte encefálica”, completa o Dr. Machado.

Mais Informações

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Isis Valverde posa de lingerie em montanha
REGIÃO
Governador entrega investimentos e anuncia reconstrução do balneário municipal em Caarapó
ESPORTE
Bonito receberá última etapa do estadual de Beach Tennis
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Comissão vai debater cobrança por bagagem despachada
ITINERANTE
Carreta da Justiça inicia atendimentos na comarca de Figueirão
CONSCIÊNCIA NEGRA
Mais da metade da população brasileira se autodeclara como preta e parda
CAARAPÓ/AMAMBAI
Antes intransitável, reconstrução da MS-156 avança
DEFESA DO CONSUMIDOR
Na Capital, Procons vão orientar consumidores e fiscalizar lojas na Black Friday
TRABALHO
Caged de outubro indica saldo de 76 mil empregos, melhor resultado do ano
BRASILEIRÃO
Fluminense vence a Ponte e confirma vaga na elite

Mais Lidas

CENTRO
Ladrões invadem e furtam R$ 52 mil de loja em Dourados
DOURADOS
VÍDEO: Sucuri de mais de 3m é resgatada sobre cerca no Arnulpho
DOURADOS
"Quebra-vidraças" são apreendidos por furto e vandalismo
TRÁFICO
PF apreende em Recife droga que saiu de Dourados