Menu
Busca segunda, 14 de outubro de 2019
(67) 9860-3221
ESTIMATIVA

Terceiro maior produtor nacional, MS deve colher quase 10 milhões de toneladas de milho

09 agosto 2019 - 09h29Por André Bento

Levantamento divulgado na quinta-feira (8) pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) aponta que Mato Grosso do Sul deverá colher 9,9 milhões de toneladas de milho nesta segunda safra. Esse volume coloca o Estado como terceiro maior produtor do cereal no Brasil, atrás apenas de Mato Grosso (31,1 milhões de toneladas) e Paraná (13,6 milhões).

A estimativa atual é 56,4% superior à da safra anterior (2017/2018), de 6,3 milhões de toneladas, fruto também de um avanço da área plantada, que cresceu 7,6% no período, de 1,7 milhão de hectares para 1,8 milhão de hectares.

Também segundo a Conab, as lavouras sul-mato-grossenses terão ganho de produtividade, de 45,3%. Na safra de milho 2017/2018, foram 3,6 mil quilos por hectare, e na atual é de 5,3 mil quilos por hectare.

Essas projeções são reflexo de um otimismo generalizado pelo país, que deve ter uma produção recorde de 73,1 milhões de toneladas, 35,6% a mais em relação à safra de 2017/18, conforme a Companhia.

Também no início de agosto, a Aprosoja-MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul) atualizou o acompanhamento da colheita do milho 2ª safra e revelou que as máquinas já avançaram por mais de 1,3 milhão de hectares, com produtividade média de 88 sacas por hectare e projeção de 10,127 milhões de toneladas de produção.

Divulgado no final da tarde de terça-feira (6), o mais recente Boletim Casa Rural da Aprosoja-MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul) revela que a região norte está com a colheita mais avançada, em média de 92,1%, enquanto o sul do Estado tem 70,5% e o centro 64,5%.

Com dados apurados até dia 2 de agosto pelo Siga MS (Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio) a partir de informações coletadas em contatos com empresas de assistência técnica, sindicatos rurais e empresas privadas dos principais municípios produtores, a entidade detalhou que a região norte está com a colheita mais avançada, em média de 92,1%, enquanto o sul do Estado tem 70,5% e o centro 64,5%.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Bebê é sexta vítima de acidente na Via Dutra, sentido Rio de Janeiro
Unicef
26% das adolescentes brasileiras casam-se antes dos 18 anos
MS 42 ANOS
Identidade do Estado revela “Brasil profundo” nas artes plásticas
TUFÃO
Passagem do Hagibis no Japão provoca pelo menos 24 mortes
DOURADOS
Programação do “Outubro Rosa” tem evento no dia 16
FAMOSOS
Em meio aos rumos sobre affair, Grazi faz trilha com Caio Castro
DOURADOS
Universidade levará serviços à Praça Antônio João dia 23
ESTADO
Judiciário fará Semana da Conciliação no início de novembro
CRIME
Caçador foge da PMA, mas abandona moto, rifle e munições e acaba identificado
BRASIL
Após dez dias internado, general Villas Bôas recebe alta hospitalar

Mais Lidas

CLIMA
Previsão aponta dias chuvosos e queda de temperatura em Dourados
DOURADOS
Acionados para atender queda de moto, Bombeiros só encontram vítima no local
DOURADOS
Clima fica tenso com índios presos em confrontos às margens da Perimetral Norte
MS
Idosa é atingida por jaca durante procissão e precisa ser socorrida